Marketing Digital

O que é Inbound Marketing? Aprenda tudo que precisa saber sobre essa estratégia

Por Felipe Rosa

Leia o artigo e aprenda como atrair, converter e encantar clientes com técnicas atualizadas de Inbound Marketing.

Felipe Rosa

O Inbound Marketing é uma estratégia de marketing digital, que consiste na atração de potenciais clientes por meio do fornecimento de uma oferta de valor, com conteúdos que educam e direcionam o usuário para a venda. 

A estratégia é composta de uma série de técnicas e processos que o diferenciam do “marketing tradicional”, que é quando a empresa “persegue” o cliente; com o Inbound Marketing, o objetivo é que o cliente encontre o seu negócio e crie um relacionamento por vontade própria.

O que é Inbound Marketing

Neste guia completo você vai entender o que é Inbound Marketing e porque essa estratégia vem trazendo excelentes resultados para profissionais liberais e empresas dos mais diversos portes e segmentos, além de conhecer quais as técnicas que você pode utilizar para atrair mais clientes e aumentar a sua credibilidade perante seu público-alvo. Preparado? 

O que você encontra neste guia definitivo sobre Inbound Marketing:

  • o que é Inbound Marketing?;
  • como surgiu o Inbound Marketing?;
  • evolução do Inbound Marketing;
  • diferenças entre Inbound e Outbound Marketing;
  • por que o Inbound Marketing é importante para o seu negócio?;
  • benefícios do Inbound Marketing;
  • relação do Inbound Marketing com o Funil de Vendas e a Jornada do Cliente;
  • as etapas de Inbound Marketing;
  • estratégias de Inbound Marketing;
  • as melhores ferramentas de Inbound Marketing
  • automação de Inbound Marketing;
  • visão Geral do Inbound.

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing faz parte das estratégias de marketing de atração, e consiste na utilização de conteúdos que auxiliam na geração de valor. Basicamente, o foco dessa estratégia é que os clientes venham até você de forma “voluntária”, por reconhecer sua marca e seus conteúdos como relevantes. 

Essa atração é feita com a utilização de estratégias baseadas em conteúdo, como:

  • artigos;
  • e-books;
  • webinars;
  • vídeos;
  • podcasts.

Esses materiais fornecem informações relevantes para o público, podendo ser utilizados para atração e nutrição do possível cliente. Dessa forma, ele pode amadurecer suas considerações sobre o que sua empresa oferece a ele. 

Inclusive, por ser uma estratégia que visa a comunicação com o cliente, oferecendo valor antes mesmo de oferecer um produto ou serviço, o Inbound Marketing acaba trazendo resultados sólidos por engajar o usuário.

Em comparação às formas tradicionais de marketing, o Inbound Marketing torna o processo de atração de clientes mais natural e assertivo, pois os conteúdos servem para interagir apenas com um público alinhado ao perfil da sua marca, o que permite uma captação de contatos qualificados, acelerando o processo de negociação até o fechamento do contrato.

Como surgiu o Inbound Marketing? Origem das Estratégias de Inbound

Mesmo que de forma inconsciente, o Inbound Marketing é uma estratégia que vem sendo aplicada pelos profissionais de marketing há muitos anos. 

Basicamente, podemos dizer que o Inbound Marketing são as estratégias que tem foco em gerar conexão com os clientes ao oferecer conteúdos relevantes ao público-alvo potencial.

Um case muito interessante, compartilhado amplamente pelo mundo, é o da marca de pneus Michelin que – em 1900 – desenvolveu o primeiro Guia Michelin e distribuiu gratuitamente 35 mil cópias.

Guia Michelin - Case de Inbound Marketing e Conteúdo

(Imagem: Gastronomos | Reprodução)

O guia era simples: uma coleção de mapas, roteiros de viagens e restaurantes que os potenciais consumidores poderiam fazer/visitar na França.

O grande propósito dessa estratégia, que talvez você esteja se perguntando, é que a marca de pneus precisava que os seus clientes/potenciais clientes usassem seus carros, para que mais pneus fossem vendidos.

No entanto, o termo Inbound Marketing teve origem em 2006, quando os empresários Brian Halligan e Dharmeshh Shah fundaram a HubSpot – empresa americana de softwares de automação de marketing – e popularizaram a estratégia de atração de prospects com base na geração de valor.

Evolução do Inbound Marketing através dos anos

Com o passar dos anos, o Inbound Marketing se tornou uma estratégia amplamente conhecida e utilizada no mundo todo, principalmente pela sua facilidade em se adaptar às mudanças de comportamento do consumidor.

Com a transformação digital acontecendo cada vez mais rapidamente, o Inbound Marketing se mantém como uma estratégia eficiente para conquistar diferentes públicos, gerações e perfis de consumidores.

Isso acontece, principalmente, porque a estratégia consiste em entregar para o usuário a resposta sobre uma dor ou necessidade, sem necessariamente tentar vender para ele. Isso pode acontecer por meio de diferentes canais, plataformas e formatos, adaptando-se ao perfil de cada consumidor.

Diferenças entre Inbound e Outbound Marketing

Quando comparamos o Inbound Marketing com a estratégia “tradicional” de atração, conhecida como Outbound Marketing, a principal diferença está na maneira como o possível cliente é abordado. 

Enquanto no Outbound o objetivo é acionar uma pessoa/empresa que ainda não faz ideia que seu negócio existe, no Inbound essa mesma pessoa pode ser acionada ou te acionar, quando já conhece a sua marca e também entende um pouco mais do seu mercado. 

Na prática, o Inbound é como se você recebesse um cliente em sua loja que já viu seu Instagram, aprendeu algumas dicas no seu YouTube e te conhece pelo nome. Já o Outbound é como se você batesse na porta do seu potencial cliente oferecendo algo que ele nem ao menos sabia que existia. 

Então, o Inbound também é uma forma de construir autoridade para sua audiência. Afinal, ao oferecer informações tão relevantes você irá transmitir uma autoridade de expert no assunto, o que é muito atraente para o potencial cliente!

Mas é importante ressaltar que cada prática tem a sua proposta e momento ideal. 

No Inbound você cria um funil previsível de crescimento baseado em atração, mas nem sempre o volume é proporcional ao que é necessário para o seu time de vendas. É aí que entra o Outbound como uma estratégia válida de ampliação das oportunidades de negócio, exigindo um formato de contato mais intenso e listas de prospecção bem maiores.

Diferenças entre Inbound e Outbound Marketing

Ou seja, cada estratégia possui seu diferencial. Mas o melhor de tudo é que elas se complementam! 

Por que o Inbound Marketing é importante para a sua empresa? 

Segundo o estudo “O Panorama do Marketing Digital”, conduzido pela RD Station em 2023, 91% das empresas entrevistadas utilizam as estratégias de Inbound Marketing em algum nível.

Por que o Inbound Marketing é importante para a sua empresa? 

Isso acontece porque, além de ser mais econômico, o Inbound oferece resultados mais significativos que outras estratégias no médio e longo prazo, como podemos conferir no case de sucesso conduzido com a Construtora União, em 2023:

Benefícios do Inbound Marketing

Agora que você já sabe o que é Inbound Marketing e também quais suas diferenças ao ser comparado com uma estratégia de marketing tradicional, chegou o momento de entender os benefícios que essa estratégia oferece para qualquer negócio. Confira:

1. Atração do público ideal para o seu negócio

Iniciando um projeto de Inbound Marketing, o seu negócio pode criar uma “máquina de geração de clientes” constante, conhecida como “Funil de Vendas” ou, o mais novo formato, o “Flywheel Marketing”.

1. Atração do público ideal para o seu negócio

Afinal, com a publicação de conteúdos ricos de maneira assídua e utilizando boas práticas de SEO, seus materiais estarão entre os principais resultados quando seu público alvo pesquisar sobre assuntos que fazem parte do universo temático do seu negócio. 

Isso fará com que os potenciais clientes identifiquem a sua marca como uma autoridade naquele segmento e se lembrem do seu negócio quando estiverem prontas para realizar uma compra.

2. Redução do custo por aquisição de um novo cliente

A redução do CAC (Custo por Aquisição de Cliente) é um dos principais desafios dos profissionais de marketing, e o Inbound Marketing permite essa redução de custos de forma consistente.

Como você disputa por uma pessoa em um estágio onde ela não está pronta para comprar (topo do funil), existe uma concorrência menor. Dessa forma, o custo de aquisição desta pessoa nesta etapa é baixíssimo. 

Somado às ações das etapas seguintes você ainda consegue manter um custo por aquisição baixo, frente a campanhas ativas focadas em pessoas altamente prontas para comprar.

Além disso, segundo uma pesquisa da Hubspot, conseguir leads utilizando Inbound Marketing é 47% mais barato.

3. Aumento da visibilidade da sua marca

Basicamente, quando você cria muito conteúdo que ajuda as pessoas sem fazer uma venda a elas, sua marca cresce. Cresce porque do outro lado tem uma pessoa aprendendo com você sem precisar pagar por isso, aumentando a conexão com a marca.

A pesquisa da HubSpot ainda revelou que as táticas de Inbound Marketing geram 54% mais leads do que os tradicionais sistemas de marketing pago. 

Ou seja, além das empresas economizarem uma média de 13.000 dólares por ano, quando implementam estratégias de Inbound Marketing, elas conseguem alcançar mais pessoas e aumentar sua visibilidade nos meios digitais.

4. Avanço dos potenciais clientes pelo funil de vendas

Além de atrair mais pessoas para que elas conheçam o nome do seu negócio, a promoção de materiais ricos para a internet proporciona outro grande ganho: a nutrição

Mas, o que é nutrição? Ao longo do tempo, com o fornecimento de conteúdos cada vez mais completos, alguns potenciais clientes passam a se tornar oportunidades de fato. Essa evolução acontece porque eles começam a ter cada vez mais conhecimento sobre o seu mercado, conseguindo identificar os diferenciais que o seu negócio tem a oferecer. 

Quando você produz conteúdo para um público leigo, a tendência é que ele lembre de você no futuro. Afinal de contas, foi a partir dos seus materiais que ele começou a entender melhor tudo que sabe hoje. O que aumenta as chances dele se tornar um cliente da sua empresa!

Relação do Inbound Marketing com o Funil de Vendas e a Jornada do Cliente

Precisamos ressaltar que, na estratégia de Inbound Marketing, conhecer a jornada do cliente e entender como o funil de vendas funciona é essencial para para construir uma máquina operante e constante de geração de oportunidades:

Relação do Inbound Marketing com o Funil de Vendas e a Jornada do Cliente

As etapas de Inbound Marketing

Como podemos ver na imagem, o Inbound Marketing e a Jornada do Consumidor compartilham das mesmas etapas, mas de pontos de vista diferentes.

Neste artigo, vamos explorar os passos da Jornada do Consumidor dentro do Inbound Marketing, ou seja, na visão do negócio:

1. Atração e Conversão

A primeira etapa do Inbound Marketing consiste em atrair a atenção das pessoas para seus conteúdos. 

Existem diversas formas de fazer isso, mas basicamente, as estratégias que melhor funcionam são através de um blog ou conteúdos em seu site, redes sociais (Facebook, Instagram, Linkedin, entre outras) e tráfego pago

Todas as estratégias de atração, ajudarão você a distribuir seus conteúdos de valor pela internet, conquistando leads para o seu negócio. 

Porém, para que o visitante vire de fato um lead, você precisa oferecer recompensas digitais ou informações exclusivas para aqueles que deixam seus nomes e e-mails em algum formulário do seu site. 

De nada adianta receber muitas visitas em seu site, se esses visitantes não fizerem alguma ação. Portanto, além de atraí-los é preciso convertê-los. Para isso, algumas técnicas eficientes são:

  • tenha um site responsivo e que ofereça uma boa experiência ao usuário;
  • crie landing pages otimizadas para a conversão;
  • trabalhe com caixas de captura de e-mail em posts estratégias (Dica: usar a HelloBar);
  • faça teste A/B em suas páginas e descubra qual versão converte melhor.

2. Relacionamento

Depois que você já atraiu visitantes para o seu site, já converteu uma boa porcentagem deles em leads, é hora de começar o relacionamento por e-mail, através de um fluxo de nutrição ou um funil de vendas. 

Estratégias de Inbound - Relacionamento

Para fazer isso, você precisa utilizar uma das ferramentas de Inbound Marketing que citamos anteriormente. É esse relacionamento com o lead que permitirá você levar mais conteúdo de valor para ele. 

Além disso, a interação por e-mail também permite que você, ao longo do tempo, ofereça seus produtos e serviços, identificando quem da sua base de e-mail são os potenciais compradores.

3. Vendas

No final das contas, o que todos querem é dinheiro no bolso! Por isso, a finalidade principal em fazer um planejamento de Inbound Marketing, é aumentar suas vendas e sua receita. 

Então, depois de atrair, converter e relacionar-se com seus potenciais clientes, é hora de partir para a venda. Dentro de um fluxo de automação, já comentamos logo acima que você pode fazer pequenos pitch de vendas, a fim de mapear quem são as pessoas que clicam em suas ofertas.

4. Análise

Depois de implementar todas as etapas do Inbound Marketing, é hora de fechar o ciclo fazendo uma análise de todas ações realizadas.

 A melhor maneira de fazer isso, é através de uma ferramenta de Web Analytics, a qual mostrará, entre outras coisas, quantas visitas você obteve, quais foram as conversões, quais páginas mais se destacaram, etc. Atualmente, a ferramenta mais conhecida e recomendada do mercado para se fazer tal análise, é o Google Analytics.

Estratégias de Inbound Marketing

As estratégias de Inbound Marketing permitem que você atraia mais clientes e aumente a sua credibilidade perante seu público-alvo. 

Para que você possa identificar quais os formatos mais indicados para cada etapa da jornada do consumidor, listamos aqui algumas ideias de materiais que você poderá produzir para fortalecer sua marca e, consequentemente, aumentar as suas vendas:

Estratégias para Atração e Conversão de Leads

O modo mais prático de iniciar uma estratégia de Inbound Marketing é criando e publicando conteúdo na internet. No entanto, muitos se perdem logo nesse primeiro passo:

A verdade é que você precisa começar sua estratégia gerando conteúdo de valor para a sua audiência, com consistência e elementos únicos que mostrem porque a sua marca se diferencia das demais – mesmo que o conteúdo ainda não seja sobre o seu produto.

Portanto, comece com conteúdos como:

  • artigos de blog; 
  • ofertas de conteúdo;
  • redes sociais;

A estratégia aqui é construir conteúdo educativo. Sua audiência ainda não está buscando produtos, ela busca soluções. Por isso, os melhores formatos são:

  • Conteúdos “How-to” ou “como fazer” e que servem como guias;
  • Infográficos;
  • Checklists;
  • E-books.

Afinal, essa é uma etapa onde as pessoas não estão prontas para comprar, mas para conhecer mais. Por isso, algumas métricas interessantes de acompanhar são:

  • Tráfego orgânico, tráfego de referência e tráfego total
  • Engajamento na mídia social (compartilhamentos, comentários, curtidas)
  • Menções de influenciadores e mídia
  • Métricas de engajamento no site (taxa de rejeição, tempo gasto na página)
  • Assinaturas de boletins informativos e mídias sociais

A criação de E-books

Uma das formas de entregar um material de qualidade para sua audiência, é produzindo um e-book

Para isso, você deve escolher um tema e produzir um conteúdo que seja interessante e relacionado a algum produto ou serviço que você ofereça. Imagine, por exemplo, que você possui um e-commerce que vende produtos para cães. 

Uma boa estratégia é produzir um e-book intitulado: “Como Adestrar um Cachorro – Dicas Práticas para Disciplinar seu Cão”. Nesse livro virtual, você poderá linkar para artigos do seu blog ou até mesmo para página de produtos, a fim de que o leitor conheça os produtos que você vende.

Caso você seja um prestador de serviço, tal como um dentista, por exemplo, a estratégia poderia ser produzir um e-book chamado: “5 Dicas Para Ter Dentes Mais Brancos, Fortes e Livres de Cáries”. 

Dessa forma, quem baixar tal material, além da leitura disponível no livro digital, poderá ser alimentada com e-mails em um fluxo de nutrição e receberá mais dicas para cuidar dos dentes e poderá, ao longo do tempo, conhecer os serviços que você oferece, bem como cases de sucessos de clientes que tiveram seus dentes transformados.

Estratégias para Nutrição/Engajamento com Leads

Depois de atrair e converter os leads, você já sabe que o próximo passo é engajar com essa audiência para criar um relacionamento próximo que os leve até a etapa de compras.

Para isso, os fluxos de nutrição são essenciais, mas existem outras estratégias de engajamento que o seu negócio pode utilizar que são tão relevantes quanto. Por isso, ao usar essas estratégias de engajamento, apresente informações sobre o valor que o seu negócio lhes dará.

Para nutrir os leads nessa etapa, foque em:

  • Cases de sucesso;
  • Visão geral do produto;
  • Estudos de caso;
  • Guias “como fazer”;
  • Avaliação do usuário.

Além disso, você também pode conquistar novos clientes nessa etapa, afinal os leads nem sempre passam por todas as fases do funil. Por isso, se quiser “variar” a estratégia de nutrição e alcançar mais pessoas interessadas na sua marca, foque em:

  • Guias “como fazer”;
  • Visão geral do produto;
  • Estudos de caso;
  • Landing Pages e Webinars.

Transmissão de Webinars

Outra estratégia de Inbound Marketing é a transmissão de um webinar, que nada mais é do que um tipo de webconferência, em que geralmente apenas uma pessoa aparece falando no vídeo, enquanto as demais a assistem. 

Nesse modelo, a interação entre os participantes é limitada apenas ao chat, de modo que eles podem conversar entre si ou enviar perguntas ao palestrante. Você pode fazer uso do webinar para divulgar um novo produto do seu e-commerce, para dar uma aula gratuita sobre algum assunto que esteja relacionado ao interesse da sua audiência ou outras coisas do gênero.

Imagine, por exemplo, que você tenha uma loja que venda aparelhos de celular. Você pode promover um webinar para sua audiência, explicando detalhadamente o funcionamento de um novo aparelho do mercado e no final deste webinar conduzir a pessoa à página de venda, de preferência oferecendo um desconto especial.

Leia também: Webinars São Destaque na Geração de Leads Topo de Funil

Canal no YouTube

Outra poderosa forma de impactar pessoas é através de vídeos. Hoje em dia é muito simples criar um canal no YouTube e produzir conteúdo para sua audiência. E não pense que você precisa ter um estúdio, uma filmadora super potente ou uma equipe de edição para começar. Você pode começar filmando com seu próprio aparelho celular!

Canal no YouTube

Lembre-se: “feito é melhor do que perfeito”. A ideia por trás do canal do YouTube é a mesma que mencionamos para a produção de e-books ou transmissão de webinars, ou seja, entregar algo de valor ao seu público.

Imagine que você tenha uma loja virtual que venda maquiagens e acessórios para beleza. Que tal produzir vídeos semanais com dicas de maquiagem? Você pode ensinar uma dica de maquiagem por vídeo, conquistar uma legião de fãs no seu canal e promover seu e-commerce para esse público.

Estratégias para Encantar seus Leads e Vender Mais

Por fim, na etapa final do funil de vendas, seus conteúdos já estarão sendo direcionados para aquelas pessoas que realmente se interessam pela sua marca. 

Por isso, a melhor forma de encantar seus potenciais clientes ao ponto de levá-los a realizar uma compra é criar conteúdo específicos que vão ajudar e apoiar os leads em qualquer situação, quer o seu negócio obtenha algum valor com isso quer não.

Nesse caso, foque nesses conteúdos:

  • Visão geral do produto;
  • Avaliação do usuário;
  • Cases de Sucesso.

Nesses canais:

  • E-mail marketing;
  • Tráfego Orgânico;
  • Tráfego pago.

E acompanhe essas métricas:

  • Taxa de conversão;
  • Número de “pagamentos”;
  • Retorno sobre o investimento.

Gravação de Podcasts

Os podcasts estão com tudo! Em uma pesquisa encomendada pela Globo e realizada pela Kantar Ibope foi constatado que, em 2020, 28 milhões de pessoas consumiram podcasts com regularidade, um crescimento de 33% em relação ao ano anterior, que contabilizou 21 milhões de ouvintes do formato.

Através de um podcast, você pode levar informação de qualidade, em áudio, para pessoas que lhe acompanham. Geralmente disponibilizado em arquivo MP3, o podcast pode ser uma excelente porta de entrada para que mais pessoas conheçam seus serviços e produtos e tenham você ou sua empresa, como referência no seu nicho de atuação. Na internet encontramos inúmeros casos de empresas que ganharam muita força quando começaram a gravar podcasts para suas audiências.

Podcast

O arquivo em áudio é muito fácil de ser distribuído e “consumido” pelas pessoas, uma vez que pode ser ouvido enquanto as pessoas fazem outras atividades, tais como: exercícios ao ar livre ou academia, enquanto estão em carros, aviões, ônibus, etc. Ou até mesmo enquanto estão lavando roupa ou louças. Em resumo, é muito prático e as pessoas amam. Por isso, se você já produz conteúdos em formato de texto, invista parte do seu tempo para gravá-los em áudio e disponibilizá-los para seu público.

Inclusive, é um excelente formato para que você possa ampliar sua acessibilidade, pois se trata de um conteúdo exclusivamente sonoro.  

SEO e Inbound Marketing

O SEO é uma das estratégias de marketing digital disponíveis para atrair mais pessoas para perto de uma empresa e/ou marca dentro do Inbound Marketing. Com ele atraímos pessoas através da busca orgânica, usualmente do Google.

Geralmente, além das conhecidas técnicas on-page, a grande conexão com Inbound é na definição de pautas para os conteúdos (artigos e e-books) presentes no projeto. Isto contribui na geração de leads em uma demanda já existente de pesquisas na Internet.

Leia também: SEO ou Inbound Marketing — Qual é a Melhor Estratégia?

As melhores ferramentas de Inbound Marketing

No processo de desenvolvimento de Inbound Marketing, você irá precisar de ferramentas para gerenciar seus potenciais clientes, ou seja, seus leads, automatizar fluxos de e-mail, criar seu funil de vendas, produzir landing pages e muito mais.

Para ajudar você nessa tarefa, separamos as melhores ferramentas de Inbound Marketing em nosso mercado:

RD Station

Criada pela Resultados Digitais, o RD Station foca muito no processo de marketing e vendas da empresa, contando com um sistema de e-mail marketing e automação excelentes! Dentre as funcionalidades da RD, podemos destacar:

  • automação de marketing (fluxos de e-mails automatizados);
  • criação de landing pages;
  • campanhas de e-mail marketing;

Confira nosso vídeo completo sobre a ferramenta e inicie seu teste grátis:

HubSpot

A HubSpot é uma ferramenta completa de CRM (Customer Relationship Management) e gerenciamento de leads, que possui todos os softwares, integrações e recursos necessários para conectar suas atividades de marketing, vendas, gerenciamento de conteúdo e atendimento ao cliente.

Ela possui cinco ferramentas principais, sendo elas:

  • Marketing Hub: um software completo para ações de Inbound Marketing que auxiliam seu negócio a aumentar o tráfego online e converter mais clientes.
  • Sales Hub: um software de CRM de vendas para gerenciamento dos dados dos clientes e automação de tarefas da área de vendas.
  • Service Hub: recurso voltado para a área de Sucesso do Cliente, com ferramentas de atendimento ao cliente que permitem maior interação com a audiência.
  • CMS Hub: software de gestão de conteúdos, com recursos poderosos para desenvolvedores e linguagem flexível para os profissionais de marketing.
  • Operations Hub: uma ferramenta poderosa para integração de aplicativos e sincronização de dados de diferentes plataformas.

Conheça os detalhes sobre essa ferramenta:

LeadLovers

Outra ferramenta nacional que poderá ajudá-lo é a LeadLovers, a qual possui automação em e-mails, criação de landing pages, gerenciamento de leads e ainda permite você criar uma área de login e senha para pessoas que adquirirem algum infoproduto seu.

A Leadlovers suporta estratégias de Inbound Marketing eficientes, com foco na jornada do cliente. Utilize testes A/B avançados para personalizar essa jornada e expandir estratégias além do e-mail, incluindo SMS e voz. Conheça mais sobre a ferramenta:

MailChimp

Uma das ferramentas mais queridinhas da comunidade é, sem sombra de dúvidas, o Mailchimp. Contando com uma interface simples e leve, é possível criar campanhas de forma muito intuitiva. Ele é muito atrativo para quem está começando, pois existe um plano gratuito de até 2.000 e-mails na base e até 12.000 e-mails por mês.

O Mailchimp é uma ferramenta que pode ser facilmente integrada a diversas outras plataformas, o que gera uma certa comodidade para seus assinantes. O ponto baixo da ferramenta é o preço, uma vez que o Mailchimp é internacional e o pagamento é feito em dólares.

GetResponse

A GetResponse também é muito conhecida por profissionais lá de fora e alguns aqui no Brasil já utilizam ela. O interessante é que ela está com a sua interface toda em português, facilitando muito que qualquer pessoa possa operá-la. Nela, existe a funcionalidade de fluxo de automação, algo indispensável para qualquer ferramenta de e-mail marketing nos dias de hoje.

Automação de Inbound Marketing

As ferramentas apresentadas acima, permitem que você defina uma série de e-mails que serão enviados de forma automática para sua lista. 

Esse fluxo de e-mails irá criar uma conexão entre a sua marca e a sua audiência. Em outras palavras, é um recurso que visa nutrir e qualificar os leads como forma de prepará-los para a compra de um produto ou para a adesão de um serviço, tudo no momento certo.

Automação de Inbound Marketing

A definição do fluxo de e-mails é muito pessoal, ou seja, cada pessoa sabe a melhor maneira de nutrir seus leads, os melhores conteúdos para enviar e os produtos ou serviços que devem ser promovidos. Porém, é importante você se atentar a estes detalhes:

  • Esteja dentro das normas da LGPD: é muito importante que sua base tenha realizado uma demonstração clara de consentimento para receber conteúdos;
  • Nunca faça SPAM, enviando conteúdos que não foram solicitados por quem entrou em sua lista;
  • Sempre inclua um e-mail válido para que as pessoas possam responder e interagir com você.

É a automação que permite você enviar e-mails do tipo: “Olá, vi que você não abriu o último e-mail que te mandei…” ou ainda “Percebi que você baixou o e-book que te enviei, gostaria de saber se ficou com alguma dúvida…”. Por isso, não deixe de implementar o fluxo de e-mails em seu negócio, isso lhe poupará tempo e dinheiro.

Entenda como essa automação pode ser a chave para você escalar seu negócio:

Além disso, as ferramentas apresentadas acima oferecem diversos recursos para tornar a automação ainda mais assertiva, como o Lead ScoringEssa é uma parte importante da automação de marketing e ,ao implementar esse processo, as empresas podem gerenciar grandes volumes de leads de forma eficaz e eficiente.

Lead Scoring

Visão Geral do Inbound

Para complementar tudo que você já aprendeu até aqui neste artigo, sobre Inbound Marketing, dê o play no vídeo abaixo e saiba como funciona a visão geral dessa poderosa estratégia:

A essência do Inbound não é apenas produzir artigos, criar materiais ricos e outras técnicas que já citamos anteriormente por aqui. Mas sim, elaborar uma estratégia completa para que você possa vender mais. Você precisa ter uma visão completa de onde sua empresa quer chegar. A partir daí, é possível criar algo sustentável e escalável.

É a estratégia completa de Inbound que lhe permite saber exatamente quem é o seu público-alvo, bem como suas preferências, necessidades e hábitos. Além disso, é preciso pensar na jornada de compra da sua audiência, para a partir daí, definir quais materiais serão produzidos, quais e-mails serão enviados e como você poderá transformar leads em clientes.

Uma vez que você tem toda estratégia mapeada, a mágica do Inbound Marketing acontece e você passa a receber leads muito mais qualificados, os quais chegam praticamente prontos para contratar os serviços que você oferece ou comprar os produtos que você comercializa. Se você tem uma equipe de vendas, a ideia é que, com o Inbound Marketing aplicado ao seu negócio, cada vez mais eles tenham um menor esforço para fechar novos clientes.

Conte com uma Agência de Inbound Marketing

A Agência Mestre é a principal referência em Inbound Marketing no Brasil e podemos ajudar você a maximizar seus resultados através do Inbound Mestre! 

Por quatro anos consecutivos, fomos eleitos pela Resultados Digitais, a melhor agência do Brasil e a melhor agência que faz Inbound Marketing para si própria e temos grande expertise para lhe atender. 

Portanto, se você não tem tempo a perder e precisa de ajuda para crescer, solicite um orçamento agora mesmo e torne-se mais um de nossos cases de sucesso!

Cases de Inbound Marketing

Se você procura uma agência de Inbound Marketing para potencializar seus resultados, saiba que a Agência Mestre pode te ajudar. Ao longo dos últimos anos, ajudamos empresas a aumentarem expressivamente seus resultados com estratégias de Inbound Marketing que funcionaram muito bem. Confira alguns de nossos cases de sucesso.

LEIA MAIS

Google Shopping: O Que é e Como Funciona?

Alavanque seu e-commerce com Google Shopping! Utilize a principal ferramenta de pesquisa de produtos do Google e conquiste mais clientes. Clique e saiba mais.

RD Summit 2023: O Maior Evento de Marketing da América Latina

RD Summit em São Paulo? Isso mesmo, o evento agora está de “casa” nova e aqui está tudo o que você precisa saber para participar.

5 Ferramentas de Email Marketing Que Mudarão Seu Trabalho

O email marketing é uma estratégia poderosa para conectar-se com a sua audiência e potenciais clientes, mas que necessita de uma ferramenta versátil e fácil de gerenciamento. Separamos neste artigo uma lista das 5 melhores ferramentas de email marketing do mercado. CLIQUE e confira!

Comentários
  1. Avatar

    Conteúdo espetacular !!!

Os comentários estão fechados.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?