SEO

Nova Atualização do Algoritmo do Google

Por Raquel Pereira

Ferramentas de rastreamento do Google voltam a registrar oscilação e os profissionais de SEO acreditam em nova atualização.

Raquel Pereira

Logo após o fim da Atualização Central de Outubro de 2023, no dia 19 de outubro, o buscador logo iniciou uma nova atualização; em 2 de novembro de 2023, o Google anunciou a quarta atualização central do algoritmo deste ano.

Confira os detalhes sobre essa atualização:

Core Update de Novembro de 2023

Em 2 novembro de 2023, o Google anunciou novamente uma das mais significativas atualizações do seu algoritmo, marcando o quarto grande update do ano. 

Esta atualização aconteceu logo após o core update de outubro, que começou em 5 de outubro e concluiu-se em 19 de outubro. Com a rápida sucessão dessas atualizações, os profissionais de SEO não tiveram muito tempo para analisar as mudanças causadas.

O fim da Atualização Central de Novembro de 2023

Diferentemente da maioria das atualizações, o core update de novembro levou cerca de 26 dias para ser completamente implementado, finalizando em 28 de novembro e sendo uma das atualizações mais longas do buscador. 

Esse período de quase um mês foi um tempo de intensa observação e análise por parte de profissionais de SEO e webmasters, ansiosos por entender as implicações dessa mudança.

Segundo compartilhado pelo portal Search Engine Land, essa atualização foi de fato sentida de maneira significativa em toda a comunidade online, com muitos sites experimentando uma volatilidade notável em seus rankings, com algumas páginas subindo ou descendo abruptamente nas classificações de pesquisa nos últimos dias. 

Os especialistas da área relatam que os impactos foram sentidos quase imediatamente após o início da atualização, principalmente, porque o core update aconteceu em sobreposição com outra atualização significativa do Google – a atualização de avaliações de novembro de 2023.

Atualização de Avaliações de Novembro de 2023

Esse update do Google é direcionado especificamente para revisão e análise de páginas com “avaliações” ou “reviews”. Segundo compartilhado pelo buscador, a atualização de novembro trata-se da última atualização desse tipo, visto que “no futuro, com o sistema de avaliações sendo aprimorado em um ritmo regular e contínuo, não publicaremos mais atualizações futuras no painel de status.”

Leia mais sobre a Atualização de Avaliações no nosso artigo completo.

A sobreposição das atualizações, assim como aconteceu em outubro, resulta em um cenário complexo para avaliação dos impactos.

Afinal, enquanto a atualização do núcleo focava em ajustes mais amplos no algoritmo de classificação, a atualização de avaliações tinha um escopo mais específico, o que dificulta a identificação de como as mudanças em rankings e tráfego poderiam ser atribuídas, tornando a análise e a adaptação ainda mais desafiadoras.

O que é um Core Update do Google?

Um “Core Update” (ou “Atualização Central”, em tradução livre) do Google refere-se a uma mudança significativa nos algoritmos principais de classificação de pesquisa do Google. Essas atualizações são projetadas para melhorar a relevância e a qualidade dos resultados de pesquisa.

Basicamente, o principal objetivo do maior buscador do mundo é fornecer aos usuários os resultados de pesquisa mais relevantes e de alta qualidade possível e, para isso, as atualizações do núcleo são feitas. Assim, o buscador pode refinar seus algoritmos e melhorar a forma como o sistema avalia e classifica as páginas da web.

O que fazer se meu site for impactado por um Core Update do Google?

Após uma atualização, alguns sites podem ver um aumento no tráfego de pesquisa, enquanto outros podem experimentar uma queda. É possível manter seu site relevante mesmo com as mudanças de algoritmo do Google e, para isso, é preciso estar atento às atualizações e cuidar do conteúdo de suas páginas para que elas atendam aos critérios de avaliação do buscador (ou Google Search Essentials).

As oscilações pós-atualização não significa necessariamente que há algo “errado” com os sites que veem uma queda, em vez disso, é uma indicação de que o Google reavaliou a relevância e a qualidade das páginas em relação às consultas de pesquisa dos usuários.

Para evitar que isso aconteça, o Google sugere que os proprietários de sites considerem algumas perguntas ao avaliar o conteúdo de seus sites, a fim de reduzir os impactos negativos das atualizações. Confira quais são:

Perguntas sobre o Conteúdo

Ao analisar a qualidade do seu conteúdo frente à uma atualização geral do algoritmo do Google, considere os seguintes pontos:

  1. O conteúdo fornece informações originais, reportagens, pesquisas ou análises?
  2. O conteúdo oferece uma descrição substancial, completa ou abrangente do tópico?
  3. O conteúdo fornece análise perspicaz ou informações interessantes que vão além do óbvio?
  4. Se o conteúdo se baseia em outras fontes, ele evita simplesmente copiar ou reescrever essas fontes e, em vez disso, oferece valor e originalidade adicionais substanciais?
  5. A manchete e/ou título da página fornecem um resumo descritivo e útil do conteúdo?
  6. A manchete e/ou título da página evitam ser exagerados ou chocantes em sua natureza?
  7. Esta é a página que você gostaria de marcar, compartilhar com um amigo ou recomendar?
  8. Você esperaria ver este conteúdo em ou referenciado por uma revista impressa, enciclopédia ou livro?

Perguntas sobre a Expertise, Confiabilidade e Relevância

Quando o assunto é qualidade do conteúdo, apenas critérios de avaliação estrutural – como títulos e descrições – não são o suficiente para o Google. Ao analisar suas páginas, considere se:

  1. O conteúdo apresenta informações de uma maneira que faz você querer confiar nele, como fontes claras, evidências da expertise envolvida, informações sobre o autor ou o site que o publica?
  2. Se você pesquisasse o site que produz o conteúdo, teria a impressão de que ele é bem confiável ou amplamente reconhecido como uma autoridade em seu tópico?
  3. Este conteúdo foi escrito por um especialista ou entusiasta que demonstravelmente conhece bem o tópico?
  4. O conteúdo está livre de erros factuais facilmente verificáveis?
  5. Você se sentiria confortável confiando neste conteúdo para questões relacionadas ao seu dinheiro ou à sua vida?

Perguntas sobre a Produção do Conteúdo

Outro ponto crucial para conquistar bons resultados nas SERPs do Google é analisar se o seu time de Marketing de Conteúdo está entregando artigos e materiais bem produzidos. Avalie, por exemplo, se:

  1. O conteúdo está livre de erros de ortografia ou estilísticos?
  2. O conteúdo foi bem produzido ou parece ter sido feito às pressas ou de forma descuidada?
  3. O conteúdo é produzido em massa por ou terceirizado para um grande número de criadores, ou distribuído por uma grande rede de sites, de modo que páginas ou sites individuais não recebam tanta atenção ou cuidado?
  4. O conteúdo tem uma quantidade excessiva de anúncios que distraem ou interferem no conteúdo principal?
  5. O conteúdo é exibido adequadamente para dispositivos móveis?

Perguntas Comparativas

Por fim, o seu conteúdo não precisa apenas ser bom: ele deve ser o melhor entre os primeiros resultados do Google. O buscador avalia critérios relacionados ao conteúdo, à construção das páginas, fatores de SEO e – claro – a experiência do usuário.

Por isso, para garantir um bom resultado, descubra se:

  1. O conteúdo oferece valor substancial em comparação com outras páginas nos resultados de pesquisa?
  2. O conteúdo parece estar atendendo aos interesses genuínos dos visitantes do site ou parece existir apenas porque alguém tentou adivinhar o que poderia ter uma boa classificação nos motores de busca?

Ao se concentrar em atender a esses critérios, os sites têm uma chance melhor de se sair bem nas atualizações do núcleo do Google e de oferecer valor real aos visitantes.

Conte com uma consultoria de SEO para garantir bons resultados no Google

Mudanças de algoritmo do Google são mais comuns do que você imagina; na verdade, o próprio buscador afirma que realiza mais de 300 atualizações todos os anos. Algumas, como os Core Updates, são mais impactantes e geram oscilações mais perceptíveis.

Por outro lado, algumas atualizações menores podem causar um impacto tão relevante quanto os Core Updates, sem que você saiba como ou o que causou esses “problemas” no seu site, levando a uma queda no seu tráfego orgânico.

Aqui na Agência Mestre, nós já ajudamos mais de 500 empresas que passaram pelos mais variados tipos de queda de tráfego orgânico causados pelas atualizações do Google. Por isso, independente do seu problema, nós podemos achar a solução!

Descubra como a criação de conteúdo e as estratégias de SEO podem elevar os resultados do seu negócio! Clique aqui e conheça nossa Consultoria de SEO.

LEIA MAIS

Como Fazer o Google Encontrar o Seu Site?

Você sabia que existem diferentes formas de ajudar o Google a encontrar o seu site? Coloque nossas dicas em prática e faça seu site aparecer no buscador!

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

O que é SEO? Guia do Search Engine Optimization [2023]

Quer entender o que é SEO? Aprender como esta técnica pode ajudar o seu negócio/website a crescer o número de visitas? Criamos este guia para ajudar você hoje mesmo! CLIQUE e confira os detalhes neste artigo!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?