Marketing de Conteúdo — Sua Importância no Funil de Vendas

Por Amanda Spinello


Além de informar, o marketing de conteúdo ajuda o potencial consumidor a avançar no funil de vendas de um negócio. É por meio de materiais informativos que a empresa passa confiança para visitantes que, consequentemente, se transformam em leads e, posteriormente, concluem uma compra.

Quer descobrir como colocar em prática essa ferramenta essencial para o processo de vendas da sua empresa? Acompanhe!

Como aplicar o marketing de conteúdo?

Você já deve saber que o funil de vendas é um processo, ou melhor, uma trajetória pela qual um consumidor passa ao realizar uma compra em um determinado site. Em cada etapa do funil é usado uma estratégia diferente que faz o visitante ir caminhando até o objetivo final: comprar.

Esse funil consiste em três partes:

  1. Topo;
  2. Meio;
  3. Fundo.

Que funcionam mais ou menos assim: uma pessoa interessada em skate, por exemplo, foi atraída por uma página de captura de leads que mostrava os melhores modelos para praticar o esporte. O usuário para consumir o conteúdo, fornece informações pessoais e decide entrar no site para analisar as propostas de skate, porém desiste da compra.

A empresa, por sua vez, passará a enviar uma série de conteúdos ricos (marketing de conteúdo) ao seu e-mail na tentativa de fazer o visitante se converter em cliente. Caso decida efetuar a compra, o objetivo foi alcançado.

Resumindo, o marketing de conteúdo auxiliará no caminho do usuário até a compra de um determinado produto. Entenda como aplicar os conteúdos com base nas etapas do funil:

Topo — Atração

“Como atrair visitantes ao meu blog?”, você deve estar se perguntando. O primeiro contato, ou seja, a primeira impressão que alguém vai ter do seu negócio é por meio das informações que você transmite a ele.

Para criar a relação usuário-marca, é necessário usar ferramentas básicas de atração, como artigos de blog, vídeos e redes sociais.

Os artigos devem despertar a dor — muitas vezes não conhecidas — dentro do usuário. Portanto, conteúdos interessantes como curiosidades gerais relacionadas à sua marca são necessários.

As redes sociais servem como apoio para os artigos, uma vez que você chama a atenção para algo que pode ser lido voltando do trabalho, da faculdade ou em um momento de relaxamento, por exemplo.

Meio — Conversão

Depois de nutrir o usuário e ele interagir com os artigos, está na hora de convertê-lo em um lead. Os leads precisam de materiais ricos — infográficos e e-books, por exemplo — para serem induzidos mais ainda.

Mas, claro, o conteúdo só é entregue se o visitante reagir a algum tipo de interação, como responder a um formulário ou landing page e assistir a um webinar.

O engajamento nos artigos continua e, dessa vez, os conteúdos são mais voltados para os serviços ou produtos da empresa.

Fundo — Vendas

Se o lead começa a interagir com a marca, é porque o marketing de conteúdo está dando certo. Porém, ele precisa efetuar uma compra, não é mesmo? Então, chegamos na etapa do fundo do funil, onde um fluxo de e-mail, ações de AdWords, entre outras estratégias deverão ser impactadas pelo lead com a intenção de compra.

Os artigos, por sua vez, são totalmente destinados àquilo que a empresa oferece, com foco total em uma ação.

Pós-venda?

Muitos acreditam que o fluxo do funil de vendas termina com o fundo. Engana-se quem pensa assim. Depois de atingir o objetivo de vendas é imprescindível continuar nutrindo o atual cliente para ele se tornar fiel à marca.

Conte com a ajuda das informações que você conseguiu coletar e envie materiais personalizados, como newsletters de ofertas exclusivas, descontos, novidades, cupons, entre outros, em um e-mail marketing.
Faça o seu cliente sentir-se especial por ter escolhido você e não a concorrência! Não deixe ele te esquecer.

Entendeu por que o marketing de conteúdo é importante no funil? Lembre-se de adequar-se a um tom de linguagem para todas as etapas e descubra com quem você realmente está conversando (persona) em cada etapa.

Gostou do artigo do blog da Mestre? Deixe o seu comentário! Nós queremos saber a sua opinião sobre o assunto. Aproveite e confira também um conteúdo completamente relacionado ao assunto, um artigo sobre jornada do consumidor.

LEIA MAIS
Calendário Editorial: O Que é e Como Fazer?

Calendário Editorial: O Que é e Como Fazer?

Você sabe o que é um calendário editorial? Ele serve para organizar o seu conteúdo e dar o norte aos seus projetos. Clique aqui, acesse nosso artigo e aprenda mais sobre ele e como implementá-lo no seu negócio.

Ferramentas Para Ajudar na Criação de Conteúdo

Ferramentas Para Ajudar na Criação de Conteúdo

Você trabalha ou compra algum tipo de criação de conteúdo? Então este artigo pode realmente ajudar você. Clique, acesse o blog e confira quais são as ferramentas especializadas para otimizar seu trabalho.

Case de Sucesso: Como Aumentamos o Resultado de Um Cliente em 400%

Case de Sucesso: Como Aumentamos o Resultado de Um Cliente em 400%

Veja neste novo episódio da Mestre TV como aumentamos em 400% os resultados da SJO, um e-commerce de artigos religiosos, usando estratégias de Inbound Marketing.

Comentários
Deixe seu comentário abaixo

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?