Marketing Digital

Flywheel Marketing: Conheça a Revolução do Funil de Vendas

Por Raquel Pereira

Descubra como o Flywheel Marketing vai revolucionar sua estratégia de Inbound Marketing com um novo “funil de vendas”.

Raquel Pereira

Quando pensamos em Inbound Marketing, uma das primeiras associações que fazemos é o famoso funil de vendas. Essa é uma das técnicas mais utilizadas no setor para colocar as ações em prática e atingir os resultados esperados.

No entanto, uma nova estratégia está surgindo e promete mudar a forma como trabalhamos com o funil de vendas, podendo expandir as funcionalidades que já conhecemos e tornar o Inbound Marketing mais eficiente; essa técnica é chamada de Flywheel Marketing. 

Confira neste artigo:

  • O que é o Flywheel Marketing?;
  • Como o conceito de Flywheel Marketing surgiu?;
  • Como funciona o Flywheel Marketing?;
  • A Evolução do Marketing: Do Funil ao Flywheel;
  • A Evolução do Marketing: Do Funil ao Flywheel
  • Inbound Marketing e o Flywheel Marketing;
  • Ações do Flywheel Marketing;
  • Minimizando Atritos no Flywheel Marketing;
  • Geração de Leads no Flywheel Marketing;
  • Esteja entre os líderes do seu setor!

O que é o Flywheel Marketing?

O Flywheel Marketing, ou Flywheel Growth, é um novo conceito no mercado digital que aborda a estratégia de marketing e vendas tradicionais do funil de vendas de forma inovadora, pensando na fidelização dos clientes com o apoio do Customer Success (CS).

O que é o Flywheel Marketing?

A estratégia se concentra em atrair novos clientes e mantê-los engajados, por isso é chamada de flywheel – exatamente pelo formato de “roda” que é utilizado, pensando em estabelecer um relacionamento circular com os leads.

Origem do Termo Flywheel

Flywheel significa “volante de rotação” e representa uma engrenagem circular que dá força à uma máquina.

Segundo algumas biografias, o termo foi utilizado inicialmente na engenharia por James Watt, criador da máquina a vapor. O disco foi utilizado para energizar as máquinas, de forma que quanto mais ele girasse, mais energia era armazenada para eliminar atritos e fricções durante o movimento.

Benefícios do Flywheel Marketing

Basicamente, o Flywheel é uma “evolução” do funil de vendas e, como era de se esperar, ele apresenta algumas vantagens frente ao modelo tradicional, como:

  • Retenção: ajuda a garantir a satisfação do cliente, estimulando seu retorno, incentivando novas compras e prolongando o ciclo de vida do consumidor para aumento do LTV;
  • Criando mais embaixadores da marca: essa estratégia impulsiona a retenção de clientes satisfeitos e os transforma em promotores, para auxiliar a marca a atrair novos consumidores (com recomendações boca a boca, menções em mídias sociais, reviews, etc);
  • Feedback cíclico: a estratégia permite a coleta de feedbacks constantemente, ajudando a aprimorar e implementar melhorias na jornada do cliente.

Como o conceito de Flywheel Marketing surgiu?

O conceito foi adaptado pela HubSpot para explicar a forma como a organização pode ser beneficiada e impulsionada para oferecer uma experiência diferenciada para o cliente e, consequentemente, torná-lo em um consumidor fiel da sua marca.

Como o conceito de Flywheel Marketing surgiu?

Conforme explicado pela HubSpot, outros modelos de atração utilizam o cliente como um produto final: passando da atração até a conversão, mas sem considerar o “pós”. Dessa forma, esses modelos concentram muita energia (e investimento) para conquistar um cliente e, em seguida, voltam à estaca zero.

“Com o flywheel, você aproveita o momento dos clientes satisfeitos para obter indicações e vendas repetidas. Basicamente, seu negócio continua ‘girando’.”

Como funciona o Flywheel Marketing?

O “impulso” no Flywheel depende de três variáveis:

  • a velocidade com que ele gira;
  • a quantidade de atrito com o ambiente;
  • o seu tamanho.

A dinâmica do flywheel é afetada principalmente pelas áreas mais significativas para o funcionamento da estratégia, pois a intensidade com que a “roda” gira depende das ações e iniciativas destinadas a impulsionar o flywheel.

Isso inclui ações como:

  • marketing de atração;
  • modelos de negócios freemium;
  • processos de venda fluidos; e
  • programas de referência.

As ações que focam em proporcionar sucesso aos clientes faz com que eles se tornem embaixadores da marca, atraindo novos clientes em potencial e impulsionando o flywheel; em contrapartida, é fundamental também mitigar qualquer tipo de ação que possa atuar de forma contrária.

Os obstáculos podem incluir:

  • processos internos ineficazes;
  • falhas de comunicação entre equipes; ou
  • desalinhamento entre as expectativas dos clientes e as ações da empresa.

Ao incrementar a eficiência e diminuir os pontos de atrito, a empresa consegue transformar clientes satisfeitos em promotores ativos, que contribuem para manter o flywheel em constante movimento.

Principais componentes do Flywheel Marketing

Com o Flywheel, a marca usa o ímpeto dos clientes satisfeitos para gerar referências e repetir as vendas, assim, o ciclo continua girando – vendendo para os atuais compradores e atraindo novos.

Afinal, os clientes satisfeitos tendem a promover a marca, gerando a “força” necessária para gerar mais leads e reiniciar a estratégia.

Ou seja, na realidade, o Flywheel é apenas um modelo novo para acelerar o crescimento da sua empresa, com base em estratégias que já funcionam. Por isso, ele possui três componentes principais:

Principais componentes do Flywheel Marketing

Atração

O foco é conquistar a atenção do público, sem interromper sua experiência com muitos anúncios e propagandas – algo que já fazemos na estratégia de Inbound.

Ou seja, o objetivo é atrair mais visitantes “desconhecidos” para o negócio, utilizando conteúdos relevantes e colaborando com provas sociais e avaliações de clientes, para escalar a primeira etapa.

Estratégia comuns de marketing que podem ser utilizadas nessa fase são:

  • Search Engine Optimization (SEO): as ações de otimização para tornar seu site mais relevante nos motores de busca auxilia na atração desses “desconhecidos”, com base em conteúdos de valor e na visibilidade da sua marca;
  • Tráfego Pago: apesar do objetivo ser “não depender de anúncios”, é inegável que essa é uma das estratégias mais interessantes para atração de usuários e pode ser muito relevante nessa etapa.

Converter e Engajar

Após atrair, começa o primeiro desafio: tornar um visitante desconhecido em um contato com o qual você possa começar um relacionamento contínuo depois.

Nesse ponto, é importante permitir que seus potenciais compradores interajam a qualquer momento e canal com a marca, por isso, uma estratégia holística e omnichannel de comunicação é fundamental.

Direcione os incentivos para o sucesso do cliente e não apenas aos negócios fechados. Algumas táticas para incentivar essa ação são:

  • Marketing de conteúdo/Iscas Digitais: apresentar histórias de sucesso, estudos de caso e comparativos de produtos podem auxiliar no engajamento, bem como uso de iscas digitais (como e-books, webinars, etc), auxiliam na conversão desses visitantes.

Encantar

Ofereça uma experiência extraordinária para os seus potenciais clientes, desde o primeiro contato até a conversão e continue depois.

Esse é o momento de maior ênfase, pois é aqui que você consegue atrair, converter e reter clientes ao mesmo tempo.

Umas das principais estratégias para essa etapa é:

  • E-mail marketing: utilizando a nutrição de leads e as ações por e-mail, como newsletter, broadcast de ofertas, etc, as empresas mantêm o relacionamento com o cliente de forma “natural”.

A Evolução do Marketing: Do Funil ao Flywheel

O funil de vendas é, até o momento, a estratégia de Inbound Marketing mais conhecida e aplicada pelas empresas; no entanto, o Flywheel surge nesse cenário como uma forma de superar o alcance do funil tradicional, de forma a tornar o ciclo de vida do consumidor contínuo e sustentável.

A Evolução do Marketing: Do Funil ao Flywheel

Essa é uma forma eficiente de acompanhar os clientes em todas as etapas da jornada de compras, desde o descobrimento da marca, até a compra e, depois, incentivando-os a comprar novos produtos ou contratar novos serviços.

Além disso, o propósito dessa estratégia é coletar dados do cliente que possam ser utilizados em toda a jornada para cativá-los, o que possibilita uma vantagem competitiva para as empresas.

Inbound Marketing e o Flywheel Marketing

O Inbound Marketing é uma estratégia em constante mudança, apesar do que muitos podem imaginar. A nova tendência do Flywheel não apenas mostra como a técnica está evoluindo, como reforça a importância de manter-se atualizado.

Com o Flywheel Marketing, o Inbound Marketing se aproxima ainda mais da área de CS e – consequentemente – muitas mudanças são percebidas, como:

Inbound Marketing e o Flywheel Marketing

Exclusão de um “ponto final” na jornada de compras

Assim como o modelo de micro-momento da jornada de compras proposto pelo Google, a estratégia do Flywheel Marketing não “termina” com a conversão do lead em cliente, como costumamos ver no Funil de Vendas.

Com ele, o Inbound Marketing torna-se um estratégia cíclica, na qual o usuário/cliente está sempre sendo incentivado a conferir novos produtos e serviços, enquanto a empresa possui uma máquina constante de vendas.

Aproximação com CS e estratégias eficazes de fidelização

A estratégia do Flywheel é focada nas etapas de fidelização do cliente, ou seja, o “pós-compra” do funil de vendas tradicional. Portanto, ela sugere que haja uma interação contínua entre empresa e cliente, incentivando-os a comprar novamente.

Basicamente o Marketing Flywheel é muito mais proativo e intencional nas ações de retenção e encantamento dos consumidores do que o funil de vendas tradicional, que procura oferecer uma primeira experiência agradável para que essa retenção seja “orgânica”.

Além da geração de leads

O Flywheel Marketing vai além da geração de leads, concentrando-se em engajá-los e em oferecer uma experiência diferenciada para que, posteriormente, esse cliente volte a conversar com a empresa e possa “repetir” o processo de encantamento.

Ações do Flywheel Marketing

Como você viu ao longo deste artigo, o objetivo do Flywheel é minimizar os atritos e gerar mais “força”, para que a roda continue funcionando de forma eficiente. Algumas ações para isso são:

Automação de Processos

A automação é uma das principais ferramentas do Inbound Marketing e o Flywheel já adere essa solução para tornar os processos mais eficientes e minimizar os riscos de atrito, principalmente no atendimento ao cliente.

Coleta de dados

Em um cenário onde a privacidade do usuário é uma pauta cada vez mais relevante, a constante coleta de informações dos leads no modelo do Flywheel deve tomar alguns cuidados, mas é essencial que seja realizada de forma constante.

Afinal, a coleta de dados permite uma das principais ferramentas de impulsionamento do Flywheel: a personalização da mensagem.

Proporcionar que os clientes tenham autonomia

Quando o usuário tem certo “controle” sobre o que está adquirindo, as possibilidades de atrito diminuem drasticamente.

Ações do Flywheel Marketing

Por isso, além de otimizar os processos para satisfazer as necessidades dos clientes, o Flywheel Marketing busca aumentar a autonomia dos clientes, oferecendo variáveis que vão tornar o ciclo de vida do usuário mais sustentável a longo prazo.

Minimizando Atritos no Flywheel Marketing

Antes mesmo de iniciar uma estratégia com o Flywheel Marketing, é crucial que você identifique e otimize alguns atritos prévios que o seu negócio pode ter, como:

  • falta de clareza sobre a jornada completa da sua persona;
  • problemas de processos em todos os pontos de contato nos estágios do Flywheel;
  • atritos e pontos de fricção ao longo da jornada.

Para isso, existem algumas ações que o seu time pode começar a implementar:

  • Criar plano de “Atrito Zero” para todas as áreas, com o objetivo de diminuir problemas que podem afetar a estratégia futuramente;
  • Criar um modelo de incentivo baseado na satisfação do cliente, como um “Programa de Recompensa” por exemplo;
  • Utilizar uma plataforma integrada de dados para automação e compartilhamento de informações, como a RD Station ou a HubSpot;
  • Desenhar os pontos de atrito e mapear as estratégias para reverter o cenário em que eles acontecem, pensando em melhorar a experiência do cliente através da automação;
  • Definir métricas de sucesso do cliente e impacto na receita.

Geração de Leads no Flywheel Marketing

Um dos grandes objetivos do Inbound Marketing é gerar mais leads, por isso, o funil de vendas foi uma estratégia eficiente por muitos anos.

E esse também é um dos motivos de certo “ceticismo” quanto ao Flywheel. Por ser uma estratégia concentrada na retenção de clientes, muitos profissionais questionam como ela pode impulsionar a geração de leads.

Vale ressaltar que essa é uma estratégia que abrange todas as etapas da jornada de compras, desde a geração de leads, sua nutrição, até o engajamento e a fidelização.

Geração de Leads no Flywheel Marketing

Para que isso possa acontecer corretamente, a HubSpot salienta alguns pontos de atenção que vão garantir que a estratégia funcione em diferentes estágios:

  • Atenção ao CTA: é preciso indicar corretamente para onde o usuário está sendo direcionado, usando verbos no imperativo e dando destaque ao botão/link;
  • Landing Pages: considerar o tamanho do formulário da página, a construção da LP e o assunto que está sendo tratado;
  • Automação: já foi comentado que este é um passo crucial na construção do Flywheel, portanto, construa fluxos de nutrição e automações relevantes e segmentados de acordo com o perfil da audiência.

Essas “dicas” podem parecer óbvias, mas assim como os processos anteriores, elas são fundamentais para diminuir os atritos e garantir que a estratégia seja eficiente em todas as etapas.

Esteja entre os líderes do seu setor!

Acompanhar as mudanças no segmento de Inbound Marketing pode colocar a sua marca na liderança do meio digital, transformando seu negócio em uma verdadeira “máquina de vendas”.

Com o apoio da Agência Mestre, principal referência em Inbound Marketing no Brasil, sua empresa estará sempre à frente da concorrência, utilizando as técnicas mais atuais para ter sucesso na sua estratégia.

Confira como a nossa metodologia exclusiva do Inbound Mestre pode revolucionar seu negócio!

LEIA MAIS

O que é Inbound Marketing? Aprenda tudo que precisa saber sobre essa estratégia

Leia o artigo e aprenda como atrair, converter e encantar clientes com técnicas atualizadas de Inbound Marketing.

Google Shopping: O Que é e Como Funciona?

Alavanque seu e-commerce com Google Shopping! Utilize a principal ferramenta de pesquisa de produtos do Google e conquiste mais clientes. Clique e saiba mais.

5 Ferramentas de Email Marketing Que Mudarão Seu Trabalho

O email marketing é uma estratégia poderosa para conectar-se com a sua audiência e potenciais clientes, mas que necessita de uma ferramenta versátil e fácil de gerenciamento. Separamos neste artigo uma lista das 5 melhores ferramentas de email marketing do mercado. CLIQUE e confira!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?