Ferramentas

Atualização: Bard agora é Gemini!

Por Raquel Pereira

O Bard com Gemini Pro agora está disponível em mais de 230 países - incluindo o Brasil! Veja como utilizar o recurso.

Raquel Pereira

O Google acaba de anunciar a mudança no nome do seu chatbot conversacional de IA; a partir de 8 de fevereiro, o Bard passa a ser oficialmente Gemini.

Tela Inicial Gemini Chatbot

Confira os detalhes:

Apresentando o Gemini 1.5

No dia 15 de fevereiro, poucos dias depois de anunciar a “Era Gemini” e o novo Gemini Advanced, o Google lançou o Gemini 1.5, um modelo da próxima geração que promete desempenho aprimorado e uma compreensão inovadora de contextos longos, com uma janela de contexto padrão de 128.000 tokens.

Gemini 1.5 Pro

Conforme anunciado pela big tech, o primeiro modelo dessa nova geração é o Gemini 1.5 Pro, aprimorado com capacidades para analisar, classificar e resumir grandes quantidades de conteúdo de maneira coesa, desde transcrições de missões espaciais até filmes silenciosos, oferecendo insights profundos e detalhados. 

Apresentando o Gemini 1.5

Esse é, atualmente, o modelo mais avançado do Google em termos de compreensão de comandos, conforme explicado pelo buscador:

“Por meio de uma série de inovações em aprendizado de máquina, aumentamos a capacidade da janela de contexto do 1.5 Pro muito além dos 32.000 tokens originais do Gemini 1.0. Agora podemos executar até 1 milhão de tokens em produção.”

Características do novo Gemini 1.5

Além do processamento, o novo modelo do Gemini possui algumas características únicas que o diferenciam do modelo anterior, o Gemini 1.0 Pro, sendo elas:

  • Arquitetura Inovadora: O Gemini 1.5 utiliza uma nova arquitetura Mixture-of-Experts (MoE), que melhora a eficiência do treinamento e da execução do modelo.
  • Capacidades Multimodais: Além de texto, o Gemini 1.5 Pro pode realizar tarefas de compreensão e raciocínio em vídeos, áudios e códigos, ampliando as possibilidades de aplicação da IA.
  • Desempenho Aprimorado: Em testes, o Gemini 1.5 Pro superou o modelo anterior, 1.0 Pro, em 87% dos benchmarks, mantendo um alto nível de desempenho mesmo com o aumento da janela de contexto.

Basicamente, o novo modelo – que ainda está em teste beta – representa uma nova forma de interagir com a IA, com a capacidade de entender e processar grandes volumes de informação em uma única vez. 

Isso significa que as campanhas podem ser mais relevantes e impactantes do que nunca, com a possibilidade de criar conteúdos que se adaptam não apenas ao que o usuário está interessado no momento, mas também incorporam uma compreensão profunda de suas interações passadas, tudo em tempo real.

Rebranding do Bard: Conheça o Gemini

Conforme anunciado pelo Google, em 8 de fevereiro de 2024, o seu chatbot conversacional de IA não se chamará mais Bard; a partir desta data, o modelo passa a se chamar apenas Gemini – conforme alguns usuários já estavam prevendo.

Além disso, o Gemini também substituirá o “Duet IA” do Google e será integrado aos produtos Workspace e Google Cloud, tornando-se também o novo assistente de IA do buscador, já disponível em dispositivos móveis iOS e Android.

Com as mudanças, o Google denomina esta como a nova “Gemini Era”:

Expectativas do Rebranding do Bard para Gemini

Assim como o Chat Bing passou a ser chamado de “Copilot” pela Microsoft, especialistas americanos anteciparam que o Bard (nome que, internamente, achamos pouco atrativo para o chatbot), poderia sofrer um rebranding e se tornar apenas “Gemini”.

Após a expansão do Bard com Gemini Pro, o criador de aplicativos Android – Dylan Roussel – da EvoWizz, apresentou uma imagem mostrando a mudança:

O Bard pode sofrer um rebranding?

A publicação feita no X contou com diversos comentários de outros usuários apoiando a mudança e mostrando outras “pistas” que já confirmavam a mudança.

Novo Estado do Gemini

Em uma publicação no Blog do Google, o CEO do Google, Sundar Pichai, compartilhou os detalhes sobre essa mudança de Bard para Gemini, explicando que o modelo de IA do Gemini era capaz de suportar não apenas um ou outro produto do buscador, mas toda a rede de produtos com IA:

“[…] o Gemini está evoluindo para ser mais do que apenas uma família de modelos. Ele suporta todo um ecossistema — desde os produtos que bilhões de pessoas usam todos os dias até APIs e plataformas que ajudam desenvolvedores e organizações a inovar.”

Segundo o CEO, como o modelo conversacional do antigo Bard era a “porta de entrada” dos usuários para este universo de inteligência artificial, a big tech identificou a possibilidade de transformá-lo apenas em Gemini, lançando ainda um novo aplicativo mobile para iOS e Android.

Novo Estado do Gemini

Novo Gemini Advanced

O Google também lançou o novo Gemini Advanced — uma nova experiência que lhe dá acesso ao Ultra 1.0, o modelo mais capaz de IA da última geração.

“Com nosso modelo Ultra 1.0, o Gemini Advanced é muito mais capaz em tarefas altamente complexas, como codificação, raciocínio lógico, seguir instruções diferenciadas e colaborar em projetos criativos.”

Essa é uma versão paga do Gemini, que faz parte do plano pago do Google One, e está disponível em mais de 150 países (incluindo o Brasil), inicialmente em inglês, por US$ 19,99 por mês.

Além de acessar outras ferramentas e produtos do Google, como você verá adiante neste artigo, o modelo Advanced também permite que você tenha conversas mais longas com o Gemini, visto que ele entende melhor o contexto e consegue associar com prompts mais antigos.

Alguns exemplos de como o Gemini Advanced pode ser utilizado, segundo o Google, são:

  • como um tutor pessoal: ele é habilitado para dar instruções passo a passo, exemplos de questionários ou discussões personalizadas de acordo com seu estilo de aprendizagem;
  • codificação avançada: ele pode servir como uma “caixa de ressonância” para ideias e ajudando você a avaliar diferentes abordagens de codificação;
  • criatividade da ideia à criação: ele pode auxiliar criadores de conteúdo gerando novas ideias, analisando tendências recentes e debatendo formas melhores de aumentar o seu público.

Levando o Gemini para mais produtos

Além das mudanças no próprio Bard, como foi comentado, o Google também está desenvolvendo o modelo Gemini em outros produtos que – anteriormente – estavam sendo trabalhados “separadamente” pelo buscador.

O Google Workspace e o Google Cloud, até o momento, estavam desenvolvendo o Duet IA – um modelo semelhante ao Copilot da Microsoft – para integrar elementos de IA nos produtos do Google Planilhas, Documentos, Apresentações, etc.

Agora, o Duet AI também se tornará Gemini, com o objetivo de ajudar as empresas e os usuários a elevar sua criatividade e otimizar sua produtividade ao utilizar os recursos de IA. Além disso, consumidores com o plano Google One AI Premium poderão usar o Gemini no Gmail, Documentos, Planilhas, Apresentações e Meet.

Expansão do Bard com Gemini Pro para novos idiomas

O Gemini Pro no antigo Bard foi apresentado em dezembro de 2023, inicialmente apenas nos EUA e com limitação para a língua inglesa.

Expansão do Bard com Gemini Pro para novos idiomas

O Gemini, novo sistema de IA do maior buscador do mundo, proporcionou ao Bard maior compreensão, raciocínio e codificação – o que agradou os usuários e ajudou o chatbot a ganhar mais destaque frente aos concorrentes, como o Claude e o Copilot.

Agora, a partir de 1º de fevereiro, o modelo já está disponível no chatbot do Google em mais de 40 idiomas e 230 países, para que mais usuários possam testar as funcionalidades aprimoradas do Gemini Pro.

Gemini em Comparação com a Concorrência

Em uma avaliação dos sistemas de IA, a Large Model Systems – líder em avaliação dos modelos de linguagem e chatbots em vários idiomas – mostrou que o Bard com Gemini Pro (como era chamado antes da mudança no nome), é o segundo modelo de IA preferido dos usuários, com 3.014 votos.

O modelo, atualmente, só fica atrás do GPT-4 Turbo, utilizado no ChatGPT Plus e Enterprise – mas, a diferença é gritante: foram mais de 30 mil votos para o sistema da OpenAI.

Gemini em Comparação com a Concorrência

No entanto, a grande vantagem do Google nessa corrida é a gratuidade do Bard, visto que o modelo gratuito do ChatGPT da OpenAI (o GPT-3.5), fica em 11º lugar.

O Google ainda comenta que suas avaliações internas também comprovam o alto desempenho da ferramenta:

“Avaliações às cegas com nossos checadores terceirizados identificaram o Bard com Gemini Pro como um dos chatbots com melhor desempenho, em comparação com as principais alternativas gratuitas e pagas.”

Recurso Verificador de Respostas e Gerador de Imagens

O Gemini também está expandindo o recurso de checagem de respostas, que é amplamente utilizado em consultas na língua inglesa, juntamente com a expansão do Gemini Pro.

Então, ao clicar no ícone “G”, o Gemini já pode avaliar se há algum conteúdo na web para fundamentar sua resposta nos novos 40 idiomas disponíveis.

E, pensando em aumentar as possibilidade de uso criativo do chatbot, os usuários já podem utilizar o novo gerador de imagens no Bard na maior parte dos países, mas os comandos devem ser realizados em inglês:

Recurso Verificador de Respostas e Gerador de Imagens(Imagem: Blog do Google Brasil | Reprodução)

Segundo o buscador, os usuários só precisam descrever o que querem ver. Por exemplo, “criar uma imagem de um cachorro surfando em uma prancha”; dessa forma, o Gemini gerará imagens customizadas e abrangentes para ajudar a dar vida à sua ideia.

Como o seu negócio utiliza a IA?

Segundo um estudo realizado pela PwC, em 2023, 72% dos CEOs brasileiros acreditam que a IA será fundamental para o sucesso de seus negócios nos próximos 5 anos. Além disso, a Gartner identificou que 37% das empresas já implementaram a IA em seus processos, e 42% planejam fazê-lo nos próximos 2 anos. (Quem nos ajudou a coletar esses dados foi o Gemini)

Isso significa que mais e mais empresas estão adotando modelos, ferramentas e sistemas de IA para otimizar sua operação – você quer estar entre os profissionais do futuro, ou ficar para trás?

Descubra como utilizar a ferramenta de IA que 59% das empresas no Brasil estão adotando: seja um mestre do ChatGPT!

Aprenda com nosso CEO, Fabio Ricotta, como transformar a ferramenta no seu assistente pessoal de marketing digital e prepare-se para o futuro. Clique aqui e conheça o Mestres do ChatGPT.

LEIA MAIS

O Que Todo Profissional de Mídia Deve Saber Sobre Machine Learning e IA

Neste artigo você vai descobrir o que todo profissional de mídia precisa entender sobre machine learnig e inteligência artificial!

Google Trends: Descubra Tendências de Busca

Saiba o que é e como utilizar o Google Trends, uma ferramenta que irá ajudar você a descobrir novas palavras-chave a serem exploradas. Confira!

SEMrush: O Que é e Como Utilizar Para Aumentar o Tráfego do Seu Site

Saiba quais são as funcionalidades da Semrush, ferramenta muito importante para o SEO e que você precisa começar a usar.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?