Por acaso já aconteceu de você receber uma carta no endereço antigo e, o porteiro do prédio ou o morador atual, informar na correspondência que você se mudou? Isso aconteceu com o nosso CEO, Fábio Ricotta, e ele gravou um vídeo para explicar como essas mudanças também acontecem na WEB. Dê o play no vídeo abaixo para saber mais sobre o assunto:

Muitas vezes no desenvolvimento de um website queremos mudar uma página (URL) de local ou até mesmo trocar o nome dela. Isto é bem simples quando se trata do nível operacional: renomeamos o arquivo ou ainda movemos de diretório simplesmente. Infelizmente não podemos pensar como no nosso computador pessoal. Não basta apenas renomear ou mover o arquivo, você deve editar todas as referências que ele recebe.

Mas como já vimos aqui na Agência Mestre, a referência (link) na web é a base dos algoritmos de rankeamento, e como o Google baseou o Pagerank, sendo assim, pode existir um conjunto grande de páginas que apontam (links) para este seu arquivo ou pasta, os quais não vão saber que o seu arquivo mudou. Assim como estes links, os robôs de busca não saberão que a página foi renomeada ou movida.

Desta forma, necessitamos de um método que indique que a sua página A foi renomeada ou movida para a página B. Este método é chamado de redirecionamento.

Como Funciona o Redirecionamento na Internet?

Imagine que você tem um e-commerce e algum produto seu deixa de existir, como por exemplo: Playstation 2, iPhone 4 e tantos outros. Em algum momento, são produtos que serão descontinuados e você pode redirecionar o usuário para um produto similar, que seja novo. Dessa forma, quem acessar aquela página antiga, será automaticamente redirecionado para um conteúdo atualizado.

Esse processo é bom tanto para o usuário quanto para os mecanismos de busca, que aprenderão que precisam ler o conteúdo atualizado e indexar tal página em seu índice de pesquisa. O redirecionamento de página, normalmente é uma configuração que é realizada no seu servidor ou conjunto que códigos que quando instalados fazem esse processo acontecer de forma automática.

Existem basicamente duas formas de fazer esse processo. A primeira forma, é uma mudança permanente, a qual chamamos de redicionamento 301, ou seja, uma página que foi movida e não voltará mais para a página antiga. Por exemplo, o Playstation 2 foi descontinuado e você não terá mais esse produto. Nesse caso, o correto é fazer um redirecionamento 301.

Outra forma de aplicar o redirecionamento, é quando o conteúdo foi temporariamente movido. Nesse caso, o correto é usar o redirecionamento 302. Por exemplo, imagine que você comercializa os celulares Samsung S6 e S7 e, por um perído de tempo, eles estão fora do seu estoque. Temporariamente, você levará os usuários para outras páginas, mas aquela página antiga, um dia voltará a existir.

Projetos de SEO

Quando falamos em projetos de SEO, o redirecionamento 301 é o mais importante para nós, pois quando fazemos uma migração, por exemplo de um domínio antigo para um domínio novo, ou ainda quando trocamos as URLs do site, precisamos sempre fazer essa troca, através do redirecionamento 301, porque isso diz aos robôs de busca que eles precisam passar toda relevância daquela página antiga para a página atual. Se você não faz isso, é como se você começasse do zero, com páginas totalmente sem relevância junto ao Google.

Como muitas pessoas não conhecem essa informação, é comum vermos sites que migram suas URLs, terem uma queda absurda no tráfego orgânico, perdendo muitas visitas junto ao Google, por simplesmente não aplicarem o redirecionamento 301 da forma correta.

Vale ressaltar que este tema é um dos mais perguntados em nosso Curso de SEO, sendo que a maioria das pessoas já sofreu com algum problema de migração não realizada da forma correta. Então fica aqui o ponto de alerta para este conteúdo ser bem lido e entendido por você.

Nós separamos para você, os códigos que são mais utilizados na hora de fazer todo esse processo!

Vimos algum tempo atrás, uma explicação sobre os mais variados códigos de redirecionamento que podemos enviar ao navegador do usuário e na explicação, vimos que o código 301 indica que a sua página foi “movida permanentemente”, ou seja, ela foi renomeada ou movida para um novo local de forma definitiva.

Vejamos abaixo a aplicação do redirecionamento para as linguagens PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails:

Redirecionamento 301 com PHP

<?
Header( “HTTP/1.1 301 Moved Permanently” );
Header( “Location: http://www.meusite.com.br” );
?>

Redirecionamento 301 com ASP

<%@ Language=VBScript %>
<%
‘ Permanent redirection
Response.Status = “301 Moved Permanently”
Response.AddHeader “Location”, “http://www.meusite.com.br/”
Response.End
%>

Redirecionamento 301 com ASP .NET

<script runat=”server”>
private void Page_Load(object sender, System.EventArgs e)
{
Response.Status = “301 Moved Permanently”;
Response.AddHeader(“Location”,”http://www.meusite.com.br”);
}
</script>

Redirecionamento 301 com JSP (JAVA)

<%
response.setStatus(301);
response.setHeader( “Location”, “http://www.meusite.com.br/” );
response.setHeader( “Connection”, “close” );
%>

Redirecionamento 301 com Coldfusion

<.cfheader statuscode=”301″ statustext=”Moved permanently”>
<.cfheader name=”Location” value=”http://www.meusite.com.br”>

Redirecionamento 301 com CGI(Perl)

$q = new CGI;
print $q->redirect(“http://www.meusite.com.br/”);

Redirecionamento 301 com Ruby on Rails

def old_action
headers[“Status”] = “301 Moved Permanently”
redirect_to “http://www.meusite.com.br/”
end

Redirecionamento 301 no WordPress

Escrevemos aqui no blog um artigo com algumas opções de plugins para você efetuar um redirecionamento 301 no WordPress.

Redirecionamento 301 com .htaccess

redirect 301 /antigo/arquivo_antigo.htm http://www.seusite.com.br/aquivo_novo.htm

.htaccess – Redirecionando um domínio antigo para um novo

Algumas vezes precisamos mudar o nosso domínio e não queremos perder nenhum link antigo, nenhum visitante que acesse o site antigo ou o principal, não perdermos Pagerank. Então, necessitamos redirecionar todos os cliques do domínio antigo para o novo.

Para redirecionar todos os arquivos e pastas do seu antigo domínio para o seu novo domínio siga corretamente a seguinte regra:

Options +FollowSymLinks
RewriteEngine on
RewriteRule (.*) http://www.novosite.com.br/$1 [R=301,L]

Troque o “www.novosite.com.br” no código acima pelo novo nome do seu domínio.

O arquivo .htaccess deve ser inserido no arquivo raiz do seu antigo domínio, ou seja, onde está localizado o seu arquivo index.

Observação: Este método de redirecionamento irá apenas funcionar em servidores Apache com o módulo Mod_rewrite habilitado. Para habilitá-lo siga as instruções deste link.

Redirecionamento para inserir o WWW no início do seu domínio

A falta de uso deste código de redirecionamento implica na divisão da autoridade do seu website, pois uma série de links pode apontar para http://seusite.com.br e outros links podem apontar para http://www.seusite.com.br. Outro problema gerado é o conteúdo duplicado, pois em ambas as URLs você consegue acessar o mesmo conteúdo.

Para prevenir estes dois problemas, você pode utilizar o código abaixo em seu arquivo .htaccess:

Options +FollowSymlinks
RewriteEngine on
rewritecond %{http_host} ^seusite.com.br [NC]
rewriterule ^(.*)$ http://www.seusite.com.br/$1 [r=301,NC]

Troque o “www.novosite.com.br” no código acima pelo novo nome do seu domínio.

O arquivo .htaccess deve ser inserido no arquivo raiz do seu antigo domínio, ou seja, onde está localizado o seu arquivo index.
Observação: Este método de redirecionamento irá apenas funcionar em servidores Apache com o módulo Mod_rewrite habilitado. Para habilitá-lo siga as instruções deste link.

Verificação do seu redirecionamento

A fase mais importante do redirecionamento é o teste do mesmo. Mas como fazer isto?

Existem várias ferramentas na web que podem lhe devolver o código de redirecionamento, mas eu sugiro a nossa ferramenta HTTP Header Checker, que faz uma análise bem simples e objetiva do seu redirecionamento. Não esqueçam de testar!

Continue Aprendendo…

A recomendação é que além de entender como funciona o redirecionamento 301, que você continue estudando SEO. Como o tema é bem denso, sugiro que você assista o vídeo abaixo: