Redes Sociais

Instagram: Relatório de Previsões de Tendências para 2023

Por Raquel Pereira

Veja quais são as principais tendências de conteúdo para o Instagram no próximo ano, de acordo com o segmento da sua empresa.

Raquel Pereira

O Instagram publicou o “The 2023 Instagram Trend Report” (Relatório de Tendências do Instagram em 2023), um guia baseado em dados de uso da plataforma para identificar tendências culturais e sociais.

O relatório foi desenvolvido em parceria com a WGSN, em outubro de 2022, com base em uma pesquisa abrangente sobre os usuários da Geração Z no Instagram. Confira as principais tendências:

Tópicos abordados

O relatório aborda a opinião dos usuários mais jovens da rede social sobre uma diversidade de assuntos, que incluem: moda, beleza, justiça social, comida, música, web, finanças e até namoro.

No entanto, o foco principal para os criadores de conteúdo está na seção “Comunidade e Participação”, com destaque para a diversificação da criação de conteúdo.

De acordo com o estudo, mais de 40% dos usuários esperam ver seus influenciadores preferidos investindo em novos formatos de conteúdo on-line, como podcasts, por exemplo. Além disso, após muitos anos de relações totalmente digitais, a nova geração está empolgada com os eventos presenciais.

Quase um terço desses usuários espera ansiosamente por experiências pessoais, como encontros de criadores de conteúdo e convenções onde possam assistir palestras e encontrar seus influenciadores preferidos.

Slow Fashion e Sustentabilidade na Moda

Mais da metade da geração Z pretende fazer suas próprias roupas em 2023. Esse movimento está muito associado a uma das pautas mais importantes para essa geração, o meio ambiente e a sustentabilidade.

Proporcionalmente às preocupações com as mudanças climáticas, a procura por Do It Yourself (DIY ou “Faça Você Mesmo”) nas redes sociais vem crescendo, principalmente como rota de fuga do consumo em massa das fast-fashions.

Outro ponto importante a ser considerado nesse ramo é a autenticidade da geração Z. Além de buscar economizar em suas peças, os usuários dizem buscar formas criativas de customizar suas roupas para que se adequem a um item que gostariam, mas está fora de seus orçamentos.

A preferência por marcas relacionadas com causas sociais

Mais do que qualquer outra geração, os Zs são fortemente influenciados pelas causas sociais as quais apoiam. Conhecidos como “a geração ativista”, 70% dos adolescentes entrevistados que ainda não estão em idade para votar buscam mostrar suas intenções político-sociais através das compras.

Outros estudos mostram que a maioria dos jovens da geração Z deixam ou deixariam de comprar de uma marca que não estivesse alinhada com seus valores pessoais e/ou mentisse sobre esses valores.

Mostrar com transparência os processos da marca é uma das melhores formas de convencer e fidelizar os jovens dessa geração à sua marca.

Mudanças Climáticas e Cuidados Pessoais

A princípio, esses dois tópicos podem parecer totalmente desconexos. No entanto, dois em cada três jovens da geração Z planejam comprar produtos de skincare (cuidados com a pele), para se proteger de doenças que podem ser causadas pela exposição ao sol e condições climáticas extremas.

Ainda no tópico de beleza, a maioria dos usuários afirma usar maquiagem mais como uma forma de expressão da sua própria personalidade, do que para acompanhar algum “padrão de beleza”. É possível notar essa tendência pela crescente busca por tutoriais de maquiagem nas redes sociais.

Influenciadores virtuais vs Inspirações reais

Tendências de beleza e moda geradas por inteligência artificial já são realidade. Mais da metade dos entrevistados afirmam que planejam obter inspirações de avatares digitais ou influenciadores em 2023.

67% deles acreditam, inclusive, que os avatares do Metaverso devem refletir melhor as diferenças de corpos, tons de pele e roupas nos próximos anos. Essa geração está disposta a expressar sua individualidade em espaços digitais.

Uso das redes sociais como geração de renda

Em 2023, quase dois terços dos entrevistados pretendem utilizar as redes sociais para ganhar dinheiro através da geração de conteúdo e colaboração com outras marcas. Cerca de 64% deles pretendem monetizar seus projetos no próximo ano.

Para as empresas e personalidades digitais relacionadas ao universo financeiro, essa será a oportunidade para atrair um público mais jovem, visto que 85% estão interessados em aprender uma nova habilidade em 2023 e um em cada quatro adolescentes pretendem aprender mais sobre finanças.

A culinária como porta de entrada de novas culturas

Os criadores de conteúdo culinário devem se atentar em conhecer novos pratos de outras culturas. Apesar dos vídeos de “receitas práticas” serem considerados muito úteis, o que realmente instiga o interesse dessa geração são os vídeos de culinária internacional.

68% dos usuários entrevistados afirmam que gostariam de experimentar comidas de outras culturas após assistir a um vídeo sobre o preparo. Para os restaurantes, essa é uma forma de despertar o interesse através dos gatilhos de curiosidade e escassez.

Aprenda a criar conteúdos para as suas redes sociais

Conhecer as tendências para o próximo ano é o primeiro passo para aumentar o engajamento com a sua marca, entendendo o que os usuários esperam encontrar.

Agora, está na hora de você aprender como fazer marketing de conteúdo para redes sociais!

LEIA MAIS

Como Criar uma Fanpage: Guia para Criar Página no Facebook

Veja como criar uma página no Facebook, confira as dicas que não podem ser ignoradas e torne a sua empresa visível nessa rede social!

Top 8 Erros Comuns em FanPages

Você sabe quais são os erros mais comuns ao criar uma fanpage? Dê uma olhada neste artigo e confira algumas dicas que vão ajudá-lo(a) a identificar erros e melhorar suas estratégias!

Como Fazer um Instagram de Sucesso e Ganhar Seguidores

Saiba os passos necessários para construir um perfil voltado para negócios e aprenda a se destacar em uma das redes sociais que mais cresce na atualidade.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?