Muitos conceitos quando são popularizados entre mais pessoas ou introduzidos em outros lugares acabam passando por modificações. É exatamente sobre isso que se trata o lançamento passariano: uma adaptação da fórmula estadunidense, inventada por um brasileiro.

Lançamento Passariano

Aqui nesse post você irá entender:

  • Quem criou o lançamento passariano;
  • O que é um lançamento passariano;
  • Como fazer um lançamento passariano.

Quem criou o lançamento passariano?

O criador do lançamento passariano é Luiz Passari, que conheceu a Fórmula de Lançamento por meio do grupo Mastermind Platinum, de Érico Rocha — responsável por introduzir os conceitos aqui no Brasil. A metodologia, portanto, leva esse nomenclatura em homenagem ao seu sobrenome.

Depois de faturar mais de R$2 milhões com seu curso on-line de língua japonesa, Passari precisou realizar uma viagem e os gastos que não estavam previstos fizeram com que ele olhasse novamente para suas aulas e encontrasse uma nova forma de lançá-lo. Assim, ele poderia suprir esses custos de forma mais rápida.

O que é um lançamento passariano?

Luiz Passari resolveu olhar para uma lista de leads que estava aquecida depois que fez o lançamento interno. Como uma forma de diminuir os custos de uma nova divulgação, ele pegou essa base de quem que já havia demonstrado interesse em comprar o curso, mas que acabou não se inscrevendo.

Ou seja: essas pessoas já reconheciam a sua autoridade e compreendiam a importância de aprender japonês com ele. Se não fizeram a aquisição no momento, pode ter sido por esquecimento, perda de prazo, indisponibilidade ou mesmo falta de dinheiro.

Então, a estratégia usada no lançamento passariano tem como objetivo voltar a entrar em contato com essa lista de e-mails para oferecer, mais uma vez, o curso. E o resultado foi surpreendente: o seu ROI (Retorno sobre Investimento) deu um salto de 2,7 para 34.

Como fazer um lançamento passariano?

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que esse método não exclui a necessidade de passar por outros tipos de lançamento primeiro, como é o caso do interno ou mesmo do semente. Para fazer o passariano, é preciso já ter toda estrutura e uma base forte, certo?

Existem várias formas de aplicar essa modalidade, mas, em geral, utiliza-se os recursos:

  • promoções exclusivas para essa lista;
  • ofertas de bônus, como e-books, planilhas, apresentações no PPT, etc.

O que achou sobre o lançamento passariano, criado por um brasileiro? Para se manter atualizado sobre o assunto, continue lendo o blog da Mestre!