Olá leitor do blog da Mestre! Tudo bem? Hoje o Fabio Ricotta vai responder uma pergunta que ele recebeu no Instagram: “como começar como afiliado?”. Essa é uma dúvida frequente pois as pessoas estão em busca de ganhar dinheiro na internet e principalmente querem saber como ganhar dinheiro na crise.

Se esse é o seu caso, confira neste artigo e dê os primeiros passos!

O que é um afiliado?

A primeira coisa que você precisa entender é o que é um afiliado. Bem, a resposta é simples! É quando você faz uma indicação ou recomendação de compra sobre um produto ou serviço. Se alguém realiza a compra por meio de sua indicação, você recebe uma comissão.

Isso não é uma ideia nova! Há muito tempo lojas físicas dão desconto para pessoas que trazem novos clientes. Mas, no mundo da internet, os grandes sistemas de afiliados começaram com as lojas virtuais.

Isso é feito por meio de links, que podem ser compartilhados pelo afiliado nas redes sociais. A partir do momento que alguém faz a compra pelo seu link, você é recompensado.

Atualmente, existem diversos sistemas que auxiliam nesse processo de remuneração de uma compra. Um dos mais conhecidos no Brasil é a Hotmart. Essa empresa — além de ser uma plataforma de compra e venda de produtos digitais — é um sistema pronto para recompensar afiliados por suas indicações. Mas é claro, o dono do infoproduto precisa permitir esse sistema.

Por exemplo, o Ricotta possui os cursos de SEO da Mestre Academy. Ele pode utilizar esse sistema para que pessoas indiquem o material e gerem vendas.

E quanto o afiliado ganha com uma compra realizada? Depende do percentual, ou comissão, acordada pelo dono do treinamento.

A dica do Fabio para escolher um infoproduto é selecionar um material que você próprio tenha consumido e gostado. Assim, vai ter mais autoridade para indicar e falar sobre o produto.

Modelos de trabalho com indicação

Existem dois modelos para se trabalhar com afiliados. Veja quais são e as diferenças de cada um:

  • árbitro — esse modelo de afiliado é aquele que não aparece. O que isso quer dizer? Significa que a pessoa que indica não identifica seu nome. Ela pode fazer um site para indicar um produto, por exemplo, mas não usará seu perfil próprio. Isso é chamado de arbitramento de conexão, e é muito comum com páginas de conteúdo otimizadas na internet, como blogs;
  • autoridade — este modelo de trabalho acontece quando o afiliado tem uma reputação e aparece recomendando um produto ou serviço. Um exemplo disso são influenciadores da internet que utilizam produtos e indicam para sua audiência, geralmente, por meio das redes sociais.

Como começar?

Para começar o seu trabalho como afiliado você pode escolher entre os dois modelos dependendo do seu momento e influência na web. Quanto ao que será indicado, a dica do Ricotta é começar por infoprodutos.

Crie seu cadastro na Hotmart, e confira a lista de produtos disponíveis. Talvez você até já tenha comprado algum dos cursos. Se teve um boa experiência, pode escolher essa opção e solicitar a aprovação do produtor para se tornar um afiliado.

Ao ser aceito, você vai receber um link, que deverá divulgar para que suas vendas sejam contabilizadas. Assim, pode publicá-lo e enviar em e-mails, YouTube, Instagram, blog, Facebook, entre outros.

Não esqueça, escolha produtos que te transformaram e que realmente trouxeram conhecimentos e conteúdo a sua vivência. Pois, se você constantemente recomendar produtos ruins, sua audiência vai deixar de confiar em você!

Caso tenha uma agência digital, também pode usar a sua influência para indicar produtos para clientes, prospects, colaboradores, parceiros, pessoas que seguem sua agência, etc.

A Mestre, por exemplo, usa o Runrun.it para gestão de projetos, e poderia, possivelmente, indicar o produto para outras pessoas ou empresas por meio de um link de afiliado.

Então, segundo o Ricotta, começar como afiliado tem muito mais a ver com os produtos que te transformaram e que você pode indicar, do que os modelos de trabalho “árbitro” ou “autoridade”.

Dá para ter carreira como afiliado?

Tem gente que vive e constrói uma carreira bem sólida como afiliado, principalmente influenciadores da web. Você pode seguir esse mesmo caminho, porém, a dica do Ricotta é que depois de adquirir experiência com essa área, você se torne também um infoprodutor.

Se tem uma audiência e conhecimento, considere criar um produto para ajudar as pessoas com a sua transformação. Assim, os ganhos que você pode ter são muito maiores do que quando você é um afiliado!

Gostou das dicas? Então, continue acompanhando o blog da Mestre para mais artigos de qualidade sobre marketing digital!