Google Search Console: Rich Snippets e Aparência no Resultado de Busca

Google Search Console: Rich Snippets e Aparência

Certamente você já viu um resultado de busca no Google onde pelo menos 1 site apresentou, pelo menos, 1 desses visuais diferentes em sua snippet, não é? Seja o campo de busca, as estrelas de review/avaliação, preços de produtos ou várias outras possibilidades.

Ao passo que nem todas podem ser geradas simplesmente alterando código no site, àquelas que dependem de nós devem ter a nossa ação. Como sempre, o Google vem para ajudar.

Search Appearance / Aspecto de Pesquisa

Google Search Console: Dados Estruturados

Este é o primeiro conjunto de relatórios no novo Google Search Console, e ao acessar o primeiro relatório, Dados Estruturados (Structured Data), ou você verá um gráfico já reportando quantos itens o Google encontrou (e quantos eventualmente tem erros), ou verá um vídeo e algumas informações que são orientações iniciais sobre este assunto.

No caso de já existirem as marcações de dados estruturados, abaixo do gráfico estarão listados os tipos encontrados e, de cada um, quantos foram encontrados e quantos apresentam erros. Clicando em cada item listado você obtém mais detalhes, inclusive sobre qual o erro encontrado. Aí basta corrigir.

Se o seu site não usa as marcações de dados estruturados que podem gerar as rich snippets, como são chamados os resultados com visual diferente ou melhorado (“enriquecido”), esta é uma atividade que você deve planejar e iniciar o quanto antes.

Para começar, você pode seguir 2 caminhos:

  1. Partir para o schema.org e aprender tudo que é aplicável ao seu site; ou
  2. Usar o segundo item desse conjunto de relatórios: Marcador de dados (Data Highlighter).

Minha recomendação é você seguir o primeiro caminho: aprenda sobre a marcação com o Schema.org, acompanhe as novidades e mantenha o seu site atualizado. O Marcador de dados do Google também funciona, mas a cada mudança no seu site você precisaria voltar à ferramenta desmarcar e remarcar tudo de novo.

Aplicando as marcações diretamente no código HTML das páginas do site, você cuida de tudo de uma vez só. E quando for para trocar o visual do site, basta levar as marcações para o novo modelo e o Google vai simplesmente manter as informações. É mais prático, acredite.

E para que esse trabalho todo?

Pois esses resultados com o visual diferenciado tem uma grande chance de atrair o clique do usuário, de forma que ele até ignora os outros ao redor.

Avançando nos relatórios, você vai encontrar o Melhorias de HTML (HTML Improvements), com o qual o Google te avisa caso encontre problemas, especialmente, com título ou meta description. Se você tem trabalhado já com título otimizado para as páginas e aplica os quesitos de SEO na meta description, certamente vai encontrar este relatório em branco.

Se algo estiver fora do lugar, como título ou description curta demais, longa demais ou duplicada entre páginas, o Google vai te mostrar exatamente aí.

O último item é o “Links para o site” (Sitelinks) – não confunda com backlinks, pois esses links para o site são chamados de Sitelinks por nós, profissionais da área, embora a tradução do Google tenha trazido o termo para a Língua Portuguesa, a expressão escolhida pode causar confusão para quem não está bem ambientado.

Neste último menu você vai encontrar os sitelinks que o Google exibe para o seu site, se por acaso ele exibe algum. Ter os sitelinks exibidos como rich snippets não depende de marcação de código na página, depende mesmo de ter um site muito bem construído e relevante para os usuários.

No caso de você ter sitelinks listados e não gostar de algum, você pode solicitar a remoção na própria página.

Mais Google Search Console

Espero que a explicação tenha ficado clara com este artigo, mas, literalmente, ver os relatórios em ação deixa tudo mais claro. Se quiser conferir vídeos sobre cada um desses relatórios do Search Console, a Academia de Marketing Digital explora cada um desses e muitos outros no módulo de SEO. Clique aqui para saber mais.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

9 Comentários para “Google Search Console: Rich Snippets e Aparência no Resultado de Busca”

  1. Web Designer Demétrios

    Heron,
    Surgiu uma dúvida: Quando a gente tem um site já indexado perfeitamente e exclui e re-enviar o sitemap o google apaga o a indexação para indexar do zero?

    Pergunto isso pq eu fiz isso e acho que o Google a apagou a indexação para começar tudo outra vez.

    Se isto for assim mesmo, pode ser interessante utilizar para atualizar o cache do google mais rápidas, já que quando temos uma página indexada e alteramos a mesma leva quase 1 mês pro google atualizar o cache !

    Responder
  2. ecommerceacademy

    Frank, tem algum plugin de WP que faça essa marcação rich snippets?

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>