Tráfego Pago

TikTok Testa Assinaturas “Sem Anúncios” fora dos EUA

Por Raquel Pereira

Descubra porque o TikTok pretende lançar uma assinatura paga para remover anúncios e prepare sua estratégia de tráfego pago.

Raquel Pereira

Conforme confirmado pela rede social ao portal TechCrunch, o TikTok começou a testar um modelo de assinaturas para remover anúncios na plataforma.

Assim como a Meta anunciou uma medida semelhante nos países da União Europeia, pensando nas novas regulamentações que estão sendo discutidas, a rede das “dancinhas” está iniciando os testes em “um único mercado de língua inglesa fora dos EUA”.

Confira os detalhes sobre essa novidade:

Assinaturas do TikTok para remover anúncios

Conforme publicado no dia 2 de outubro, a ByteDance – empresa detentora do TikTok – começou a testar um novo modelo de assinatura paga para remover totalmente a veiculação de anúncios no TikTok e oferecer uma experiência personalizada para o usuário.

(Imagem: Android Authority | Reprodução)

A princípio, os testes não haviam sido confirmados. Mas, na mesma data, a empresa respondeu ao portal TechCrunch informando que os testes do produto estão sendo realizados em “um único mercado de língua inglesa fora dos EUA”, sem mais detalhes sobre a localização dos testes.

Como vão funcionar as assinaturas do TikTok para remover anúncios?

Segundo compartilhado pelo portal, o modelo de assinaturas parece semelhante ao anunciado pela Meta em setembro, como uma medida para adequar sua operação aos novos limites de privacidade do usuário impostos pelas regulamentações na União Europeia.

No entanto, o maior diferencial da assinatura do TikTok é a capacidade de restrição dos anúncios; basicamente, a assinatura pretende cobrir apenas de anúncios veiculados pelo TikTok Ads, o que não afetaria as campanhas de marketing de influenciadores na rede social – formato mais utilizado atualmente pelas marcas.

Quanto vai custar a assinatura do TikTok e quais as previsões para as demais regiões?

Conforme compartilhado pelo TikTok, as assinaturas terão o valor de US$ 4,99, começando a ser testadas em um único mercado que ainda não foi divulgado.

Ao anunciar a possibilidade do TikTok lançar o novo modelo de assinaturas, o portal Android Authority divulgou um relatório que indicava a possibilidade dos testes iniciais acontecerem nos Estados Unidos, o que foi contestado pelo TikTok ao TechCrunch:

“A TikTok confirmou ao TechCrunch que está testando este produto, mas apenas em um único mercado de língua inglesa fora dos EUA. Ele contestou o relatório da Autoridade Android que dizia que estava vindo para os EUA, já que testes em pequena escala não indicam que o lançamento de um produto é inevitável.”

A princípio, não há informações sobre a possibilidade de uma expansão do produto para os demais países ou mesmo registros sobre outras funcionalidades adicionais da assinatura.

Se não quiser perder nenhuma atualização sobre essa novidade, clique aqui e faça parte do nosso Canal no Telegram! Lá, nós informamos sempre que sai um conteúdo novo no nosso blog.

Por que o TikTok está investindo nesse modelo de assinaturas para remoção de anúncios?

Segundo o TechCrunch, a receita com publicidade é a principal fonte de lucro do TikTok atualmente, o que justifica a insistência da rede social em desacelerar estratégias que pudessem diminuir essa receita.

No entanto, um relatório recente da empresa de pesquisa de mercado Cowen mostrou que 60% dos usuários e compradores consideram o TikTok como sua plataforma favorita de conteúdos curtos.

Além disso, a ByteDance teve participação em 11% dos gastos de agências de marketing de grandes empresas, como Pepsi, DoorDash, Amazon e Apple, apenas em novembro do último ano, segundo compartilhado pelo Standard Media Index.

O que significa que, mesmo com uma grande participação de mercado e crescimento contínuo de publicidade, a parcela de usuários “pagantes” pode ser relevante e – até mesmo – superior à receita com mídia.

Está procurando ajuda para começar uma estratégia de mídia no TikTok? A Agência Mestre pode te ajudar! Clique aqui e descubra como.

Como essa mudança impacta a sua estratégia de tráfego orgânico?

“Perder” uma parcela dos potenciais usuários pode ser um problema para as estratégias de tráfego pago. Afinal, quanto maior a entrega e a taxa de visualizações dos seus anúncios, maior a probabilidade de conversão.

No entanto, olhando pelo lado do copo “meio cheio”, essa possibilidade de restringir os anúncios pode tornar a parcela de usuários que visualizam suas campanhas mais engajada e interessante no que diz respeito às conversões.

Para os gestores de tráfego, essa pode ser a oportunidade perfeita para refinar ainda mais suas segmentações e alcançar leads mais qualificados com seus anúncios. Quer descobrir como?

Conheça nosso serviço personalizado da Mídia Mestre e veja como a Agência Mestre pode te ajudar a conquistar mais resultados, investindo em canais de tráfego eficientes e estratégicos para alcançar o seu público ideal.

LEIA MAIS

Como Anunciar no Google: Passo a Passo Completo do Google Ads

Através do Google Ads você poderá atingir seu público alvo em cheio, utilizando a rede de pesquisa ou a rede de display. Confira nossas dicas sobre como anunciar no Google e comece a ter sucesso em suas campanhas!

Otimização de Campanhas de AdWords – Grandes e Pequenos Investimentos

Métricas básicas, dicas para estruturação de campanha, otimização de campanha de AdWords e dicas extras de conteúdos e ferramentas. Tudo para você aprender a ter uma campanha eficiente no Google AdWords, seja com pequeno ou grande investimento. Confira!

Google Ads: 16 Dicas Para Criar Campanhas de Sucesso

Acesse o artigo e saiba as principais dicas para campanhas no Google Ads, uma ferramenta poderosa para conquistar leads e conversões.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?