SEO

Google Atualiza Documentação sobre Snippets de Resultados de Pesquisa

Por Raquel Pereira

Veja como a mudança na documentação de Snippets de Resultados de Pesquisa pode impactar sua estratégia de dados estruturados.

Raquel Pereira

Segundo a atualização mais recente da documentação de snippets do Google:

“Os snippets são criados automaticamente com base no conteúdo da página.”

Entenda como essa atualização impacta sua estratégia de SEO e a utilização de dados estruturados:

O que são Snippets dos Resultados de Pesquisa?

Conforme explicado pelo próprio Google, os snippets de resultados de pesquisa são seções com descrições ou resumos de consultas realizadas no Google, que aparecem em destaque nas SERPs e outras propriedades do buscador, como o Google Notícias.

Exemplo de Snippet de Pesquisa

Na página de Controle dos Snippets dos Resultados de Pesquisa da Central de Pesquisa do Google, o buscador explica que podem ser utilizados diferentes tipos de informações descritivas para determinar o conteúdo dessas marcações, como trechos da meta description da página, o próprio conteúdo e marcações em dados estruturados.

Atualização da Documentação sobre Snippets nos Resultados de Pesquisa: Como os snippets são criados?

Apesar da seção ainda não ter sido atualizada nos demais idiomas, a página da Central da Pesquisa Google em inglês apresentou, no dia 5 de janeiro, uma atualização sobre a fonte primária de dados para a construção dos snippets:

Atualização da Documentação de Snippets do Google

“Esclarecendo a fonte primária dos snippets
O quê: esclarecemos em nossa documentação sobre snippets que a fonte principal do snippet é o próprio conteúdo da página.

Por quê: o texto anterior implicava incorretamente que os dados estruturados e o elemento HTML de meta descrição são as fontes primárias de snippets.”

O buscador explica que “esclareceu na documentação sobre snippets que a fonte principal do snippet é o próprio conteúdo da página”. Segundo foi publicado, a documentação anterior apresentava incorretamente informações que incluíam os dados estruturados e a meta description como fontes primárias de conteúdo para esses resultados.

Conforme foi esclarecido, apenas o conteúdo da página pode ser considerado como fonte primária de informações para a construção de snippets nos resultados de pesquisa. Com a atualização, a página agora contém o seguinte trecho:

“Os snippets são criados automaticamente com base no conteúdo da página. Eles são desenvolvidos para enfatizar e exibir o conteúdo da página que melhor se relaciona à pesquisa específica do usuário. Isso significa que a Pesquisa Google talvez mostre snippets diferentes em cada pesquisa.”

Por enquanto, a página em português ainda não removeu as informações sobre as demais fontes secundárias, mas a página em língua inglesa já excluiu totalmente essas opções.

Como essa mudança impacta sua estratégia de SEO?

Anteriormente, o especialista em SEO da Seek, Jean-Christophe Chouinard, publicou um artigo explicando como os profissionais poderiam utilizar elementos de HTML e dados estruturados para rankear suas páginas em resultados de snippets (você pode conferir todas as estratégias clicando aqui).

No entanto, com a mudança, essas técnicas podem se tornar obsoletas caso a documentação do buscador seja atualizada para todos os idiomas.

Com as mudanças da Experiência Generativa de Pesquisa e as atualizações para atender às novas necessidades de privacidade dos usuários, a experiência e o conteúdo são – mais do que nunca – essenciais para continuar conquistando bons resultados em SEO.

Na Agência Mestre, nosso time de especialistas está sempre atualizando suas estratégias para atender às mudanças do mercado e garantir resultados para os nossos clientes. Descubra como uma estratégia desenvolvida por uma Agência de SEO pode beneficiar o seu negócio!

LEIA MAIS

O que é SEO? Confira O Guia do Search Engine Optimization

Confira, no artigo, o que é SEO, quais são suas características e técnicas, e descubra por que ele é tão vantajoso para empresas que querem ter destaque online.

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

Redirecionamento 301: Guia Completo – PHP, .htaccess, WordPress e Python

Você quer saber como configurar o redirecionamento 301 no seu site? Veja como e mantenha sua relevância no Google!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?