Tráfego Pago

Google Ads: Rede de Display vs Rede de Pesquisa

Por Rafaela Thimoteo

Leia o artigo para entender as principais diferenças entre Rede de Display e Rede de Pesquisa e saiba como funcionam esses anúncios do Google Ads.

Rafaela Thimoteo

Você já utiliza o Google Ads para alavancar o seu negócio no digital? Não? Pois deveria! Isso porque essa ferramenta é essencial e uma das mais importantes quando falamos de marketing digital. Investir nos anúncios de mídia paga é uma forma de conseguir resultados com mais rapidez, mas para isso é preciso criar campanhas com muita inteligência. 

No artigo de hoje, trouxemos dicas sobre as principais diferenças entre os tipos de anúncio do Google e como você pode tirar o melhor de cada um deles na estratégia de marketing de sua empresa. Acompanhe:

  • o que é Google Ads;
  • a diferença entre as redes no Ads;
  • como funciona a rede de pesquisa;
  • como funciona a rede de display.

O que é Google Ads?

O Google Ads é uma ferramenta lançada em 2000 e é a plataforma de anúncios do buscador mais famoso do mundo, o Google. Atualmente, ela lidera o mercado de mídia on-line, com possibilidade de anunciar no YouTube, Gmail, Play Store, Pesquisa e Display. 

Possivelmente, você já deve ter se deparado com um anúncio ao assistir um vídeo no YouTube, certo? Ou, ao ler um artigo de blog, com um banner no site. Essas são formas práticas para atrair consumidores e despertar o interesse para produtos e serviços dos anunciantes. 

Basicamente, ao investir no Google Ads, (principalmente no tipo de anúncio de Rede de Pesquisa), ele passa a exibir anúncios em forma de links patrocinados para as pessoas que realizam alguma busca no Google relacionada às palavras-chave que você paga nas campanhas para a sua marca aparecer nos resultados. 

Geralmente, esses links patrocinados são os resultados que aparecem no topo da primeira página de resultados do Google quando alguém pesquisa algo. Mas ao contrário de um resultado orgânico, os links aparecem com um pequeno aviso que diz “Anúncio”, para mostrar para o usuário que aquele resultado foi pago para estar ali. 

É como se você pagasse para colocar sua empresa em um outdoor, divulgando seu produto ou serviço. Mas a principal vantagem do Google Ads é que a sua empresa vai aparecer diretamente para quem está procurando algo relacionado a sua solução. Diferentemente de um outdoor que está lá para qualquer pessoa, até mesmo as que não se interessam pelo seu produto.

Além disso, o Google Ads permite muitos benefícios para os anunciantes, como:

  • possibilidade da sua empresa ser encontrada com mais facilmente pelo público;
  • flexibilidade nos anúncios;
  • mensuração de resultados;
  • ajuda a construir o reconhecimento de marca.

Diferença entre as rede de pesquisa e rede de display no Google Ads

Agora que já deu para entender um pouco mais sobre Google Ads, é importante saber o que é Rede de Display e Rede de Pesquisa, que são formatos de anúncios no Google, as diferenças entre ambas e o que elas têm em comum. 

A similaridade entre elas é que, além de pertencerem a mesma plataforma, quando utilizadas de maneira errada podem prejudicar a performance dos seus anúncios e não atingir bons resultados. 

Mas então como cada uma delas atua? Veja abaixo as funcionalidades das redes:

Como funciona a Rede de Pesquisa?

Na Rede de Pesquisa, você tem a oportunidade de aparecer junto aos resultados tradicionais do buscador. Ou seja, toda vez que alguém pesquisa algo no Google, essa pessoa vê uma lista de resultados e, juntamente dela, encontram-se alguns anúncios, os quais pertencem à Rede de Pesquisa.

A grande vantagem da pesquisa, é que quando um usuário entra no Google, normalmente, ele tem uma intenção de busca, ou seja, uma necessidade. Como os anúncios aparecem exatamente para as pessoas que digitam aquilo que querem, o índice de conversão tende a ser realmente muito bom.

Como a maioria das pessoas pesquisa algo no Google antes de realizar a compra, por meio da Rede de Pesquisa você consegue promover uma campanha na qual seleciona a palavra-chave que vai acionar o anúncio.

Por exemplo, se você possui um e-commerce de produtos para animais de estimação, pode escolher palavras-chave como “coleiras”, “ração para cachorro”, “ração para gato”, “gaiolas”, entre outras. Assim, os seus anúncios são exibidos somente quando alguém inserir essas frases no mecanismo de busca.

Dependendo da qualidade do seu anúncio e de quanto você investiu nele, muitas pessoas podem conhecer sua loja assim e realizar alguma conversão no seu site.

Veja: Como Anunciar no Google — Passo a Passo Completo do Google Ads!

Como decidir qual palavra-chave usar?

Tenha muita atenção ao criar campanhas no Google Ads, pois não adianta escolher palavras que você acha que vão trazer resultado. É extremamente necessário fazer antes uma pesquisa para levantar quais têm mais intenção de busca e quais trariam mais oportunidades para o seu negócio. 

Afinal, ao escolher uma palavra-chave bem segmentada e com intenção de compra, as chances de conversão são maiores.

Para realizar essa pesquisa, você pode usar diversas ferramentas como SEMrush, Google Trends ou o Google Keyword. Esta última mostra:

  • as palavras-chave que as pessoas mais inserem no Google em relação a um assunto específico;
  • quais palavras-chave custam mais “por clique”;
  • e o tamanho da concorrência, ou seja, quantas outras empresas também estão pagando para aparecer usando a mesma palavra-chave.

É importante lembrar que o custo das palavras-chave tende a indicar quais delas são mais rentáveis. O Google Ads usa um sistema de leilão em que o preço dos anúncios sobe dependendo de quem está disposto a pagar mais por elas.

Outro detalhe é que nem sempre uma palavra que tenha um custo por clique mais baixo é a mais indicada. Isso porque às vezes, um termo que custa mais consegue atingir um público que está mais pronto para realizar a compra (fundo de funil), enquanto que a mais barata atinge pessoas que ainda estão na fase de descoberta (topo de funil) e não estão interessadas em fazer a compra no momento.

Neste cenário, vale a pena investir mais para ter mais vendas, do que investir um pouco menos e não gerar venda nenhuma.

Como funciona a Rede de Display?

Já a Rede de Display conta com mais de 2 milhões de sites, com os quais o Google tem parceria através da rede do AdSense ou de terceiros. O Google AdSense é uma maneira de os editores ganharem dinheiro com conteúdo on-line. Ele relaciona anúncios ao seu site com base nos visitantes e no conteúdo disponível. 

Os anúncios são criados e pagos pelos anunciantes que querem promover produtos. No Youtube, por exemplo, quando você assiste um anúncio ao invés de pular após os cinco segundos, uma parte do valor que o anunciante investiu vai para o AdSense do canal.

Esses sites permitem que o Google Ads vincule anúncios dentro de blocos específicos. Dessa forma, você, como um anunciante, estabelece que o seu banner será vinculado na Rede de Display. 

Essa é a grande vantagem: espalhar seu conteúdo, ou seja, a sua mensagem para toda web!

Normalmente, o Display tende a converter menos que a Rede de Pesquisa, uma vez que por meio dele, nem sempre as pessoas estão interessadas naquilo que é oferecido em anúncio. Mais ou menos como o exemplo anterior do outdoor. 

Para aumentar sua taxa de conversão, indicamos que esse formato seja utilizado em suas campanhas de remarketing. Pois, dessa forma, você irá impactar novamente, pessoas que já visitaram algum conteúdo seu, ou aquelas que estiverem próximas de realizar uma conversão. 

Existem também os casos de campanhas de branding, que funcionam muito bem com a Rede de Display, porque possibilita uma visibilidade muito maior para o seu negócio.

Quer saber mais detalhes sobre o Google Ads e os tipos de anúncio? Então não deixe de assistir o vídeo que o CEO da Agência Mestre, Fabio Ricotta, fez sobre o tema:

Quer vender mais com links patrocinados e Google Ads? Entre em contato com a Agência Mestre!

LEIA MAIS

Listas Negativas e Interesses Negativos no Facebook Ads

Você já ouviu falar das listas negativas e dos interesses nativos do Facebook Ads? Muito parecidos com as palavras-chave negativas do Google AdWords, elas são potentes ferramentas para segmentação de anúncios. Clique e saiba mais!

Melhor Horário Para Anunciar no Google ou Facebook

Qual é o melhor horário para anunciar no Google ou Facebook Ads? Descubra no artigo!

Google Ads: 15 Dicas Para Criar Campanhas de Sucesso

Aprenda a criar uma campanha de sucesso no Google Ads. Confira neste artigo, 15 dicas que farão total diferença na hora de criar seus anúncios no Google.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?