Tráfego Pago

Microsoft Advertising: Migração Para Anúncios Responsivos de Pesquisa

Por Raquel Pereira

Entenda o que é anúncio RSA e prepare-se para migrar seus anúncios de texto expandidos para o formato atual dos buscadores.

Raquel Pereira

Em abril deste ano, a Microsoft Advertising anunciou sua decisão de migrar anúncios de texto expandidos para anúncios de pesquisa responsivos (Responsive Search Ads ou RSAs). Agora, o prazo para essa migração é até o final do mês de agosto.

A Microsoft afirma que está descontinuando o modelo de anúncios de texto expandido para focar na maximização do desempenho dos anunciantes:

“Nossa visão de focar nos RSAs como plataforma foi bem recebida porque os anunciantes que adotaram os RSAs no Microsoft Advertising tiveram um aumento médio de cliques de 17% e taxas de conversão de 11%.”

O que são anúncios responsivos?

Os anúncios responsivos são uma forma de publicidade online que se adapta automaticamente a diferentes formatos e tamanhos de tela, permitindo que os anunciantes alcancem uma audiência mais ampla em várias plataformas.

No caso específico da Microsoft, eles anunciaram o formato de anúncio de pesquisa responsivo (Responsive Search Ads – RSA). Com os RSA, os anunciantes fornecem várias opções de título e descrição para seus anúncios, e o sistema inteligente da Microsoft exibe automaticamente combinações diferentes desses elementos com base no contexto da pesquisa e no comportamento do usuário.

O que são anúncios RSAs?

Os RSAs são modelos de anúncios de pesquisa responsivos que servem para veicular a mensagem certa no momento certo. Eles oferecem uma experiência de anúncio flexível que exibe conteúdo mais personalizado para sua audiência e adaptam seus anúncios de texto para corresponder ao que alguém está procurando quando pesquisa por algo no Bing.


De acordo com a Microsoft, esses anúncios podem ajudar a reduzir operações volumosas e economizar tempo, pois eles oferecem até 15 títulos e quatro descrições, proporcionando mais de 40.000 possíveis variações de anúncios.

Além disso, eles fornecem mais eficiência na avaliação de anúncios por meio de testes A/B e determinam automaticamente qual conteúdo criativo funciona melhor com diferentes consultas.

Descontinuação dos anúncios de texto expandidos

Devido aos pedidos dos anunciantes, a Microsoft prorrogou o prazo para a suspensão dos anúncios de texto expandidos, que acontecerá no dia 29 de agosto deste ano. Esta será a segunda onda de migrações deste tipo de anúncio, sendo que a primeira onda foi para o Google Ads em 30 de junho.

A Microsoft explica que, a partir do dia 29, os RSAs serão o único tipo de anúncio de pesquisa que poderão ser criados ou editados em campanhas de pesquisa padrão e os anúncios de texto existentes continuarão a ser veiculados, mas não terão suporte para criação ou edição.

Pontos-chave dos Anúncios Responsivos

Esses anúncios responsivos oferecem diversas oportunidades de otimização para os anunciantes e possuem alguns pontos em comum – independentemente do formato. São eles:

1. Flexibilidade

Os anúncios responsivos permitem que você forneça várias opções de título e descrição para o seu anúncio. Isso permite que o sistema selecione automaticamente a combinação mais relevante para cada consulta de pesquisa.

2. Otimização contínua

Com o tempo, o sistema aprende quais combinações de títulos e descrições funcionam melhor com base nas interações dos usuários. Ele otimiza automaticamente as exibições para melhorar o desempenho do anúncio.

3. Maior alcance

Ao se adaptar a diferentes formatos de tela e tamanhos, os anúncios responsivos podem ser exibidos em dispositivos móveis, tablets e desktops, alcançando uma audiência mais ampla.

4. Personalização

Com os RSA, é possível fornecer até 15 opções de títulos e até quatro opções de descrição. Isso permite que o sistema personalize os anúncios de acordo com a consulta do usuário, aumentando a relevância e a probabilidade de cliques.

5. Testes A/B simplificados

Os anúncios responsivos facilitam a realização de testes A/B, já que o sistema pode testar várias combinações automaticamente e identificar as melhores opções com base no desempenho.

É importante destacar que cada plataforma de publicidade pode ter suas próprias características e configurações específicas para anúncios responsivos. Portanto, é recomendável explorar a documentação e as diretrizes fornecidas pela plataforma em que você pretende veicular os anúncios.

Como se preparar para a migração?

Pensando que os anunciantes poderiam enfrentar certas dificuldades para realizar corretamente a migração de suas campanhas, a Microsoft compartilhou algumas dicas para ajudá-los:

  • verifique se há, pelo menos, um anúncio do tipo RSA em todas as suas campanhas: isso ajudará a preencher as lacunas e melhora o desempenho da IA;
  • utilize suas campanhas RSAs do Google para espelhar as informações: a Microsoft aconselha que os anunciantes importem do Google os grupos de anúncios para facilitar a migração;
  • aproveite o conteúdo de melhor desempenho: utilize as copies dos anúncios de texto já existentes e que tiveram melhor performance para gerar mais inteligência aos mecanismos de automação;
  • implemente os recursos disponíveis: utilize personalizadores de anúncios, contagens regressivas, inserções de palavras-chave dinâmicas e inserções de local para uma personalização ainda mais dinâmica em seus RSAs;
  • acompanhe os relatórios de desempenho de RSA: eles são fundamentais para que você otimize seus RSAs atuais analisando a força do ativo, combinação e outros detalhes;

Maximize suas campanhas

Além de se preparar para as mudanças, é importante saber como as campanhas RSAs podem ajudar seu negócio a ganhar destaque nos buscadores.

Os anúncios de pesquisa responsivos estão no centro das atenções quando falamos de campanhas de pesquisa, então se você não investia nesse modelo antes, é hora de começar a correr atrás.

Procure criar 11 a 15 títulos e use uma combinação de títulos curtos e longos para maximizar a contagem de caracteres em todos os dispositivos. Também aposte na criatividade e evite linguagem repetitiva ou textos prontos.

Por fim, utilize a tag Universal Event Tracking (UET) em seu site, com o acompanhamento de conversões ativado, para fornecer sinais de otimização mais fortes para o algoritmo RSA. Os anúncios RSAs fazem parte das novas práticas dos buscadores de oferecer experiências mais completas aos usuários, por isso, conhecer e adaptar-se a esse futuro é fundamental para que sua empresa continue vendendo seus produtos e serviços online.

Novidades sobre Tráfego Pago

Conte com uma agência de Tráfego Pago de Alta Performance!

Todos os dias, milhões de pessoas realizam pesquisas online sobre os mais diversos temas! Por isso, estar presente no digital não é mais um opção; é uma necessidade. Entendemos que, talvez, você não tenha tempo para aprender a utilizar corretamente as plataformas de anúncios, afinal existem diversos canais diferentes.

É para auxiliar o seu negócio que a Agência Mestre existe! Somos uma agência de tráfego pago de alta performance e ajudamos você a se concentrar no seu negócio enquanto fazemos toda a operação funcionar por aqui. Conheça nossos serviços de Tráfego Pago!

LEIA MAIS

Listas Negativas e Interesses Negativos no Facebook Ads

Você já ouviu falar das listas negativas e dos interesses nativos do Facebook Ads? Muito parecidos com as palavras-chave negativas do Google AdWords, elas são potentes ferramentas para segmentação de anúncios. Clique e saiba mais!

Google Ads: 16 Dicas Para Criar Campanhas de Sucesso

Acesse o artigo e saiba as principais dicas para campanhas no Google Ads, uma ferramenta poderosa para conquistar leads e conversões.

Como Anunciar no Google: Passo a Passo Completo do Google Ads

Através do Google Ads você poderá atingir seu público alvo em cheio, utilizando a rede de pesquisa ou a rede de display. Confira nossas dicas sobre como anunciar no Google e comece a ter sucesso em suas campanhas!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?