Spam de Pesquisa Interna em Sites WordPress: Alerta Para Custos de Tempo e Recursos

Por Raquel Pereira

SEO

Spam de Pesquisa Interna em Sites WordPress: Alerta Para Custos de Tempo e Recursos

Saiba como você pode proteger o seu site contra possíveis ataques de spam de pesquisa interna, evitando gastos de tempo e recursos.

Raquel Pereira

A Yoast fez uma pesquisa e determinou que, ao longo do último ano, os ataques de spam de SEO cresceram em larga escala, principalmente em sites WordPress, direcionados à pesquisa interna dos sites.

Apesar desse tipo de ataque não impactar diretamente a otimização do seu site, eles acabam gerando custos desnecessários, tanto em vista do tempo quanto de recursos. O seu site pode ser atingido e, muitas vezes, você nem saberá disso. Veja qual é a opinião dos especialistas da Yoast sobre o assunto.

O que é “SEO Negativo”?

De acordo com a Yoast, os profissionais de SEO se dividem sobre a proposta de existência de um SEO “negativo e positivo”. Partindo dessa perspectiva, enquanto alguns sites trabalham com foco em otimizar suas páginas e utilizam estratégias comprovadas para melhorar seu posicionamento, podem existir marcas que procuram prejudicar a visibilidade de outros sites.

O Google afirma que a maioria dos sites não precisa se preocupar com isso, no entanto, há muitas pessoas que estão ativamente atacando outros sites por meio da pesquisa interna.

Como os “spammers” podem utilizar a pesquisa interna do seu site?

A maioria dos sites WordPress têm o recurso de pesquisa interna, que podem ser acessados pelas URLs “seusite.com/?s=example” ou “seusite.com/search/example/”.

O que muitos “spammers” fazem é inserir alguma palavra-chave nessas URLs e exibir o resultado como se fosse uma página de resultado de pesquisa do seu site. Ou seja, qualquer pessoa pode escrever um anúncio de produtos ou serviços ilícitos, como “https://yoast.com/?s=buy my fake rolex watch from www.example.com”, e “criar” uma página em seu site que apresente seu “anúncio”.

Fonte: Yoast SEO Blog

O spammer também pode escrever scripts e software para gerar solicitações de URLs como essa em escala, atingindo diversos sites de uma vez, ou exibir esse tipo de URL em locais como contas de análise e logs do servidor.

Essa prática, além de causar aborrecimento, pode impactar negativamente o seu projeto de SEO, uma vez que, se o Google identificar esse tipo de problema, pode banir o seu site dos resultados de busca.

Links de pesquisa internos com spam

Os especialistas da Yoast afirmam que comprometer o SEO do seu site é exatamente o objetivo dessas práticas, por isso, é muito provável que essas pessoas tenham uma rede prontamente disponível de sites de spam de baixa qualidade.

Para eles, o objetivo não é que seus sites se classifiquem nos resultados de busca, apenas que seus links falsos sejam rastreados. Uma vez que o Google identifica e começa a rastrear essas páginas, os problemas começam a aparecer.

Além desses links chegarem a usuários reais do seu site, fazendo com que você perca a credibilidade e autoridade na internet, quando gerados em massa, esses links comprometem a capacidade do Google em rastrear suas verdadeiras páginas.

Fonte: Yoast SEO Blog

Outro ponto importante é que essas páginas podem aparecer nos seus relatórios, como na imagem acima, e acaba “disfarçando” os problemas reais que seu site pode ter com SEO, pois a quantidade de informações falsas faz com que esses dados passem despercebidos, tanto por você quanto pelo Google.

Quais são os possíveis impactos?

Alguns dos principais problemas citados pela Yoast são:

  • caso não seja realizada uma análise de SEO para reparar esses problemas rapidamente, as páginas falsas podem ser rastreadas, indexadas e classificadas, causando danos à marca;
  • como essas páginas são muito linkadas (pelos spammers), o Google pode entender que se trata de um conteúdo que merece ser indexado, por isso, é preciso garantir que os arquivos robot.txt do seu site impedem o rastreamento de todas as páginas que resultam de pesquisas internas;
  • caso não seja definida uma tag noindex para essas páginas, elas poderão aparecer nos seus relatórios do Google Search Console em “rastreados, mas não indexados”, e ocultar problemas reais das suas páginas.

Alguns “spammers” mais experientes podem ir mais fundo, explorando as URLs que indicam a paginação dos resultados de pesquisa (?page/5/?s=example) ou versões do feed RSS desses resultados (/search/[spam]/feed/rss2/).

Alguns sites maiores (que costumam ser alvo desse tipo de ataque), utilizam o sistema de segurança da Cloudflare, uma rede de entrega de conteúdo, desempenho e plataforma de segurança.

Com os recursos da Cloudflare, as páginas do seu site são monitoradas e enviadas automaticamente para o IndexNow, e, como as páginas spam “parecem” com páginas do seu site, elas são enviadas também. Ou seja, essa é outra ferramenta que poderá ser impactada pelos ataques e os recursos serão desperdiçados.

Como evitar esse problema?

Com o Yoast SEO, a tag noindex é aplicada automaticamente à sua página de resultados de pesquisa, o que mantém esses URLs fora do Google. Dessa forma, mesmo que você veja esse tipo de dado no Google Search Console, isso não afetará seu SEO.

Um novo recurso de “limpeza de rastreamento” também permite que a Yoast identifique e elimine essas páginas do seu site, fazendo com que o Google e outros buscadores e ferramentas que você utilize não sejam “gastos” rastreando essas páginas.

Além disso, outros recursos de segurança impedem que seu site receba outros tipos de ataques. Esses ajustes acabam “fechando a porta” que os spammers usariam para atingir o seu site.

Confira mais sobre a ferramenta da Yoast e suas funcionalidades conferindo nosso artigo completo.

Faça parte da nossa Lista VIP e receba toda semana as principais novidades sobre Marketing Digital. Participe também do grupo da Agência Mestre no Telegram e receba novidades na palma da sua mão!

LEIA MAIS

O que é SEO? Como Fazer Seu Site Crescer no Google!

Quer entender o que é SEO? Aprender como esta técnica pode ajudar o seu negócio/website a crescer o número de visitas? Criamos este guia para ajudar você hoje mesmo! CLIQUE e confira os detalhes neste artigo!

Redirecionamento 301 em PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails

Você quer saber como configurar o redirecionamento 301 no seu site? Veja como e mantenha sua relevância no Google!

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?