Google My Business Para Empresas de Delivery

Por Raquel Pereira

Marketing Digital

Google My Business Para Empresas de Delivery

Atualizações nas diretrizes do Google My Business agora permitem perfis comerciais para empresas “apenas delivery”. Veja o que muda.

Raquel Pereira

As novas atualizações das diretrizes da plataforma permitem que marcas de alimentos exclusivamente delivery tenham perfis comerciais do Google.

A atualização foi anunciada no início do mês de maio e as alterações foram implementadas na página de “diretrizes para redes, departamentos e profissionais individuais”.

O que são empresas de alimentos “apenas delivery”?

O conceito de “dark kitchen” (que pode ser traduzido como “cozinha escura” ou “cozinha secreta”), teve grande adesão dos empreendedores do ramo alimentício, principalmente após a pandemia.

Apesar de existirem modelos de negócio similares, as dark kitchens ficaram populares quando, no primeiro semestre de 2020, todos os bares e restaurantes tiveram que operar apenas em modelo delivery.

Nesse período, os gastos com pedidos de comida via aplicativos cresceram 103% em relação aos anos anteriores, de acordo com a pesquisa realizada pela Mobills. Ou seja, estava aí uma oportunidade de vender comida sem precisar de um espaço para atender aos clientes.

No modelo de “cozinha secreta”, a pessoa interessada em montar um negócio no ramo alimentício aluga ou compra um local para operar sua cozinha, mas não atende ao público no local, realizando apenas entregas e, em poucos casos, retirada do pedido no local.

Alimentos virtuais

Além do sucesso das “dark kitchens”, o crescente consumo de comida via delivery abriu margem para a criação de empresas de “alimentos virtuais”, mas que de “virtuais” têm apenas o nome.

Uma das marcas americanas mais populares desse segmento é a MrBeast Burgers, criada pelo youtuber e filantropo Jimmy Donaldson. A marca não possui restaurantes próprios, no entanto, o criador da marca tem parceria com diversos restaurantes que fazem a distribuição do hambúrguer.

No caso do MrBreats Burgers, o pedido só pode ser feito pelo aplicativo da marca ou pelos principais aplicativos de comida delivery, ou seja, diversas “dark kitchens” americanas podem vender o produto, já que a marca não possui um local de atendimento ao público.

Diretrizes para marcas de alimentos virtuais

Pensando em oferecer a melhor experiência ao usuário, o Google determinou algumas diretrizes na inclusão desses novos modelos de negócio. Até o momento, não há condições para as empresas de alimentos virtuais, mas, para as dark kitchens os critérios são:

Marcas que oferecem retirada no local:

  • as marcas de alimentos que estão localizadas no mesmo local devem ter sinalização separada permanente. Eles devem exibir seu endereço apenas se oferecerem retirada para todos os clientes;
  • marcas somente para entrega (opção sem retirada) de cozinhas compartilhadas devem ocultar seu endereço e adicionar áreas de serviço a essa marca específica para evitar confundir seus clientes.

Ou seja, assim como o MrBreats vende seus hambúrgueres em diversas “dark kitchens”, essas cozinhas podem vender produtos de diversas outras marcas de alimentos virtuais (inclusive, marcas próprias). Por isso, marcas que oferecem a opção de retirada deverão ter uma sinalização para que seja possível exibir o endereço.

Marcas de comida apenas delivery:

  • marcas somente para entrega são permitidas se tiverem embalagens de marca distintas e um site distinto;
  • várias marcas virtuais operando em um local são permitidas, mas estão sujeitas a etapas de verificação adicionais;
  • as marcas somente para entrega devem adicionar suas áreas de serviço e ocultar o endereço em seu perfil comercial para evitar confundir seus clientes;
  • em caso de parceria entre marca de alimento virtual e a dark kitchen responsável pela distribuição, a cozinha poderá gerenciar o perfil da marca de alimentos mediante autorização;
  • a instalação que abriga as marcas somente para entrega, ou seja, Dark Kitchens, pode ter seu próprio perfil de negócios separado. Somente alguém responsável pela instalação pode reivindicar e verificar este perfil.

Quais os impactos dessas atualizações?

Com essa permissão, as marcas dessas categorias terão a possibilidade de aparecer para os resultados de pesquisas local e também no Google Maps, mesmo que o endereço da empresa não seja habilitado para retirada.

Nesse período, os gastos com pedidos de comida via aplicativos cresceram 103% em relação aos anos anteriores, de acordo com a pesquisa realizada pela Mobills. Ou seja, estava aí uma oportunidade de vender comida sem precisar de um espaço para atender aos clientes.

Fonte: Blog Search Engine Land

Dessa forma, as empresas poderão levar suas marcas ao conhecimento de mais pessoas através do tráfego orgânico, além de aproveitar estratégias de SEO para rankear melhor no Google.

Por enquanto, a função para marcas de alimentos virtuais não está disponível no Brasil, sendo permitidos apenas perfis para as dark kitchens na categoria de “empresa que atende no local do cliente.”

Até o momento, as empresas podem apenas habilitar a opção “Fazer pedido” em seus perfis do Google My Business.

Mais sobre Marketing Digital

LEIA MAIS

O Que é Inbound Marketing: Guia Definitivo e Completo

O Inbound Marketing é hoje uma das melhores estratégias de Marketing Digital do mercado. Saiba como essa metodologia funciona e como você pode aplicar isso em seu negócio agora mesmo.

5 Ferramentas de Email Marketing Que Mudarão Seu Trabalho

O email marketing é uma estratégia poderosa para conectar-se com a sua audiência e potenciais clientes, mas que necessita de uma ferramenta versátil e fácil de gerenciamento. Separamos neste artigo uma lista das 5 melhores ferramentas de email marketing do mercado. CLIQUE e confira!

Como Fazer E-mail Marketing e Não SPAM

Veja como utilizar o e-mail marketing como uma estratégia para aumentar a fidelidade dos visitantes e as conversões do seu site!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?