As estratégias de remarketing e retargeting podem trazer inúmeros benefícios ao seu negócio, se bem aplicadas. Por serem parecidas, são constantemente confundidas, podendo prejudicar o que seria uma ótima tática.

Sabendo disso, o Blog da Mestre trouxe este assunto, com informações valiosas, para que você consiga, de uma vez, alavancar as suas vendas e desenvolver o seu negócio por meio de ações do Marketing Digital. Confira!

Remarketing e Retargeting — como aplicar na prática?

Antes de mais nada, você sabe qual o conceito e a diferença entre remarketing e retargeting? Se você já foi “perseguido” por banners de anúncios depois de pesquisar algum produto ou serviço em um site, saiba que isso é o que chamamos de remarketing.

Agora, se recebe anúncios voltados a seus interesses ou sites que acessa, de maneira segmentada, você está no meio de uma estratégia de retargeting.

Conhecendo o remarketing

A base do remarketing é aumentar a conversão, ou seja, vendas. De acordo com o Google AdWords, 97% dos visitantes de um e-commerce não convertem na primeira visita. Portanto, reengajar pessoas que estejam interessadas é necessário para criar uma presença de marca e, posteriormente, fazer com que elas comprem.

O público da estratégia do remarketing já são leads e, muitas vezes, clientes. Para ficar mais fácil a compreensão, pense na seguinte situação: uma pessoa acessa um site de produtos para esquiar. Ela entra na categoria de patins e se interessa por um. Consequentemente, adiciona ao carrinho de compras, mas abandona a compra antes de finalizá-la.

Mais tarde, ao checar seus e-mails, percebe que um e-mail marketing dos patins foi enviado a ela, convidando-a para concluir a compra. Esse é o remarketing!

Assim, anúncios em diferentes sites e e-mails continuarão aparecendo até que a compra seja efetuada. A intenção é fazer com que as pessoas caminhem no funil de vendas da marca.

Principais vantagens

Você aprendeu até aqui que a estratégia de remarketing pretende aumentar as visitas de um site para conversão, certo? Porém, mais do que isso, essa prática pode trazer outros benefícios ao seu negócio, como:

Engajamento do público

É necessário encontrar formas de interação com clientes interessados. Por isso, engajá-lo com e-mails e anúncios em diferentes meios, aumenta as chances dele retornar ao site, além de mantê-lo ativo.

Percepção de marca

Se o seu consumidor efetuou determinada compra, mas nunca mais interagiu com a marca, é necessário fazer com que ele retorne todas as etapas do funil — primeiro ao topo — para, assim, voltar a se interessar pela sua marca.

Caso ele volte a fazer negócios com você, significa que sua experiência foi boa e, possivelmente, tornou-se fiel à marca.

Afinal, o que é retargeting?

Já a estratégia de retargeting consiste em uma sequência de anúncios para um público que interage com determinada marca. Funciona mais ou menos assim: um visitante acessa um e-commerce de bolsas femininas. O site, por sua vez, instala um cookie no navegador do usuário — para isso o site deve estar corretamente configurado — e assim, consegue coletar os seus dados.

Durante a visita, uma categoria das bolsas foi acessada, mas não houve efetuação de compra. Com o retargeting é possível encontrar esse visitante depois, pois o cookie foi acionado. Plataformas como o Google AdWords e o Facebook Ads sabem exatamente qual anúncio deverá mostrar de acordo com o que o visitante revelou interesse na página.

Principais vantagens

O retargeting também traz benefícios para quem o pratica, entre eles:

Conversão de vendas

Ações utilizando landing pages são ótimas estratégias para reimpactar usuários interessados, pois as chances de conversões se tornam reais, uma vez que a pessoa já tem em mente a intenção de compra.

Segmentação de público

Com o cookie corretamente instalado, a sua empresa consegue ter real noção de quem seria o público-alvo e, assim, criar estratégias de Marketing Digital assertivas para o seu negócio.

Percepção de marca

Com uma marca ativa na internet, o usuário consegue construir a ideia de branding e passa a cogitar a possibilidade de compra, uma vez que percebe como ela é ativa no meio digital.

Usando o remarketing e retargeting na prática

Para usar remarketing e retargeting de maneira efetiva e proporcionar um retorno satisfatório ao seu negócio use táticas de:

  • rede de display — sites parceiros oferecem um espaço dentro de suas páginas para divulgação de banners de anúncios;
  • e-mail marketing — sequência de e-mails até a efetuação da compra do abandono de carrinho;
  • social media — o Facebook e o Instagram podem ser aliados ao seu negócio disponibilizando anúncios de compra na plataforma.

Adicione ainda para estratégias de remarketing:

  • rede de pesquisa — anúncios exibidos na página de resultados do Google (Maps, Imagens e Shopping) e parceiros de pesquisa;
  • promoções — oportunidades como liquidações, descontos, entre outros, são ótimas maneiras de engajar.

Gostou de saber algumas informações importantes sobre esse tema bastante comentado na Mídia Digital? Se curtiu esse conteúdo do Blog da Mestre compartilhe com sua rede de amigos e deixe seu comentário logo abaixo!