O que é BrowseRank?

O BrowseRank é uma métrica para classificação de páginas que, ao contrário do Pagerank, não utiliza os links de entrada das páginas como parâmetro, mas sim o comportamento dos usuários nas páginas. Essa métrica foi desenvolvida por engenheiros da Microsoft e tem como finalidade definir a relevância das páginas de uma maneira mais burocrática, uma vez que levaria em consideração os dados de milhões de usuários ao redor do mundo.

Como o BrowseRank é Calculado?

Os dados levados em consideração para a análise do comportamento do usuário são as páginas acessadas, o momento em que elas foram acessadas e como o usuário chegou em cada página. A partir desses dados é montado um grafo do comportamento geral dos usuários, da seguinte maneira:

grafo de navegação

O grafo representa o processo de navegação do usuário pelas páginas e é utilizado para o cálculo da importância de cada uma delas. Quanto maior o tempo e o número de visitas dos usuários em uma determinada página, maior a possibilidade de que ela seja importante.

Vale lembrar que embora o BrowseRank leve em consideração os acessos a uma determinada página para estipular se ela é relevante ou não, o algoritmo não é um simples contador de visitas pois, dessa maneira, seria bastante simples burlar a classificação (bastaria um sistema que realizasse um determinado número de acessos a URL que se deseja classificar).

Para perder o aspecto de um contador de entradas, o algoritmo utiliza o modelo de tempo contínuo de Markov para simular uma caminhada aleatória pelas páginas do grafo montado a partir dos dados dos usuários e assim coletar as páginas que seriam mais relevantes. Você pode conferir mais detalhes desse processo no estudo original da microsoft sobre o BrowseRank.

Recentemente, a Microsoft lançou um estudo sobre a framework Markov e sua importância na computação. Nesse estudo os pesquisadores da Microsoft citam que é possível melhorar o sistema de anti-spam para o BrowseRank através dessa mesma framework, associando a média de tempo dos usuários pela forma que os mesmos chegaram a cada página ao algoritmo já utilizado.

Nesse estudo os pesquisadores fazem alusão ao BrowseRank plus, que utilizaria essas melhorias. Ou seja, na primeira versão do BrowseRank existe somente uma média de tempo geral, independente da maneira como os usuários chegaram as páginas. Já o BrowseRank plus utiliza várias médias de tempo, uma para cada site de entrada.

O BrowseRank é Eficiente?

Há quem diga que o BrowseRank  é mais eficiente quando comparado com o PageRank por ser mais difícil de ser manipulado através de spams. Entretanto, essa é uma afirmação controversa, pois as redes sociais podem influenciar os resultados obtidos através do BrowseRank.

Embora as redes sociais sejam sites que tenham muito acesso por parte dos usuários, boa parte de seu conteúdo não é relevante para a grande maioria.

Abaixo, segue uma tabela dos top 20 sites segundo os algoritmos: PageRank, TrustRank, BrowseRank e BrowseRank plus:

tabela top 20 sites por algoritmo de classificação

Como é possível perceber, entre os principais resultados do BrowseRank e BrowseRank plus estão várias redes sociais como Orkut, Facebook e MySpace que, embora sejam sites muito utilizados, não apresentam páginas de grande relevância quanto o assunto é conteúdo.

Embora os parâmetros utilizados pelo PageRank e BrowseRank sejam diferentes, os links para o PageRank e o comportamento do usuário para o BrowseRank, ambos se baseiam no fato de que as pessoas ainda são melhores para selecionar o que é mais ou menos relevante do que as máquinas.

É fato que nenhuma das duas métricas é perfeita, mas vale a pena estar ciente dos estudos realizados nessa área e acompanhar o desenvolvimento dessas métricas.

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

10 Comentários para “O que é BrowseRank?”

  1. Marcelo Pereto

    Olá Fabiane,

    Muito bem explicado.
    Sempre achei que a quantidade de páginas visitadas e o tempo médio dentro de um site deveria ter um peso maior.
    Hoje vejo sites (blogs) que apenas redirecionam e assim conseguem excelentes classificações.
    Conheço um blog que cada post é composto de 1 foto + 2 linhas de texto e um link redirecionando para o post original em outro blog. Ele têm mais de meio milhão de acesso por mês e está aos olhos do google muito bem.
    Com toda essa mudança na internet, principalmente com as redes sociais precisamos de uma métrica nova urgente.
    Grande abraço e parabéns mais uma vez.
    Marcelo Pereto

    Responder
    • Fabiane Lima

      Obrigada, Marcelo Pereto
      Acredita-se que os novos browsers da Microsoft já fazem essa coleta de dados. Entretanto, os estudos dessa métrica foram realizados em 2008 e 2009, ou seja, essa idéia não é nova.

      Responder
  2. Jocimar Costa

    A ideia é interessante, mais a eficiencia é duvidosa já que nem os browsers da Microsoft funcionam direito.

    Responder
  3. Zé da Silva

    Po … e eu estava pensando neste último final de semana justamente isso: Por que não usam o comportamento dos visitantes para fazer um rank estilo PR … ? :)

    Pensei … pensei … e vi que se fizessem isso teriam empresas especializadas em clicar em links, hehehe. :)

    Abraços !

    Responder
    • Fabiane Lima

      Exatamente para evitar a influência de “spam de cliques” que foi utilizado o modelo de Markov na análise do comportamento dos usuários.

      Responder
  4. Alvimar

    Olá,Fábio bom dia!Post Interessante!No meu Chrome a imagem da lista dos 20 nao abriu!Fui no Opera e abriu!Mas como abre todas as imagens normalmente no Chrome, achei estranho. Valeu!

    Responder
  5. Bruno

    Olá fabiane.

    Muito obm artigo sempre tive uma certa curiosidade de saber como os outros buscadores classificavam as paginas o famoso Pagerank. Mas na questão ao numero de acessos seria interessante levar em conta esse acessos, mas como vocÊ mesmo disse (bastaria um sistema que realizasse um determinado número de acessos a URL que se deseja classificar).Bom vamos ver como a microsoft irá tratar isso, afinal ela está correndo atrás do Google e fazer o sistema dela ficar + famoso que o PR, nossa irá levar muito, muito tempo e talvez nem consigam essa façanha.

    Abraços,
    Bruno

    Responder
    • Fabiane Lima

      Olá, Bruno

      Obrigada, em primeiro lugar.
      Bom, mesmo que a Microsoft tenha desenvolvido o BrowseRank, não quer dizer que ela utilize somente essa métrica para classificar os resultados – da mesma maneira que o Google não utiliza somente o PageRank.

      Abraços.

      Responder
  6. Alvimar

    Olá, Fabiane, queira me desculpar pela gafe! Por gentileza exclua o comentário equivocado acima, onde te chamei de Fábio, a correria é tanta que achei q fosse o Fábio…Muito interessante seu post menina!!!valeu!

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>