Microsoft e Sua Tática para Ganhar Mais Market Share

Olá leitores da Agência Mestre,

Outro dia o Rand Fishkin do SEOmoz twittou um artigo que continha um título um tanto peculiar: “How to kill Google (or take 10 points of search search share in six months)“. A idéia do artigo gira em torno de um comentário de um comentário do Rupert Murdoch dizendo que a Newscorp iria bloquear toda a indexação que o Google faz de seus jornais e revistas.

A idéia do Rupert Murdoch parte da idéia de que os usuários que vem de mecanismos de busca possuem um baixo valor para os anunciantes de seus portais de jornais e revistas, logo, não seria interessante que os mecanismos de busca indexassem o seu conteúdo.

Os jornais impressos estão vendendo menos

Outro ponto interessante para este tipo de idéia é que novas pesquisas indicam que os jornais impressos estão vendendo cada vez menos, como aponta a reportagem do DN (jornal Português):

Segundo os dados ontem revelados pelo Audit Bureau of Circulations, a circulação média diária dos 379 jornais considerados nesta análise passou de 34 milhões de exemplares para 30,39 milhões, ou sejam, por dia, foram vendidos menos 3,61 milhões de jornais.

A mudança de hábitos dos leitores, que recorrem cada vez mais à informação gratuita na Internet, é a principal razão avançada por especialistas para explicar esta queda, juntamente com a crise económica que está a afectar o consumo privado.

Mas o que os jornais ganham?

Na verdade hoje os mecanismos de busca fornecem a varios websites uma porta de entrada de diversos visitantes. Estes visitantes nem sempre são de qualidade, mas em geral realizam algum tipo de conversão, seja ela comprar um produto ou ainda assinar uma revista. Para os jornais impressos a finalidade nem sempre é esta, mas sim na geração de cliques para os anunciantes, o que nem sempre acontece com os usuários que vêm destes mecanismos de busca.

Outro ponto contra os jornais é o crescente do Google News, um serviço do Google que compila todas as principais notícias do maiores jornais de todo o mundo. Através do Google News é possível ter uma espécie de “primeira página” de um jornal online, apenas vendo as principais notícias e um link para elas. Isto faz com que os grandes jornais e portais percam um pouco de autoridade nas “navigational queries“.

Uma forma dos jornais ganharem com este cenário é licenciar o seu conteúdo, de forma que só os assinantes ou alguns search engines tenham o poder de “ler” o conteúdo fornecido pelo jornal.

O acordo entre Microsoft e Newscorp

O acordo em discussão entre a Microsoft e Newscorp propõe a desindexação de todo o conteúdo do grupo Newscorp do Google e licencia este para a Microsoft, fazendo com que o Bing seja o único mecanismo de busca capaz de mostrar o conteúdo do grupo.

Um cenário bom para scrappers?

Este cenário de conteúdo licenciado é perfeito para quem copia conteúdo. Imagine um scrapper, que automatizar a tarefa de copiar todo o conteúdo do New York Times e colocá-lo em seu blog, desta forma o Google indexaria toda a informação, que no caso seria única, e não seria desvalorizado no algoritmo de conteúdo duplicado, pois o site mais autoritário, que é o New York Times, não estaria indexado. Imagina agora este cenário em todos os jornais do grupo NewsCorp.

Conclusões

O Cardoso postou um artigo bem interessante também abordando esta idéia e a frase que me chamou atenção foi:

Vai pegar? Não sei. É uma idéia maligna? Talvez. É uma idéia genial? Com certeza.

Não sabemos mesmo se isto vai funcionar e se haverá uma adesão em massa dos jornais e revistas, só sabemos que é mais uma fonte de discussão e que isto pode gerar um bom tráfego para o Bing, o buscador da Microsoft.

Aproveito a oportunidade e pergunto a vocês, isto irá funcionar?


Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

5 Comentários para “Microsoft e Sua Tática para Ganhar Mais Market Share”

  1. Renata Tibiriçá

    Muito bom, Fábio! Mas ainda acho que a mente do usuário não vai se adaptar facilmente a este tipo de indexação “vendida”. Talvez o que possa rolar mesmo é a facilitação/aumento de cópia de conteúdo.
    Além disso, não acho que o Google seja bobinho assim… Se isso acontecer, o Google com certeza terá uma boa guardada revidar! hehehe ;)

    Responder
  2. Charles

    É certo que uma pequena parcela dos usuários migraria para o Bing por causa do conteúdo exclusivo, mas não acredito que seja algo que fará diferença.

    Eu, por exemplo, agrego os feeds das versões on-line dos próprios jornais através do Google News. Entretanto apenas passo o olho nas notícias 2 ou 3 vezes por dia. Se algo me interessar, clico e leio (no site do próprio jornal).

    Se eu perder algo, tudo bem! Sei que se for importante vai repercutir nos blogs que acompanho e terei novas oportunidades de contato com a notícia, e, o que é melhor, acompanhada das opiniões dos blogueiros e com espaço para discussão.

    Portanto, para usuários como eu, nada feito! A MS vai ter que fazer melhor para me conquistar.

    Responder
  3. John

    Um Ótimo post fábio!. Concordo com a Renata, se isso por um acaso acontecer, o Google, não vai deixar passar. Por ser líder no mercado… por mais que o Bing “roube” uma pequena parcela desses usuários o Google ainda estará em grande vantagem, e com certeza irá revidar. Sem dúvida. E complemento o que o Charles disse. Bastante usuários ainda usam o Google Reader, Google News.

    Responder
  4. Leandro Feijó

    Belo post Fábio. Realmente é um movimento e tanto no mercado de buscas, porém surge uma grande questão: se os visitantes oriundos dos mecanismos de busca atualmente não são considerados bons para os jornais, porque os visitantes oriundos somente do Bing passariam a ser?

    Responder
  5. Castro

    Como disse a Renata , o Google não ira deixar isto barato mesmo. E outra coisa que eu não gosto da MS e prefiro o Google … o Google evolui seus produtos (como o search) pelo simples ‘prazer’ de torna-los melhor … e com sequencia tornando mais rentaveis …

    A MS seria o ladro Negro da força que so quer dinheiro e tem medo de perder sua soberania suprema ..

    Agora é so aguardar pra ver o que acontece mas não acredito isto ira “abalar” o Google …

    Ps * Belo post

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>