Design de Performance: Peças Que Geram Resultados

O design de hoje deve buscar ir além dos layouts bonitos, alcançando também resultados de negócio. No vídeo abaixo, Fabio Ricotta, CEO da Agência Mestre, explica quais indicadores podem ser usados para medir os resultados do Design de Performance. Confira!

Como Medir Resultados

Durante os feedbacks da área de design da Agência Mestre, o Fabio Ricotta instigou a reflexão acerca dos indicadores de sucesso para trabalhos de design para web e marketing digital. Tudo o que é feito em marketing digital deve ter indicadores de performance, mas como fazer isso quando se trata de design?

Alguns dos nossos colaboradores responderam que a satisfação do cliente, se ele gostou ou não do que foi entregue, seria o indicador de sucesso do trabalho. O problema é que “gostar” é muito subjetivo, pode ter a ver com a cor, o layout, algo difícil de medir e que, a princípio, não é uma métrica de performance.

Seria possível quantificar essa satisfação? Aqui na Mestre nós já pedimos para os clientes classificarem em uma escala de 0 a 5 quanto eles estão satisfeitos com o que entregamos. Mas a satisfação do cliente não é a única – e pode não ser a melhor – forma de medir resultados.

Métricas para Design de Performance

Como uma agência de marketing digital focada em resultado, nós trabalhamos muito com indicadores de performance, por isso seria impossível deixar a equipe de design de fora. Portanto é importante saber que existem formas de tangibilizar o resultado de cada tipo de entregável de design.

No caso de um banner para Facebook Ads, por exemplo, um bom indicador é o CTR, a taxa de clique no anúncio. Você pode fazer testes multivariados, testando anúncios com a mesma imagem e textos diferentes ou então com várias imagens diferentes e o mesmo texto. Dessa forma você pode ver qual opção gera maior taxa de cliques e conversão.

E para o layout de um e-book, como você mediria o sucesso? O nosso CEO já adianta que o número de downloads não é um mérito do designer, mas o número de cliques em links trackeados com o Analytics pode ser um indicador de performance de design. Isso mostra que a pessoa, além de baixar, leu o e-book e engajou com o conteúdo – o que mostra que a diagramação foi bem-sucedida. É como no caso de métricas para e-mail, o que importa não é quantos recebem, mas quantos clicam no e-mail.

Já para landing pages, um bom indicador de sucesso é a taxa de conversão. Você pode fazer testes A/B para comparar resultados em layouts diferentes ou ainda entre um design antigo e um novo.

O Design do Presente e do Futuro

É bastante relevante dar atenção a essa tendência do Design de Performance. Se você é designer e se adaptar a essa visão, pode ter certeza que você vai estar à frente do mercado atual! É necessário testar para que o seu trabalho dê mais resultados e não apenas para ficar mais bonito.

Para produzir peças que convertam mais, procure seus indicadores de sucesso, seja CTR para os banners, a taxa de clique para e-books ou a taxa de conversão das landing pages ou dos sites. Sem indicadores de performance o profissional não consegue evoluir, não consegue praticar a melhoria contínua. Procure encontrar também as suas métricas, além das listadas aqui, o que importa é medir a eficácia do que você produz para melhorar sempre!

Gostou das dicas? Então compartilhe com os seus amigos e continue navegando pelo nosso blog. E aproveita para comentar aqui o que você gostaria de ver em um próximo vídeo do Fábio!

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>