Você sabia que todos os elementos de uma página contam para o bom ranqueamento de um site? Já reparou que quando ao inserir a imagem em um texto de blog, existem informações como “texto alternativo”? Pois bem, esses campos indicados são essenciais para a otimização de imagens.

No artigo de hoje você vai conferir:

  • o que significa otimização de imagens;
  • porque fazê-la;
  • como obter melhores resultados.

Como Fazer Otimização de Imagens?

O que significa otimização de imagens?

Os robôs do Google, basicamente, possuem uma linguagem chamada de HTML. Isso significa que eles não conseguem ler os conteúdos de uma página como uma pessoa normal lê, pois, eles visualizam em códigos.

É por isso que cada vez mais vemos empresas preocupadas em oferecer um bom SEO ao seu site. Se a estrutura das páginas estiverem com os códigos corretos, há uma grande chance de conseguir um posicionamento melhor no buscador.

E quando falamos em páginas não estamos apenas nos referindo aos textos, mas, também, às imagens. Elas seguem a mesma lógica: robôs não leem figuras, leem códigos. Para fazer a otimização de imagens existem dois principais quesitos, sendo eles a title e o ALT.

Esse processo começa bem antes de fazer o upload do arquivo na sua plataforma. Além de você ter que escolher aquela foto atraente, será preciso renomeá-la de acordo. Veja o passo a passo que separamos para fazer corretamente a otimização de imagens:

Renomeie com a palavra-chave

Se você procura por uma foto para o seu artigo, primeiro, qual é o tema dele? Isto é, o assunto abordado? Caso faça investimentos em SEO, certamente o texto terá uma palavra-chave. Basicamente, ela também precisará estar nos quadrinhos da sua imagem.

Portanto, ao baixar um arquivo no seu computador, renomeie-o com a keyword do seu artigo em questão. Porém, atenção: sem pontos, separações ou acentos. Por exemplo, ao invés de salvá-lo como “processos de marketing.jpg”, salve como “processos-de-marketing.jpg”. Além disso, é primordial que ele não tenha nomes genéricos e padrões digitais.

Usando a Tag ALT

Feito o upload na sua plataforma, a imagem será selecionada e a URL aparecerá. Se você usar WordPress, perceberá que terá os campos de título, legenda, texto alternativo e descrição em branco.

O mais importante de todos é o alternativo, o famoso ALT, a parte que será realmente lida pelo o Google. O buscador saberá exatamente a relação que o texto e a imagem tem.

Adicione title

A title, geralmente, é o nome do seu documento em questão. No caso de um artigo, o título. É interessante que ele não seja muito grande e também tenha a palavra-chave selecionada.

Um fato curioso e que poucos sabem, é que quando você passa o mouse em cima de uma foto já publicada, pode aparecer um nome instantaneamente na tela. Este é a title inserida!

Não esqueça da legenda e descrição

Últimas, porém, não menos importantes. A legenda, como o próprio nome já diz, é um pequeno informativo sobre aquela imagem em questão. Você já deve ter visto, em baixo de algumas fotos, uma frase informando algo.

Por exemplo, temos uma paisagem de um pôr-do-sol na praia e, embaixo, algo como: “o pôr-do-sol na praia é uma das visões mais lindas do mundo”. A legenda tem basicamente esse papel.

Já a descrição descreve a imagem. Por exemplo, a mesma imagem do pôr-do-sol só que com os seguintes dizeres: “um sol se pondo através das águas do mar.”

Para deficientes visões, por exemplo, quando ativada essa funcionalidade, é de extrema importância para que eles saibam sobre o que se trata a foto ali proposta.

Outra dica importante é prestar bastante atenção na qualidade das suas fotos. As que são muito grandes podem comprometer a velocidade e carregamento do site. Já as de baixa qualidade tiram o valor de uma página. Estabeleça um meio termo!

Gostou das informações do artigo? Agora é só colocar tudo em prática para a correta otimização das imagens do seu blog e/ou site!

Continue acompanhando o blog da Mestre e compartilhe este conteúdo!