O google vai mudar de novo alguns dos seus algoritmos! Quer entender melhor algumas dessas mudanças? Aproveite e confira este vídeo da Mestre TV! O CEO da Agência Mestre, Fábio Ricotta, vai explicar um pouco mais sobre as novidades. Dê o play e confira tudo na íntegra!

Antes de ficar espantado com as mudanças, saiba que anualmente o Google realiza mais 400 alterações. Ou seja, é bem provável que pelo menos ocorra alguma em todos os dias de um ano. Porém, alguns updates costumam ser mais significativos que os outros, por isso, o próprio Google resolveu divulgar aos usuários. Acompanhe a explicação de Fábio Ricotta:

Quais aspectos o Google vai mudar?

John Mueller, um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento dos algoritmos do Google, compartilhou uma nova mudança que será aplicada a partir do mês de Julho, referente ao aspecto velocidade de carregamento do site.

Em 2010, o Google realizou alterações defendendo que sites que possuíssem velocidade de carregamento melhor iriam ser bem ranqueados. Porém, o que poucas pessoas sabem é que a melhoria era associada aos sites visualizados no modelo desktop, não levando em consideração o acesso em dispositivos móveis.

No entanto, atualmente, o Google realiza a leitura e classifica páginas pela versão mobile. Esse fato pode ser facilmente explicado pela tendência mobile first. Ou seja, em resumo, a atualização do Google é focada na mensuração da velocidade do seu site desenvolvido para dispositivos móveis.

A importância de sites responsivos

Como Fábio explica, a adaptação das páginas à tendência mobile first é essencial para o bom ranqueamento e para bons dados relativos às visitas orgânicas. Ricotta exemplifica com o site da Agência Mestre, que perdeu tráfego orgânico advindo de dispositivos móveis, antes de se adaptar à modalidade responsiva.

Após a experiência, o CEO da Agência Mestre sugere a utilização da ferramenta PageSpeed Insights, desenvolvida pelo próprio Google. Com ela, é possível mensurar a velocidade de carregamento de suas páginas a partir de pontuações para as versões desktop e mobile.

Considerações sobre o update do Google

É importante que alguns aspectos sejam esclarecidos em relação às alterações dos algoritmos propostas pelo Google. Em resumo, os sites que possuem baixa velocidade de carregamento para versão mobile, possuirão nota baixa, fato que acarretará em problemas envolvendo ranqueamento.

Porém, as páginas que já possuem boa pontuação, quando tratamos dos aspectos de carregamento, não sofrerão alterações. Ou seja, não terão seus fatores de ranqueamento alterados para melhor nem para pior. De acordo com Fábio, hoje em dia é essencial que seja realizado um trabalho especializado de um desenvolvedor e que os critérios de avaliação para alterações sejam focados em benefício da velocidade.

Gostou deste vídeo? Quer mais? Aproveite e confira também o episódio 113 – Como ampliar a velocidade do seu site!