SEO

Fatores de Ranqueamento do Google Que Podem Afetar Seu Site

Por Raquel Pereira

Leia o artigo para entender alguns fatores de ranqueamento do Google que auxiliam os sites a conseguir posicionamentos melhores na primeira página.

Raquel Pereira

Conquistar um bom posicionamento nos buscadores, que traga mais tráfego orgânico e conversões, é fundamental para uma estratégia de marketing digital de sucesso.

Por isso, você precisa se atentar para os fatores de ranqueamento do Google. Eles estão cada vez mais personalizados, com o objetivo de proporcionar bons resultados somada a uma experiência positiva aos usuários que utilizam o buscador.

Entender como cada fator funciona vai te ajudar a guiar sua estratégia de SEO e colocar o seu site na primeira página de resultados quando o usuário pesquisar por palavras-chave relacionadas ao seu segmento. Assim, você vai construir uma imagem de autoridade em sua área de atuação!

Mas quais são esses critérios do buscador? Neste artigo vamos apresentar alguns exemplos para você entender melhor. Confira!

  • o que é ranquear no Google?;
  • por que eu preciso me preocupar com o posicionamento no Google?;
  • como ranquear no Google?;
  • quais são os fatores que afetam o ranqueamento do Google?;
  • tenha um bom ranqueamento no Google mesmo com as mudanças de algoritmo!

O que é ranquear no Google?

Quando você realiza uma pesquisa no Google, ou outro buscador, os resultados que aparecem não estão ali por acaso. Cada site que aparece nas páginas de resultados de busca foi selecionado por um algoritmo que utiliza como base uma sequência de fatores de “ranqueamento”.

Ranquear no Google é uma forma de colocar seu site entre os principais resultados de pesquisa orgânica do buscador para termos relacionados ao seu negócio. Basicamente, sempre que um usuário realizar uma pesquisa com palavras-chave relacionadas à sua marca ou nicho, uma de suas páginas estará entre os primeiros resultados.

Isso acontece porque os resultados de pesquisa são ordenados de acordo com a posição que uma página atinge em um ranking de fatores. Para ranquear no Google, a sua página deve atingir uma boa pontuação nesses fatores, dessa forma, ela aparecerá bem posicionada entre os resultados orgânicos quando um usuário fizer uma busca utilizando uma palavra-chave relacionada ao seu conteúdo.

Por que eu preciso me preocupar com o posicionamento no Google?

Como foi mencionado anteriormente, estar entre os principais resultados para termos relacionados ao seu negócio é muito importante para a sua estratégia de Marketing Digital, pois coloca sua marca em uma posição de destaque, atraindo maior visibilidade e mais visitantes para o seu site.

No entanto, ficar entre os principais resultados não é fácil. É muito comum encontrar na internet promessas do tipo “Fique na 1º posição do Google em X período”, geralmente um período bem mais rápido do que o necessário para conquistar tal posição.

Isso porque, além dos fatores de ranqueamento, existe toda uma estratégia de Search Engine Optimization (SEO), para tornar o seu site otimizado para ranquear nos mecanismo de busca, bem como uma profundidade na produção de conteúdo para aumentar a autoridade e confiabilidade da marca.

Aqui na Agência Mestre, nós já trabalhamos com SEO há mais de 14 anos e somos referência em otimização de sites. Conheça nossos serviços e saiba como podemos ajudar a sua empresa a ranquear no Google de forma saudável e escalável.

Como Ranquear no Google?

Existem diversas formas de fazer seu site ranquear melhor nos mecanismos de busca, como o Google. No entanto, a principal forma é conhecendo e otimizando os fatores de ranqueamento no seu site.

Confira quais são os fatores de ranqueamento e como utilizá-los para colocar seu site nas primeiras posições do Google:

Quais são os fatores que afetam o ranqueamento do Google?

Os fatores de ranqueamento do Google existem para determinar se um site fica ou não em um bom posicionamento nos resultados de pesquisa. Como existem mais de 200 critérios para definir quais páginas ficam entre as melhores posicionadas, reunimos os principais que não podem ser ignorados.

Portanto, para gerar mais credibilidade e visibilidade para seu site, e inclusive, evitar penalizações do Google, atente-se para:

1. Relevância dos links

Esse critério analisa o quanto os outros sites estão linkando para a sua página. Por isso, quanto mais você for usado como referência em outras páginas do seu segmento, mais o Google entende que seu site é uma autoridade, com conteúdo valioso e que pode ficar nas primeiras posições.

Isso pode ocorrer organicamente ou também a partir de relações criadas com outras empresas, com blogs de empresas relevantes e que atuem em mercados complementares ao seu. 

2. Links quebrados

Os links quebrados e que levam as pessoas para páginas de Erro 404 devem ser evitados, pois quando há muitos deles em seu site, a experiência do usuário é frustrada, já que ele não tem acesso a informação que gostaria. Com isso, esses erros podem levar o Google a rebaixar o posicionamento do seu site.

3. Canonical tags

Quando há mais de uma página com o mesmo texto, a canonical tag é utilizada para mostrar para o Google qual é a principal, a “original”. Portanto, ela é um recurso muito importante para evitar que o buscador penalize seu site devido a conteúdo duplicado.

4. Erros no HTML

Erros de HTML também causam frustrações no usuário, já que afeta as funcionalidades do site, que não carregam corretamente e ainda prejudicam o rastreamento pelo buscador. Por isso, quando o site tem muitos problemas de programação, o seu ranqueamento é afetado negativamente. 

5. Velocidade de carregamento da página

Um dos fatores de ranqueamento do Google mais importantes é a velocidade de carregamento das páginas. O tempo máximo que seu site deve levar para carregar é de 2 segundos. Passou disso, ele poderá ser penalizado pelo Google porque prejudica a experiência do usuário. 

Afinal, pense em quando você quer abrir um site e ele demora para carregar. Com certeza a demora faz o usuário perder o interesse e procurar o conteúdo em outras páginas. 

Uma ação simples e que ajuda a aumentar a velocidade de carregamento é a redução do tamanho de imagens e GIFs no site. Combinado a outras melhorias de SEO, isso pode melhorar o desempenho da página.

Assista o vídeo abaixo para descobrir como ver a velocidade de carregamento do seu site e o que fazer para melhorar:

6. Responsividade

As pesquisas feitas no Google por meio de dispositivos móveis têm aumentado. Afinal, só em 2020, no Brasil, foram registrados mais de 234 milhões de acessos móveis à internet. Levando isso em conta, a gigante das buscas prioriza sites que são responsivos – o que é diferente de ter uma versão mobile.

Sites responsivos são aqueles que possuem layout que se ajusta a qualquer resolução ou dispositivo, proporcionando uma boa experiência de leitura ao usuário. Isso também ajuda na velocidade de carregamento.

7. Otimização das imagens

Por falar em imagens, os mecanismos de busca do Google não conseguem enxergá-las como o olho humano, pois eles identificam apenas pixels. Por isso, é fundamental colocar: 

  • o tema principal da imagem e a palavra-chave como nome do arquivo da hora de salvar a foto;
  • texto alternativo;
  • descrição;
  • legenda.

Dessa forma, o robô consegue entender sobre o que a imagem se refere e, assim, deixando o conteúdo da sua página mais completo, o que colabora como um dos fatores de ranqueamento do Google Imagens. Além disso, é uma forma de acessibilidade, pois facilita a experiência para os usuários com deficiência visual.

8. Palavras-chave

A palavra-chave deve estar presente em diversos pontos do seu site. Um dos principais deles é na title tag. Title tag é uma marcação no código que identifica o título da página para os mecanismos de busca. Colocar essa informação mostra para o algoritmo qual é o assunto principal da página, além de atrair o interesse e o clique do usuário. 

E se a palavra-chave estiver no início da title tag, é melhor ainda!

Para continuar aprendendo, baixe o eBook: Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer!

A meta description atua como uma forma de atrair o usuário para o seu site, por isso é importante colocar a palavra-chave nela também, pois a descrição é a prévia que aparece nos resultados da página de pesquisa do Google.

As heading tags também precisam de palavra-chave. Elas servem para mostrar a hierarquia do conteúdo da sua página para o Google e ajudam o usuário a encontrar a informação que procura com mais facilidade. Entre elas, as mais importantes são:

  • a tag H1, que representa o título do conteúdo que aparece na página;
  • as tags H2 e H3, que vêm na sequência da hierarquia das heading tags. 

Para reforçar o tema do texto que está na página, além da palavra-chave também é possível usar sinônimos e termos relacionados. 

Tenha um bom ranqueamento no Google mesmo com as mudanças de algoritmo!

Esses são apenas alguns dos fatores de ranqueamento do Google que afetam o seu site.  A Agência Mestre é especialista no assunto e está sempre atualizada para trazer esses elementos para ajudar o seu site a conquistar melhores posicionamentos. Veja também Como Manter Relevância no Google Mesmo com Mudanças do Algoritmo !

LEIA MAIS

Redirecionamento 301 em PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails

Você quer saber como configurar o redirecionamento 301 no seu site? Veja como e mantenha sua relevância no Google!

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

O que é SEO? Guia do Search Engine Optimization [2023]

Quer entender o que é SEO? Aprender como esta técnica pode ajudar o seu negócio/website a crescer o número de visitas? Criamos este guia para ajudar você hoje mesmo! CLIQUE e confira os detalhes neste artigo!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?