Estatísticas de CTR do Google: Confira o Relatório!

Por Letícia Matsumoto

SEO

Estatísticas de CTR do Google: Confira o Relatório!

Com as mudanças nas SERPs o CTR acaba sendo impactado. Confira o cenário do último trimestre para entender as oscilações de tráfego!

Letícia Matsumoto

As SERPs (Search Engine Results Page ou página de resultados dos motores de busca), estão em constante atualização, devido aos testes implementados pelos buscadores ou lançamentos de novos layouts, formatos de resultados ou critérios de ranqueamento. Mas, como tudo isso impacta o CTR? Veja agora, conferindo o relatório do Google de alterações para o segundo trimestre de 2022!

Mudança de comportamento dos usuários

Toda vez que o comportamento dos usuários muda é possível identificar a partir das ferramentas de SEO. Nos últimos anos, o grande crescimento de usuários nas redes sociais e o aprimoramento da tecnologia das mesmas fez com que elas se tornassem não somente um meio de entretenimento, mas também um novo canal de pesquisa e de compras!

De fato, estudos recentes mostram que cerca de 40% dos jovens (Geração Z) usam o TikTok ou o Instagram como mecanismos de pesquisa, em vez do Google para fins de descoberta. A seguir, você poderá descobrir como esses novos hábitos impactaram no CTR no último trimestre.

Principais mudanças no CTR

De maneira geral e a nível global, as alterações afetaram apenas as consultas móveis. Quando analisamos somente os resultados na primeira colocação do Google (ou posição zero), a queda foi de 1,45 pontos percentuais no CTR.

Nomes específicos de marcas ou empresas

Os sites classificados na primeira posição com nomes de marcas ou empresas tiveram uma queda de 1,27 pontos percentuais no CTR. Já para as consultas sem marca, a queda foi de 1,56.

Intenção de pesquisa

A intenção de pesquisa demonstra o que o usuário espera encontrar como resultado ao realizar busca na internet. Monitorar as oscilações de cada classificação de intenções é um ótimo indicador para identificar mudanças no comportamento do usuário. Confira alguns insights!

Consultas informativas

Os sites classificados nas duas primeiras posições para consultas informativas, ou seja, conteúdos meramente informacionais sem relação com compra, registraram uma perda combinada de 2,57 pontos percentuais no CTR em dispositivos móveis.

Em contrapartida, no desktop, os sites classificados em primeiro lugar tiveram um crescimento de quase 1,26 pontos percentuais na taxa de cliques.

Consultas comerciais

Quedas nos valores da taxa de cliques também foram registradas para consultas comerciais (aquelas que contêm palavras como preço, pagar, comprar etc.), com os sites classificados em primeiro lugar, perdendo 1,27 pontos percentuais nas consultas de desktop.

Consultas de localização

Quanto às consultas de localização (contendo palavras como perto de, rota, mapas etc.), os sites classificados em primeiro lugar perderam em média 1,65 pontos percentuais no CTR nas pesquisas de desktop.

Comprimento da palavra-chave

Para todas as pesquisas em dispositivos móveis, independentemente do número de palavras que uma palavra-chave tinha, a ferramenta de CTR da Advanced Web Ranking registrou quedas:

  • consultas de 1 palavra: sites na segunda posição, tiveram uma perda foi de 1,09 pontos percentuais;
  • consultas com mais de 2 palavras: sites classificados em primeiro lugar a queda foi de 1,37 pontos percentuais;
  • consultas de 3 palavras: a queda geral foi de 1,42 pontos percentuais;
  • consultas com quatro ou mais palavras-chave: queda foi de 1,67 pontos percentuais.

Setores da indústria com maior variação de CTR

Confira quais setores da indústria tiveram maior aumento de CTR e quais tiveram a maior queda.

Indústrias onde a demanda de busca aumentou

Tecnologia e Computação

Apesar dos sites classificados em primeiro lugar registraram uma queda de 1,07 pontos percentuais em seu CTR para consultas móveis, em relação ao trimestre anterior houveram 20,66% mais pesquisas.

Família e Maternidade

Para esse setor a busca foi 11,75% maior, no desktop, os primeiros classificados tiveram uma queda de 1,34 pontos percentuais. Em dispositivos móveis, os sites classificados nas cinco primeiras posições obtiveram uma queda combinada de 9,94 pontos percentuais no CTR.

Lei, Governo e Política

As impressões gerais de “Lei, Governo e Política” aumentaram 5,39% no segundo trimestre em comparação com o primeiro trimestre. Mas, esse setor especificamente teve a maior queda na taxa de cliques para resultados na primeira posição a partir de dispositivos desktop, em média, 3,33 pontos percentuais. Para mobile, a queda afetou as 4 primeiras posições, que registraram uma queda combinada de 6,66 pontos percentuais.

Negócios

Os sites classificados em primeiro lugar nas consultas feitas a partir de dispositivos desktop cresceram, em média, 1,04 pontos percentuais e 4,76% na demanda de pesquisa geral pelo setor.

Hobbies e Interesses

Os sites classificados nas duas primeiras posições registraram quedas no CTR para desktop (3,24 pontos percentuais combinados) e mobile (3,72 pontos percentuais combinados). Com aumento da demanda de buscas do trimestre de 21,26%.

Ciências

Os sites classificados nas duas primeiras posições no setor registraram uma perda combinada de 3,48 pontos percentuais no CTR em dispositivos móveis e no desktop, os sites classificados em terceiro lugar tiveram um crescimento de 1,14 pp na taxa de cliques. As impressões gerais da indústria aumentaram apenas 2,10%.

Setores que sofreram uma queda na demanda de pesquisa

Confira a tabela que mostra a relação das quedas dos principais setores da indústria:

Setor imobiliário

As cinco primeiras posições do setor imobiliário tiveram uma queda combinada de 9,77 pontos porcentuais no CTR no mobile e uma queda de -12,66% na demanda de busca.

Carreira

Os sites classificados nas quatro primeiras posições no mobile perderam um total de 5,54 pontos percentuais em seu CTR. Já no desktop, apenas os sites classificados em primeiro lugar foram afetados, com uma queda de 1,19 pontos.

Saúde e Fitness

Nos dispositivos móveis a queda foi de 1,94 pontos para os sites classificados em primeiro lugar e 5,73 para os quatro principais sites combinados. No desktop, os sites classificados em primeiro lugar perderam 1,93 pontos. Quanto à demanda de pesquisa, o número geral de impressões do setor diminuiu 4,92%.

Comida e bebida

Os sites classificados em primeiro lugar registraram queda de 1,55 pontos no CTR no desktop e queda de 1,83 no ​​mobile. Já a demanda de pesquisa diminuiu 20,45%.

Arte e entretenimento

Os sites classificados na primeira posição tiveram um aumento de 1,96 pontos de CTR em dispositivos desktop. Nas consultas de desktop, os segundos classificados tiveram queda de 1,03, enquanto os terceiros colocados registraram queda de 1,24. A demanda de busca deste setor diminuiu 30,11%.

Educação

Os sites classificados em primeiro lugar no desktop, cresceram 1,67 pontos, mas no mobile, caíram 1,10. O número de impressões diminuiu 24,51%.

Pets

Os segundos classificados em SERPs registraram uma queda de 1,70 no desktop, enquanto no mobile, as mudanças no CTR afetaram os sites classificados em quarto lugar, que tiveram uma queda de 1,13.

Automotivo

Os valores de CTR seguiram na mesma direção, pelo menos para os sites classificados em primeiro lugar, que registraram queda de 1,32 pp no ​​desktop e de 2,71 pontos nas consultas mobile.

Quedas de tráfego sem queda de posicionamento

O relatório revela, a partir da diminuição ou aumento da demanda de pesquisa, como a oscilação de tráfego pode estar relacionada ao comportamento dos usuários, não necessariamente ao posicionamento de suas páginas.

Então, para compreender oscilações em seus resultados é necessário analisar mais do que somente os rankings dos buscadores em relação a suas palavras-chave.

Faça parte da nossa Lista VIP e receba toda semana as principais novidades sobre Marketing Digital.

LEIA MAIS

Como Fazer o Google Encontrar o Seu Site?

O objetivo do Google é mesmo encontrar todo o conteúdo disponível na Internet, mas você precisa dar uma ajudinha. Veja como!

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

Redirecionamento 301 em PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails

Você quer saber como configurar o redirecionamento 301 no seu site? Veja como e mantenha sua relevância no Google!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?