Ferramentas

Auto-GPT: Conheça a Nova Ferramenta de IA concorrente da OpenAI

Por Raquel Pereira

Conheça o Auto-GPT, sistema de IA concorrente da OpenAI que automatiza tarefas de forma autônoma.

Raquel Pereira

Nos últimos dias, uma nova ferramenta de inteligência artificial tem se tornado popular na internet. Conheça o AutoGPT e entenda porque essa ferramenta pode concorrer diretamente com o ChatGPT da OpenAI.

Confira neste artigo:

  • o que é o Auto-GPT?;
  • como o Auto-GPT funciona?;
  • por que o Auto-GPT se tornou tão popular recentemente?;
  • as principais diferenças entre ChatGPT e Auto-GPT;
  • quem tem acesso ao Auto-GPT?

O que é o Auto-GPT?

O Auto-GPT é uma ferramenta experimental de IA desenvolvida pela Significant Gravitas, uma empresa independente de desenvolvimento de jogos. A ferramenta foi publicada no GitHub em 30 de março de 2023 e, desde então, tem se tornado muito popular entre os entusiastas de IA e profissionais de marketing digital. Confira esse tweet compartilhado pelo CEO da Figure, Brett Adcock:

Conforme explicado pela empresa, o Auto-GPT é um aplicativo Python de código aberto, alimentado pelo GPT-4, que é capaz de executar tarefas com pouca intervenção humana. Ao contrário do ChatGPT, o Auto-GPT pode tomar decisões independentes e produzir todos os prompts necessários para concluir uma tarefa, isso faz da ferramenta um recurso altamente desenvolvido e eficaz para automatizar processos.

Apesar de ser uma ferramenta experimental, o Auto-GPT é considerado um dos primeiros vislumbres da inteligência artificial geral (AGI), um tipo de IA que pode executar tarefas intelectuais de nível humano.

Como o Auto-GPT funciona?

O funcionamento do Auto-GPT é muito semelhante ao do ChatGPT, mas ele conta com a adição de agentes de IA que podem tomar decisões e realizar ações com base em regras e objetivos definidos previamente. Basicamente, a ferramenta pode executar diversos comandos em sequência, com apenas uma solicitação do usuário.

Essa tecnologia é comparável a ter um assistente pessoal que pode executar tarefas específicas em seu nome, como agendar compromissos ou enviar e-mails. Além disso, os agentes de IA utilizados na ferramenta operam com acesso limitado, assim como um assistente pessoal, e só podem executar tarefas dentro do seu escopo de acesso.

Por exemplo, um agente de IA com acesso à Internet pode pesquisar informações, mas não pode fazer compras em seu nome. No entanto, se um agente de IA tiver acesso ao terminal do seu computador, ele poderá buscar e instalar aplicativos para atingir seus objetivos.

E, para garantir que o projeto siga as expectativas do usuário, o Auto-GPT solicitará permissão após cada etapa.

Exemplos de como o Auto-GPT pode ser utilizado no dia a dia

Em seu blog oficial, o Auto-GPT compartilha algumas informações e exemplos de como seus recursos podem ser utilizados no dia a dia. Confira:

  1. A ferramenta pode escrever seu código usando GPT-4 e executar scripts python. Dessa forma, a ferramenta pode depurar, desenvolver e melhorar seus códigos, para concluir autonomamente diferentes tipos de tarefas;
  2. Ao dar para os agentes da ferramenta uma identidade, função/tarefa, objetivos e especificações sobre o que realizar, eles tentam alcançá-lo de forma “autônoma”;
  3. Um usuário utilizou a ferramenta e ela descobriu que ele não tinha o Node instalado, pesquisou no Google como instalá-lo, baixou, extraiu e gerou o servidor, enquanto o usuário simplesmente assistia.

Por que o Auto-GPT se tornou tão popular recentemente?

O Auto-GPT combina o GPT-4 com um robô assistente que instrui o GPT sobre quais ações tomar, ou seja, o robô recebe instruções do usuário e utiliza o GPT e diversas APIs para realizar as etapas necessárias para atingir o objetivo desejado.

Essa facilidade para dar comandos e deixar que a ferramenta realize todo o trabalho, algo contrário ao ChatGPT, que requer prompts humanos para realizar até mesmo as tarefas mais simples, tornou o Auto-GPT muito popular entre os profissionais mais engajados em tecnologias.

No entanto, conforme compartilhado pelo portal Tech Crunch, o Auto-GPT utiliza a versatilidade dos mais recentes modelos de IA da OpenAI para interagir com software e serviços online, permitindo que execute tarefas de forma autônoma. Mas, a autonomia não é mágica – o Auto-GPT segue um prompt inicial dos modelos da OpenAI, e lida com a interação perguntando e respondendo até que uma tarefa seja concluída.

O que realmente torna o Auto-GPT um diferencial no mercado de IA é sua habilidade de interagir com aplicativos, software e serviços online e locais, incluindo navegadores da web e processadores de texto.

Por exemplo, se um usuário solicitar ajuda para expandir um negócio de flores, o Auto-GPT pode criar uma estratégia de publicidade plausível e desenvolver um site básico.

As principais diferenças entre ChatGPT e Auto-GPT

Apesar do ChatGPT e do Auto-GPT utilizarem a mesma tecnologia, eles diferem significativamente em suas funcionalidades, principalmente porque o Auto-GPT pode operar autonomamente sem a necessidade de prompts humanos após uma solicitação inicial, enquanto o ChatGPT requer interações humanas constantes para funcionar.

Por exemplo, se um usuário quisesse planejar uma festa de aniversário usando o ChatGPT, teria que fornecer prompts específicos, como “Ajude-me a planejar uma festa de aniversário para meu filho de 5 anos”. Então, o chatbot forneceria uma lista de considerações importantes, como o tema da festa, local, lista de convidados, presentes, comida e decorações. Para realizar as demais ações, como a compra de presentes ou o envio de convites, o usuário teria que solicitar à ferramenta.

Por outro lado, o Auto-GPT automaticamente solicita e resolve todos os passos por meio de uma única interação humana. Ao pedir que ele planejasse a festa, a ferramenta não apenas listaria quais são os passos a serem seguidos, como também os faria e solicitaria apenas a permissão do usuário para enviar os convites e/ou comprar os presentes, por exemplo.

Essa funcionalidade autônoma é o que faz do Auto-GPT uma ferramenta poderosa para automatizar tarefas e processos complexos.

Quem tem acesso ao Auto-GPT?

Apesar das funcionalidades, o Auto-GPT não possui um acesso tão democratizado quanto o ChatGPT. Não é incomum observar pessoas de diferentes conhecimentos, idades e ramos de atividade utilizando o chatbot da OpenAI em seu dia a dia, afinal, o sistema conversacional é muito simples de ser utilizado e gera familiaridade com uma gama diversa de pessoas.

A empresa compartilhou um vídeo sobre como realizar a instalação da ferramenta:

No entanto, o Aut-GPT requer um software específico e familiaridade com o Python para ser utilizado. Os requisitos básicos para utilizá-lo, conforme publicado em seu blog oficial, são:

“Os requisitos básicos são Python 3.8, uma chave OpenAI API, uma chave PINECONE API e uma chave ElevenLabs (se você quiser que ela fale). Depois de instalar e adquirir todos eles, você pode seguir as instruções detalhadas no post para instalar e usar o Auto-GPT.”

Apesar de ser mais eficiente na execução de tarefas complexas, o acesso ao Auto-GPT é mais limitado do que o acesso ao ChatGPT, por isso, se suas necessidades forem mais simples e o ChatGPT puder atendê-las, sem a necessidade de passar por um processo de instalação, então ele pode ser a opção mais adequada para você.

LEIA MAIS

Melhores Ferramentas de SEO Para Otimizar o Desempenho do Seu Site

Confira aqui uma lista completa com mais de 50 ferramentas de SEO que irão ajudar você a conquistar as melhores posições nos mecanismos de busca!

SEMrush: O Que é e Como Utilizar Para Aumentar o Tráfego do Seu Site

Saiba quais são as funcionalidades da Semrush, ferramenta muito importante para o SEO e que você precisa começar a usar.

Google Trends: Descubra Tendências de Busca

Saiba o que é e como utilizar o Google Trends, uma ferramenta que irá ajudar você a descobrir novas palavras-chave a serem exploradas. Confira!

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?