SEO, é muito mais que Análise On-Page

Olá leitores da Agência Mestre,

Estratégia de SEO

No final da tarde de ontem, a comunidade mundial de search começou a discutir sobre a recente notícia no blog oficial do Adwords na Noruega, sobre um processo de análise de sites com a finalidade de melhorar a visibilidade nos mecanismos de busca. Leia a tradução (do Google Translator) abaixo:

Uma clínica local é onde vamos através do site que você enviar, transmitir informações sobre eles e compartilhar dicas sobre como eles podem melhorar. Isto poderia torná-los melhor adaptados para motores de busca, que irá dar melhores resultados, como a busca do Google.

Basicamente, a comunidade entrou em colapso por entender que o Google estaria abrindo as portas para realizar serviços de SEO ou ainda criar algum tipo de certificação para SEO. Isso gerou uma quantidade enorme de tweets e discussões em blogs, uma vez que o Google, por ser um search engine, não discutia diretamente o assunto de SEO.

Com mais um excelente artigo, o blog Search Engine Land publicou uma matéria sobre o assunto e ressalta na matéria que o Google já faz este tipo de análise de sites há muito tempo, como podemos listar abaixo:

SEO é Muito Mais

Entenda que o Google já oferece dicas para webmasters há muito tempo e oferecer isso de mais uma forma não muda como o real trabalho de SEO é feito. Não podemos comparar nunca esse tipo de análise que é feita pelo Google com o processo de SEO que é feito com qualidade. Fazer SEO não é simplesmente mudar títulos, meta tags, melhorar a velocidade de um website ou mudar o seu conteúdo de Ajax/Flash para HTML. SEO é muito mais!

Ferramentas para Análise

Para discutirmos como é fácil realizar uma análise de websites, o meu colega de trabalho, Gustavo Souza, teve a brilhante idéia de compartilhar algumas ferramentas que fazem o serviço e aproveitei a lista dele e adicionei mais algumas ferramentas. Segue abaixo a lista de ferramentas para análise:

Análise Geral

The Reaction Engine – ferramenta para análise do conteúdo do seu website, ressaltando a estrutura do seu HTML, títulos e meta tags, além de analisar o uso semântico das tags. Ela ainda dá informações sobre páginas indexadas e backlinks segundo os SE.

SEO Score – ferramenta para análise do desempenho de uma página com relação à uma palavra-chave. Basta inserir a sua URL e palavra-chave e a ferramenta indica qual a sua pontuação segundo um conjunto de métricas.

SEO-Browser.com – ferramenta para analisar como um robô de busca visualiza uma determinada URL.

SpiderTest.com – analisa o conteúdo do seu site e dá algumas dicas sobre o que melhorar (title, metas) e fornece estatísticas sobre as palavras-chave encontradas.

WebsiteGrader.com – uma super ferramenta de análise global do seu website, tanto sobre métricas on-page quanto em relação quão popular o seu website está.

Velocidade de páginas

Page Speed – um plugin desenvolvido pelo próprio Google para analisar a velocidade de carregamento de uma URL. Ele ainda dá dicas de como otimizar o seu conteúdo.

WatchMouse – testa seu site em vários servidores no mundo e faz uma análise da velocidade de cada um deles.

Análise de detalhes On-Page

First Link Checker.com – produz um relatório de links de uma URL, dando a possibilidade de filtrar links duplicados, listando as âncoras relevantes e analisa diversos outros detalhes referentes aos links daquela URL.

Dead-Links.com – procura por links quebrados no seu website.

Copyscape.com – você pode verificar por conteúdo duplicado ao redor da Internet. Basta fornecer uma URL e ele verifica utilizando a API do Google.

Análise de Backlinks

Open Site Explorer.org – basicamente analisa todos os seus backlinks informando detalhes sobre qual o texto âncora, qual a página que referencia o seu website, quanto de mozRank e mozTrust você possui naquela página. Você ainda pode comparar uma URL com outra.

Link-Intersect – você pode submeter o seu website e de concorrentes. Desta forma, a ferramenta analisa os seus backlinks e o dos concorrentes, apontando quais links eles possuem e você não.

Yahoo! Site Explorer – você fornece uma URL e a ferramenta retorna todos os backlinks referentes à ela.

Majestic SEO – com esta ferramenta é possível analisar todos os seus backlinks e dos seus concorrentes.

Recip-Links.com – insira a sua URL e uma lista de até 50 sites e a ferramenta retorna se existem links recíprocos.

Conclusões

Como pudemos ilustrar acima, existem dezenas de ferramentas para análise, mas mesmo utilizando apenas essas ferramentas não podemos garantir que um website estará na primeira posição apenas por utilizá-las ou ainda por conseguir nota A+ em suas análises. SEO não é uma simples análise, é muito mais, é a estratégia que você cria para alcançar visibilidade e produzir conversões para o seu website.

Por favor, não confundam uma análise do Google com uma estratégia de SEO.

Um abraço e até a próxima!

Crédito da Imagem: (cc) Joriel “Joz” Jimenez

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

8 Comentários para “SEO, é muito mais que Análise On-Page”

  1. Luis

    Olá Fábio.
    No seu texto, de análise geral para baixo, você usou a seguinte estratégia: link + texto curto(esplicativo).
    Se eu tiver um blog, onde a maioria dos meus posts sigam esta essa estratégia (link+texto curto), como uma página de sites favoritos por exemplo, você acredita que eu poderia ter problemas com indexação? Tipo, isso poderia ser considerado link farm?
    Um exemplo clássico seria o Delicious.com

    Obrigado e parabéns pelo trabalho.

    Responder
  2. Bruno Alves

    O maior problema é foi o tom do comunicado, talvez por causa de uma tradução não muito boa do Google Translate.

    Por mais que o Google faça Site Clinics há muito tempo, o comunicado deu a entender que o Google iria além de um simples Site Clinic e faria coisas que sempre quis deixar subentendido que eram coisas desnecessárias e uma espécie de “scam”.

    Abs

    Responder
  3. Cassiano Travareli

    Parabéns pelo artigo Fábio,

    Realmente muito completo e sobre um tema totalmente atual em discussão.

    Excelente o titulo do post, já diz tudo, e eu sou a favor das clinicas de SEO do Google, tudo que vem do lado deles para análises, só acrescenta conhecimento ao mercado!

    Grande Abraço, e se tivesse SearchCast essa semana, com certeza esse seria um excelente artigo para discussão ;)

    Responder
  4. Diego

    As Dicas do Google são SEMPRE as mesmas. Podem analisar. Quer seja nos blogs, google grupos, forum do google, eventos, videos. Sempre a mesma coisa.

    90% do que ensinam sempre tiram o foco dos fatores de ranqueamento. Quanto mais fizeram isso, piores serão os resultados de busca.

    Uma empresa afirmando que deseja o melhor para a “web” pretende deixar a “web” mais rápida, querendo os melhores resultados em seu índice e não revela os fatores de ranqueamento de seu motor de busca? Como pretende deixar a “web” e seu índice melhor? Ha, Google define essa “Web” como o próprio Google. Não é a empresa que presa “Criatividade e inovação” o melhor para a “internet”? Então que revele os fatores de ranqueamento e deixe os demais motores de busca ajudarem na “Web”.

    Pensa somente no próprio google umbigo.Sou contra o Google. Utilizo apresenta bons bons produtos, utilizo produtos de outras empresas também. Porém google há de cair.

    Responder
  5. jontaioba

    Isso ai Ricotta, parabéns pelo artigo.
    Também acho muito bacana esta do Google clinics; Acredito que isso só tem a acrescentar ao mercado de sarch.

    Responder
  6. Rafael Avelino

    Excelentes ferramentas para seo,eu instalei o plugin do google para ver quanto tempo demora para carregar meu blog,mais será que o cache do navegador interfere na analise é melhor limpar o caache?

    Abraço!

    Responder
  7. Marcelo Fernandes

    Parabéns pelo artigo.

    O SEO ainda se apresenta para a maioria dos profissionais de marketing com uma palavra muito técnica.

    Na percepção da maioria esse ainda é um tema exclusivamente voltado a webmasters. No entanto, ainda não se percebeu que embora o SEO tenha uma componente técnica (pois exige algum conhecimento), ele tem sua componente estratégica ligada ao planejamento do conteúdo do site.

    A maioria dos sites precisam compreender que tem que se tornar “organismos” vivos se quiserem ter bons resultados de busca.

    Somente o conteúdo memorável para o cliente, faz com que todas essas ferramentas de análise sejam realmente úteis.

    abs//

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>