Olá pessoal, quanto tempo!

O mundo anda fascinado por SEO e anda se esquecendo de alguns fatores simples que também são muito importante.

Para criar um site de sucesso, não adianta apenas aplicar as melhores técnicas de SEO para estar nas primeiras posições dos resultados de busca e achar que todos os seus problemas estão resolvidos.

O que adianta receber um grande volume de visitas se ao entrar no site o visitante não consegue encontrar uma determinada informação ou adquirir um serviço porque não a encontrou ou porque a interface era tão desagradável que ele preferiu abandonar site e procurar um melhor já que no mundo online o seu concorrente está apenas a um clique de distância.

Pensando nisso, entra em questão a usabilidade do site, o desejo de criar interfaces amigáveis a fim de oferecer ao usuário seu produto da melhor forma possível.

Muitos fatores devem ser considerados quando o objetivo é criar uma interface ‘user-friendly’. Então, algumas dicas para melhorar a usabilidade do seu site:

1. Fique de olho tempo de carregamento

Uma coisa chata da web é ter que esperar um conteúdo carregar. O mundo ultimamente está sempre com pressa. Geralmente os usuários navegam na internet durante aqueles 15 minutinhos entre um compromisso e outro.

Imagina você com apenas alguns minutinhos para encontrar aquela informação importante ter que esperar a página carregar.

Quando isso acontece grande parte dos usuários voltam aos resultados de busca, fazem a pesquisa novamente a fim de encontrar um site que não exija esse tempo de espera.

2. Disponibilize um conteúdo fácil de ler

Você achou a informação que tanto queria, mas tem que fazer aquele esforço para ler porque o letra está muito pequena, com cor próxima do fundo e ainda meio embaçada.

Imagina você fazendo uma pesquisa importante para seu trabalho de conclusão de curso. Você encontra um artigo muito interessante, porém ele é super longo e difícil de ler.

Neste caso, as pessoas acabam procurando um outro site que tenha uma informação semelhante e que seja mais fácil de ler.

Além disso, para muitos search engines, letras muito pequenas com cores próximas ao fundo são consideradas spam.

3. Disponibilize um conteúdo organizado

Os usuários não leem todo o conteúdo de uma página como se fosse um livro. Eles leem primeiro o que chama a atenção.

Exemplo de um conteúdo não organizado:

Conteúdo Não Organizado

Então, colocar títulos e subtítulos bem descritivos facilita a leitura e o entendimento do usuário. Desse modo, é possível saber do que se trata uma determinada parte sem que precise ler todo o conteúdo da página.

E dividir o conteúdo em parágrafos pequenos faz com que o usuário não desista de ler antes de começar.

Em comparação ao exemplo anterior, um conteúdo organizado:

Conteúdo Organizado

4. Utilize atributo ALT na imagem

O atributo ALT nas imagens é interessante, pois caso a imagem não carregue por algum motivo o texto é colocado no lugar. Assim o usuário pode tentar imaginar a imagem que apareceria no local.

Os search engines não conseguem identificar conteúdo da imagem. Então, o atributo ALT tem o objetivo de fornecer algum tipo de informação sobre a imagem.

5. Faça uma página 404 customizada

É comum clicar em um link e cair em uma página não encontrada. Por mais que você cuide do seu site isso pode acabar acontecendo.

Quando isso acontece, na maior parte dos casos, o visitante acaba abandonando o site, pois raramente ele clica no botão de voltar do navegador.

Por isso, para não perder o visitante, a melhor opção é criar uma página de 404 personalizada, com links para outras páginas do site para que o usuário tenha outras opções além de deixar o site.  Como exemplo temos a página com erro 404 customizada:

Page 404 Customizada

6. Faça um site fácil de navegar

Quando um visitante entra em site pela primeira vez ele não sabe onde estão às informações, logo tem que procurá-las. Para isso ele usa a intuição se perguntando onde pode estar tal coisa.

Se a navegação for complexa ele vai ter muita dificuldade para encontrar o que quer e pode acabar desistindo no meio do caminho o que geralmente acontece. Para que isso não aconteça uma navegação simples e intuitiva é a melhor opção.

De acordo com estudos de usabilidade os usuários tentem a ler o conteúdo em forma de F. Desta forma o melhor é que a barra de navegação esteja na lateral esquerda ou no topo.

Outro problema relacionado à navegação é sobre a aparência dos links. Não ter um padrão para os links prejudica a usabilidade pois o usuário nunca tem certeza o que é um link e o que não é sendo necessário passar o mouse sobre o conteúdo. Sendo assim, na maior parte dos casos o mais usado é o underline.

Além disso, os links devem ter texto âncora descritivo para que o usuário saiba para que página vai se clicar no link.

7. Coloque o conteúdo mais importante no começo

Grande parte dos usuários web são adeptos a lei do menor esforço. Quanto mais fácil achar o que deseja melhor. Quando um usuário está procurando um determinado conteúdo na web então quanto mais rápido e fácil ele encontrar  melhor.

Colocar o conteúdo mais importante logo no começo permite ao usuário identificar do que se trata sem a necessidade de ficar percorrendo toda a página para descobrir. Assim, diminui a possibilidade de abandonar o site por não ter encontrado o conteúdo porque ficou com preguiça de ir até o final da página.

8. Tenha páginas com títulos explicativos

A tag TITLE é poderosa. O usuário pode identificar o conteúdo da página apenas lendo o título. Neste caso ele sabe do que se trata e se é o que precisa.

Com relação à página dos resultados de busca, o título aparece em destaque e os usuários têm tendência, além de clicar nos primeiros resultados, escolher o que está mais relacionado com o que está sendo pesquisado através de um título atrativo aumentando assim o CTR da página.

Para os search engines a importância é ainda maior. A TITLE é um dos elementos mais importantes da página. Por isso, colocar as keywords na title da página e cada título ser único influencia no ranking.

9. Utilize URL amigável

Um dos lados negativos da web nos dias atuais são os spams. URLs não amigáveis cheia de caracteres estranhos são umas das características dos conteúdos spams.

Exemplo de URL não amigável:

URL Não Amigável

Devido aos spams os usuários web tem um certo receito de entrar em páginas com esse tipo de URL. Logo, ter uma url amigável ajuda a evitar esse tipo de engano. Além disso, uma URL amigável é mais fácil de ser memorizada caso o visitante queira retornar na página no futuro.

Exemplo de URL amigável:

URL Amigável

URL amigável também influencia no ranking, desta forma deve ser aproveitada utilizando as keywords da página na url.

Concluindo

Como vimos, não adianta aprender as técnicas mais mirabolantes de SEO se você não ajuda quando o usuário já está no seu site. Não adianta ter o melhor conteúdo se o usuário não consegue encontrar. Por isso, se você quer criar interfaces amigáveis a primeira coisa que deve ter em mente é “Não faça o usuário pensar!”.

Gostou do post? Deixe seu comentário ou conte-nos alguma modificação que você fez para melhorar a usabilidade do seu site.

T+