Olá leitores da Agência Mestre!

Ontem, o Matt Cutts, publicou em seu blog pessoal uma questão muito discutida na área de SEO: “quantos links posso ter em uma página?”. Esta pergunta sempre foi muito controversa, vários acreditavam em poucos links, outros diziam que muitos links não tinham problemas. Pois bem, o Matt veio para esclarecer a história.

Para quem não sabe, o Google tem uma indicação em suas Guidelines para Webmasters dizendo sobre a quantidade de links:

  • Make a site with a clear hierarchy and text links. Every page should be reachable from at least one static text link.
  • Offer a site map to your users with links that point to the important parts of your site. If the site map is larger than 100 or so links, you may want to break the site map into separate pages.
  • Create a useful, information-rich site, and write pages that clearly and accurately describe your content.
  • Think about the words users would type to find your pages, and make sure that your site actually includes those words within it.
  • Try to use text instead of images to display important names, content, or links. The Google crawler doesn’t recognize text contained in images.
  • Make sure that your <title> elements and alt attributes are descriptive and accurate.
  • Check for broken links and correct HTML.
  • If you decide to use dynamic pages (i.e., the URL contains a “?” character), be aware that not every search engine spider crawls dynamic pages as well as static pages. It helps to keep the parameters short and the number of them few.
  • Keep the links on a given page to a reasonable number (fewer than 100).

Esta história, ou dica, foi esclarecida no post do Matt Cutts, onde o mesmo afirma, que de início, eles recomendavam isto pelo fato do Google indexar apenas 100Kb de página, traduzindo em termos mais simples, cerca de 100 links era algo que traria não muito do que 100Kb, sendo que se sua página tivesse mais de 100Kb, o Google poderia não indexá-la.

Em seguida, ele afirma que hoje a história é outra, o Google indexa muito mais do que 100Kb por página mas, o motivo da recomendação mudou: agora eles pensam na experiência do usuário. Um usuário não gosta de encontrar muitas formas de caminhar na página. Lógico que existem excessões, mas normalmente você deseja poucos links, links informativos, e normalmente isto não passa de 100 links por página.

Mas aí você pode se perguntar, automaticamente o meu site será considerado SPAM caso eu tenha mais de 100 links? A resposta é não.

Does Google automatically consider a page spam if your page has over 100 links? No, not at all. The “100 links” recommendation is in the “Design and content” guidelines section.

É claro, que se você praticar técnicas de Black Hat você poderá ser punido, mas se os seus 200, ou 300 links, forem bem relevantes aos usuários, não existe problema algum.

Minha opinião é de que se você necessita de mais de 100 links em sua página pense bem, pense duas vezes, ou até mais. Se existe uma “dica” do Google sobre a quantidade de links, é melhor seguir.

Outro pilar forte para sustentar a idéia de poucos links é a questão do Link Juice, quanto mais links você tiver em sua página, mais você estará distribuindo seu Juice entre as páginas internas. Talvez a melhor opção é pensar em uma arquitetura interna mais organizada ou mais orientada a certas páginas.

Por fim, trago duas ferramentas super relevantes, a primeira para medir o tamanho de sua página e a segunda para contar a quantidade de links que você possui em sua página. Vamos à elas:

LinkCounter

Este plugin do Firefox possibilita você a ter informações dos links de uma página, tais como: links internos, links externos e muito mais.

YSlow

O YSlow também é um plugin para o Firefox que se integra ao popular Firebug para mostrar, baseado nas regras do Yahoo!, onde o seu site está perdendo desempenho. Ele é recheado de informações para melhorar o seu website e saber onde tirar aqueles Kb que podem agilizar o carregamento da página.