Todos nós já ouvimos falar que contrariar as guidelines do Google e/ou utilizar técnicas Black hat podem acarretar em punições do Google em seu site. Entretanto, identificar quando ocorre uma punição e o motivo pelo qual ela foi realizada é uma tarefa cuja complexidade cresce à medida em que os trabalhos de acompanhamento do site são incompletos.

Por exemplo, não é possível perceber se houve punição no posicionamento do site se não é acompanhado o posicionamento das palavras-chave ao longo do tempo.

Para facilitar esse processo de identificação de punições, abaixo seguem algumas dicas de como identificar sintomas que podem indicar se seu site foi punido ou não pelo Google. Por exemplo:

  1. Atenção ao número de páginas indexadas
  2. Acompanhar o posicionamento das palavras-chave
  3. Verificar a lista de sites não seguros

Sendo que o terceiro item não é necessariamente uma rotina diária, mas é uma boa maneira de confirmar se um determinado site  está com algum problema ou não. Na sequência, vou detalhar cada um dos tópicos.

Número de Páginas Indexadas

Primeiramente, verifique o número de páginas indexadas através do comando “site:”.

site

É comum ocorrer pequenas variações no número de páginas de dia para dia – entretanto, se essa variação for muito grande é interessante procurar por outros sintomas que podem te dizer se seu site foi realmente punido ou não pelo Google.

A situação mais preocupante ocorre quando o número de páginas indexadas é igual a zero. Isso pode acontecer tanto pela configuração errada do arquivo robots.txt, quanto pela meta tag robots das páginas do site, ou mesmo algum problema grande com redirecionamentos. Ou seja, existe alguma razão impedindo que o bot consiga acessar as páginas do site e, conseqüentemente, elas não são indexadas.

Para confirmar se existem erros em relação ao acesso do bot em suas páginas, basta ter o site configurado no Google Webmasters Tools e acessar a opção: Diagnostics -> Crawl Errors da ferramenta.

GWT - crawl errors

Nessa seção, é possível verificar quais páginas foram restritas por robots.txt, erros no Sitemap.xml, páginas não encontradas ou que demoraram demais para retornar informação (time-out). Se for algum erro cometido, basta consertar e esperar, pois o Google vai encontrar as suas páginas.

Agora, se não foi encontrado nenhum dos erros citados acima, é certo que o site foi punido pelo Google – e por um motivo grave. Entre eles estão os geradores de conteúdo, conteúdo super otimizado (e não amigável aos usuários) e compra ou venda de links – nos três casos, remova todas as violações e envie o pedido de reconsideração – se comprometendo a limpar o site completamente.

Posicionamento de Palavras-Chave

Faz parte da rotina de um SEO fazer o acompanhamento do posicionamento das palavras-chave do site, mas mais importante do que simplesmente acompanhar, é prestar atenção tanto no posicionamento quanto nas urls rankeadas, além de saber diferenciar uma perda de posicionamento brusca do efeito “io-io” – que freqüentemente ocorre nos resultados das Search Engines, especialmente para keywords mais concorridas.

Quando o site é muito novo e a quantidade de links de entrada ainda é muito pequena, qualquer perda de links pode fazer com que o seja atingido em seus rankings. Eis aqui a importância de prestar atenção ao analisar as quedas de posicionamento.

No caso de uma punição, os rankings do site geralmente caem como um todo (embora as páginas continuem a ser indexadas). Mas muito se comenta, também, na punição sobre um termo de busca, ou termos de busca isolados. Diferenciar a punição granularmente assim é mais complicado, mas os sintomas e soluções são os mesmos.

No caso de uma punição no posicionamento do site, analise as técnicas on-page e off-page utilizadas e se elas contrariam as guidelines do Google. Se sim, certifique-se de deixar de usar essas técnicas e, da mesma maneira que no caso de exclusão do site do índice, faça o pedido de reconsideração.

Aliás, quando se fala em verificar o posicionamento geral do site, é interessante verificar também o posicionamento do site para a pesquisa pelo nome do domínio.

mestreseo

A situação ideal é a demonstrada acima. Para a pesquisa pelo nome do domínio, o ideal é que seu site esteja em primeiro lugar – se para essa pesquisa o seu site estiver em uma posição muito afastada (30+, 50+, …), ele pode estar sob efeito de alguma penalização.

Lista de Sites Não Seguros

O Google atualiza constantemente a lista de sites não seguros de seu índice. Essa lista é formada principalmente por sites spammers, fontes de malware e conteúdo duplicado – ou seja, vale a pena conferir se seu site não entrou nessa lista.

Para tanto, basta acessar: http://www.google.com/safebrowsing/diagnostic?site=mysite.com. Onde você substitue o “mysite.com” pelo seu próprio site.

Abaixo, um exemplo do Safebrowsing com o site orgsite.info, um dos sites já incluídos na lista de sites suspeitos do Google:

safebrowsing orgsite.info

A vantagem de utilizar o Google Safebrowsing é que ele lista os problemas ocorridos dentro do site e até dá umas dicas de como melhorar sua situação.

Acompanhar o site em todos os aspectos é muito importante, pois é através dessa rotina que é possível perceber fatos que podem ser indícios de uma punição – por exemplo, o tráfego do site (além dos já citados, número de páginas indexadas e posicionamento das palavras-chave). Além, é claro, de possibilitar analisar da melhor maneira possível quais os pontos precisam ser melhorados – dados essenciais para guiar as próximas estratégias de SEO.