Neste artigo, você vai aprender mais sobre otimização de URL, conhecer cada detalhe sobre o assunto e até compreender como potencializar seu site por meio da construção destes links.

Sempre estou por dentro dos processos aplicados aqui na Agência Mestre e gosto de entender a área de SEO, assim como o que acontece no decorrer dos projetos, olhando desde a visão do Assistente de SEO, passando pelo Analista de SEO e em seguida pelo Coordenador do Projeto.

Quando você observa todo o projeto de fora, você consegue ver um padrão na repetição de tarefas, entre outros detalhes:

Dado este cenário, vou hoje compartilhar alguns pontos relevantes sobre a otimização de URLs, mas também quero destacar duas frentes:

  • URLs Amigáveis: onde precisamos estruturar o novo conjunto de URLs para o cliente e em seguida validar uma a uma as URLs produzidas;
  • Redirecionamentos: onde, no decorrer do projeto, precisamos redirecionar uma URL para outro endereço e, em muitos casos, enviados documentos com muitas URLs para serem redirecionadas;

O que saber antes de fazer a otimização de URL

Um dos assuntos que sempre tratamos no Curso de SEO ou quando repassamos em projetos de clientes é sobre URLs. Apesar do assunto parecer muito completo, ele é bem simples de entender. Parta sempre do princípio que uma URL óbvia é uma ótima URL.

Quando você olha para a barra de endereços do navegador e se consegue saber qual o conteúdo da página, antes mesmo de carregar esse conteúdo, temos uma URL perfeita. Uma única e simples linha que transmitirá informação suficiente sobre conteúdo e chamará atenção por si só através de e-mails, links inclusive mecanismos de busca!

Dicas de como fazer otimização de URL

Ainda que o bom senso aqui seja um forte indicador, separei alguns itens que você precisa verificar sempre:

1. Use URLs Curtas

Apesar de não existir uma regra junto aos mecanismos de busca para manter URLs mais curtas, a sugestão aqui é que quanto mais curta a URL, mais fácil será lembrá-la, copiá-la, passar adiante, usá-la de todas as formas possíveis, facilitando sua divulgação.

É mais uma relação de confiança e fácil assimilação.

2. Muito Cuidado com Parâmetros na URL

Em muitos casos é necessário que o sistema gerenciador do site (CMS) precise incluir parâmetros na URL para conseguir executar um filtro, uma busca ou alterar uma ordenação de informação. Isto é bem comum mas ao mesmo tempo gera um certo problema junto aos mecanismos de busca, pois aumentam as chances da ocorrência de conteúdo duplicado.

3. Remova as Sessions IDs

Sessions ID’s em URLs como por exemplo www.meusite.com.br/jsessid=15dfeg78w9, em sua grande maioria, são utilizados apenas para marcar usuários, fazendo com que os mecanismos de busca, ao revisitarem o mesmo conteúdo, encontrem uma nova URL, gerando conteúdo duplicado.

Desta forma, se o seu CMS ou código cria estas variáveis de sessão, recomendo fortemente que você procure marcar o usuário com Cookies e não com uma variável de sessão na URL.

4. Use palavras-chave na sua otimização de URL

Na busca de tráfego para um site, um dos pontos mais clássicos para contribuir no processo de SEO é tornar as URLs mais amigáveis, utilizando-se de palavras-chave na URL, especialmente quando a competição dentro do conjunto de palavras-chave a se usar é alto. Para páginas dinâmicas com CMS você provavelmente terá uma opção de ativar “permalinks” ou “URLs amigáveis”, facilitando todo o processo. Agora, se o seu projeto é organizado na mão, você precisará criar pastas e nomes dos arquivos já pensando em qual conteúdo cada uma vai conter.

5. Utilize palavras e não números

Palavras descrevem muito melhor um conteúdo do que números, portanto, ao criar “pastas” ou nomes de páginas, evite p123/arq321/… ou /?p=123 , uma vez que /noticias/esporte/ será muito mais informativo, contendo os termos principais que serão encontrados dentro da página.

Se não for possível neste momento, ter as URLs sem números, não se preocupe pois esta é uma recomendação apenas e não resultará em perda de posicionamento.

6. Padronize as URLs

Estabeleça um padrão para o site e siga-o! Se estiver decidido que os separadores serão hífens, que assim sejam em todas as páginas. A padronização ajuda a manutenção e compreensão do site, bem como a navegação.

Maiúsculas e Minúsculas

As URLs podem conter tanto letras maiúsculas quanto letras minúsculas, mas preferencialmente, use letras minúsculas. Isto cria uma padronização e facilita a leitura pelos usuários.

7. Utilize hífen para separar as palavras

Às vezes uma frase acaba se tornando uma URL e a melhor forma, mais recomendável, de se separar as palavras dentro dessa URL é usando hífens. Contudo, alguns desenvolvedores utilizam-se de alternativas como o underline (_) e o mais (+). Porém, o hífen tem maior aceitação e uso.

Quando falamos de opinião do Google, o seu engenheiro Matt Cutts, já afirmou que o uso de hífens é a melhor maneira de se separar as palavras-chave de uma URL, pois os robôs de busca reconhecem o hífen como sendo um espaço em branco diferentemente do underline ou underscore.

Mas fique atento para não usar muitas keywords deixando a URL muito grande e parecendo spamada como por exemplo: www.meusite.com.br/futebol/flamengo/o-retorno-do-adriano-para-o-flamengo-deve-ajudar-o-time-carioca-a-ganhar-mais-jogos. Você pode conferir abaixo o vídeo do Matt Cutts sobre o assunto:

8. Faça a canonização de URLs

Hoje em dia, um dos maiores problemas junto à URLs é duplicação de conteúdo, como já mencionamos anteriormente no artigo. O ponto aqui é reforçar que você verifique se a adição de parâmetros na URL altera ou não o seu conteúdo e, se existe o uso da tag canonical para que não gere conteúdo duplicado.

Um teste simples é verificar uma URL, adicionando parâmetros falsos:

  1. www.meusite.com.br/diretorio/o-nome-da-minha-pagina
  2. www.meusite.com.br/diretorio/o-nome-da-minha-pagina?utm_source=facebook
  3. www.meusite.com.br/diretorio/o-nome-da-minha-pagina?abbba=teste
  4. www.meusite.com.br/diretorio/o-nome-da-minha-pagina?teste

Se no teste acima todas as páginas carregam exatamente o mesmo conteúdo, você precisará verificar se há a existência da tag canonical para prevenir o conteúdo duplicado. Basicamente este processo é chamado de canonização de URL’s.

9. Faça o redirecionamento 301 ao fazer otimização de URL

Evite ao máximo ter que mexer na estrutura das URLs do seu site, principalmente se ela estiver lá há um bom tempo. Porém em casos de extrema necessidade, você precisa considerar fortemente o uso de redirecionamento 301 para a nova URL, minimizando os danos da mudança.

Um ponto importante, que muitos realizam e depois vira um grande problema é não redirecionar toda e qualquer URL antiga do seu site para a página inicial do seu novo site, para “agilizar o processo”. Isto na verdade vai causar uma grande confusão junto aos mecanismos e fazer com que toda a sua autoridade fique direcionada para a página inicial.

Um caso bem comum em SEO é redirecionar uma URL para outra, seja para mover um conteúdo de lugar, seja para “aposentar” uma página antiga, ou ainda para remover a página de um produto que não está mais disponível. Para todos os casos, você pode fazer uma listagem do que deve ser feito e o tipo de redirecionamento a ser aplicado. Com base nesta listagem, o time de TI poderá efetuar os redirecionamentos requeridos.

O ponto aqui é fazer 1 para 1, ou seja, redirecionar cada URL antiga para uma URL nova correspondente.

Pastas influenciam na indexação?

Muitas pessoas costumam me perguntar nos cursos sobre a quantidade de “pastas” ou diretórios em uma URL. Afirmo a você que isto não irá influenciar no seu posicionamento. O que influencia e tem um peso significativo é a profundidade para encontrar uma página, ou seja, está relacionado à arquitetura e não a quantidade de pastas.

Frases na URL

Às vezes uma frase acaba se tornando uma URL e a melhor forma, mais recomendável, de se separar as palavras dentro dessa URL é usando hífens (noticias/esporte/gols-da-rodada). Existem alternativas como o underline (_) e o mais (+). Porém, o hífen tem maior aceitação e uso.

Conclusões

A definição de URLs é um trabalho que começa no momento da criação da arquitetura do site, facilitando a configuração para o time de desenvolvimento e também ajudando aos colaboradores do projeto a entenderem qual página fala sobre qual assunto.

Apesar de, nos dias de hoje, ser muito mais fácil utilizar URLs amigáveis, ainda existem projetos que precisarão alterar as suas URLs. Assim, lembre-se sempre de que para alterá-las você precisará utilizar um redirecionamento 301, de URL antiga para URL nova e, ainda sim, poderá perder um pouco de tráfego orgânico.

Espero que você tenha gostado do artigo sobre otimização de URL e dos esclarecimentos compartilhados. Caso tenha alguma dúvida, deixe abaixo nos comentários!