Olá Leitores da Agência Mestre,

A internet está crescendo cada vez mais no Brasil, e a população brasileira começa a ver o computador como um meio de comunicação.

A UOL organizou em um website uma série de pesquisas com dados comprovam como a internet se desenvolveu, tornando-se um instrumento de trabalho, de entretenimento, de serviços e que consequentemente atingiu uma parcela da população que abandonou seus televisores e começou a interagir cada vez mais com o a tela do seu microcomputador.

Dados das Pesquisas

  • A internet já atingiu 40% da população. Ela cresce sem parar e em todos os públicos.
  • Mais de 60% dos jovens, de 10 a 24 anos, estão online.
  • A internet é hoje uma mídia nacional: a penetração nas principais praças do nordeste é similar a do Sudeste e Sul.
  • O Brasileiro é quem passa mais tempo online no mundo.
  • O Brasil já é o 7º maior mercado em números de internautas no mundo. É 7º em publicidade em geral, porém só o 15º em publicidade online.
  • O Brasileiro que acessa a internet passa 3 vezes mais tempo online do que vendo TV.
  • A internet foi o meio que mais cresceu em 2008, representando 44%.

Por isso é importante investir na Internet e começar a ver, e entender os serviços que ela oferece. Um desses é a transação comercial, as vendas online, um ramo de atividade econômica que mais cresce no mundo, e que no Brasil não é diferente.

O Comércio Eletrônico no Brasil, e-commerce, movimentou 193 bilhões  de dólares em 2008. A quantia representa um aumento de 13% em relação a 2007,  essa movimentação só tornou-se possível, pois as empresas ou os consumidores finais realizaram compras pela internet. Deste total, 140 bilhões vieram de compras realizadas entre empresas, enquanto os 53 bilhões de dólares restantes foram de compras de consumidores finais. (Fonte: FGV – Fundação Getúlio Vargas).

Com este sucesso do comércio online, surge uma nova tendência para o e-commerce: sites especializados neste serviço começam a buscar novas maneiras de se promoverem na rede, sendo uma delas a agregação de SEO em seus sites.

Mais surge uma dúvida, como utilizar SEO e E-commerce juntos?

Não existe SEO se não houver a preocupação em fazer com que seu site seja visto pelos motores de buscas. A primeira ação a ser feita em sites de e-commerce é começar a se preocupar com os buscadores do Google.

Vamos mostrar algumas ações de SEO que devem ser realizadas em site de e-commerce:

Descrições

  • Evite descrições dos fabricantes: Não se prenda em simplesmente copiar e colar as informações do site do seu fabricante. Escreva novos conteúdos, e re-escreva as descrições dos produtos vendidos em seu site, tornando-se um conteúdo único na internet.
  • Crie descrições únicas para cada página de produto, isto irá garantir conteúdo exclusivo para cada página.
  • Concentre-se em criar termos singulares na descrição de produtos oferecidos pelo site.
  • Use iframes para conteúdos duplicados. Se você tiver conteúdo repetitivo que deve aparecer em cada página, ou as descrições do seu produto não for única, considere colocá-los dentro de uma iframe.

Palavras-Chave

  • Criar novas palavras-chave para cada produto: Assim como cada produto tem um registro em catálogo com um nome, preço e marca, ele deve ter as suas próprias palavras-chaves. Para cada novo produto oferecido em seu site, deve ser adicionado como uma nova palavra-chave, pois, a maioria das pessoas ao buscar algum produto na internet irá procurar pelo nome do produto que deseja encontrar.
  • Não faça uso excessivo de palavras-chave.
  • A fim de determinar a eficácia do seu site por completo, é interessante ter um número de palavras-chave exclusivas que são encontrados durante um determinado período de tempo (sazonalidade de produtos). Dividida essas palavras-chave utilizando as páginas indexadas pelo Google. Isto dará a sua página um bom rendimento, mesmo um pequeno aumento de tráfego, significará um grande aumento em sua receita.

Páginas/URL

  • Faça com que seu produto (página de produto) esteja apenas dois a três cliques da sua página incial. Muitos sites colocam seus produtos em várias categorias e sub-categorias, fazendo com que o produto fique escondido e difícil de ser encontrado. Mantenha seu produto mais próximo da página inicial, sua principal fonte de PageRank. Esta também é uma maneira de simplificar sua URL.
  • Evite utilizar uma única IDs de sessão na URL do site, isto cria muito conteúdo duplicado para as Seach Engine.
  • Crie um Feed RSS produto, crie um produto principal e o apresente aos agregadores de produtos relevantes. Está é uma maneira de criar links para a sua página de produtos.
  • Crie uma página otimizada para cada marca de produto. Muitas pessoas ao buscarem por produtos na internet, utilizam como fonte de busca a marca.
  • Use iframes para conteúdos duplicados. Se você tiver conteúdo repetitivo que deve   aparecer em cada página, ou as descrições do seu produto não for única, considere   colocá-los dentro de uma iframe.
  • Não use “Veja mais” ou “Veja”. Certifique-se que tem link para cada página de produtos, com texto âncora, que possua mais do que apenas palavras como “Veja” ou “Veja Mais”.

Produto

  • Codifique o seu produto, permita que seu cliente fale a respeito do seu produto. Permitindo que esta expressão, você verá como ele vê e  procura o produto que deseja  na internet, sé é através de gírias ou outra maneira, criando assim um novo grupo de palavras-chave.
  • Crie páginas com os nomes dos produtos, elas irão dizer muito mais que páginas com códigos dos produtos para os buscadores. Fazendo isso, sua URL também ficará personalizada e quem visitar seu site não ficará perdido. Ex: Ao invés de usar www.nomedoseusite.com.br/?ID=87488 use www.nomedoseusite.com.br/palavra-chave.
  • Crie um Feed RSS produto, crie um produto principal e o apresente aos agregadores de produtos relevantes. Está é uma maneira de criar links para a sua página de produtos.

Buscas

  • Otimize as imagens do site. Certifique-se que seus produtos tenham imagens exclusivas, isto lhe trará um grande tráfico do Google Imagem Search. Vários clientes ao procurar por produtos buscam direto por imagens, pois muitas vezes preferem ver o produto do que somente ler sobre ele.
  • Otimize a pesquisa interna do seu site. Este é um fator relevante para e-Commerce SEO, o visitante que encontrar seu site utilizando um motor de busca, provavelmente irá esperar que a pesquisa interna do seu site funcione muito bem.

Título

  • Use atributo – Título – apropriados para cada texto âncora, isto fornecerá aos motores de busca mais informações sobre o conteúdo da sua página. Apesar de não ser tão relevante quanto o próprio texto âncora, o título atributo ” Title Attributes” são fatores de rankeamento.
  • Criação de texto âncora: Links internos não dizem muito e principalmente não passam informações da página para motores de buscas, por isso, utilize os textos do seu site para criar um texto âncora, rico em links relevantes.

Agora que já sabe o que fazer para que seu site de e-Commerce comece a ter mais sucesso com SEO. Bom trabalho e boa sorte!