Dando continuidade ao tema Conteúdo Duplicado, neste post trago o que não é considerado conteúdo duplicado pelo Google e um pouco mais sobre a questão de ter um mesmo texto em diversos idiomas.

No meu último post sobre conteúdo duplicado: Conteúdo Duplicado: Punição ou Não?, eu apontei algumas razões pelas quais o filtro de conteúdo duplicado do Google não deve ser considerado uma punição, em especial, uma punição, ou “ajustes no ranking” como eles dizem, só é executada quando são quebradas as guidelines do Google, e, no caso geral, conteúdo duplicado não é uma quebra dessas guidelines.

Como já foi visto, também, conteúdo duplicado pode sugir tanto quando alguém copia o seu conteúdo, ou quando o próprio webmaster publica o mesmo conteúdo em mais de um lugar (Social Media), ou dentro do próprio site.

Contudo, existem alguns itens e tipos de páginas que o Google não considera como conteúdo duplicado.

The Big Google Dupe

O que não é Conteúdo Duplicado?

Muitos webmasters se preocupam com a apresentação de um mesmo texto em diversos idiomas, inclusive o Luis, que me fez uma pergunta interessante no meu post sobre a discussão se Conteúdo Duplicado é uma punição ou não. Ele pretende criar uma determinada página em mais de um idioma e ficou em dúvida se isso geraria conteúdo duplicado ou não.

Aí vem um esclarecimento do Adam Lasnik (Google’s Search Quality Team), explicando o que não é conteúdo duplicado:

Though we do offer a handy translation utility, our algorithms won’t view the same article written in English and Spanish as duplicate content. Similarly, you shouldn’t worry about occasional snippets (quotes and otherwise) being flagged as duplicate content.

Multiplos Idiomas não é Conteúdo Duplicado

Pois bem, ali está a resposta. Tipicamente o Google não considera o mesmo conteúdo em diversos idiomas dentro de um site como duplicado. Mas se você pretende lançar um site inteiro em outro idioma, é extremamente recomendado que você hospede o site no país que fala tal idioma e aplique a TLD correta (TLD – .fr para França, .com.br para o Brasil, etc). A Nathalia, aqui do Agência Mestre, publicou um post com dicas de como ter um bom posicionamento em um país específico. Evite subdomínios ou pastas (/mestreseo.com.br/en, /mestreseo.com.br/es, /mestreseo.com.br/fr) para separar os idiomas.

Blockquotes Evitam Conteúdo Duplicado

O uso das tags <blockquote> evita que um documento seja filtrado por conteúdo duplicado. Como eu fiz neste post, e no post com a discussão sobre conteúdo duplicado e punição, os trechos que eu achei em outros sites e blogs, e que achei importante incluir dentro do meu post, foram colocados em tags <blockquote>, entre àspas, pois as citações não são minhas, são copiadas de outros locais, cuja origem está devidamente especificada, e eu não quero ser filtrado por conteúdo duplicado.

Neste caso, seria muito improvável que os meus posts fossem considerados conteúdo duplicado, pois as páginas com as citações que eu incluí não rankeiam no Brasil, e nem as minhas páginas rankeiam nos EUA. Mas de qualquer maneira, esta é a forma correta de fazer as coisas.

Conteúdo Duplicado – Eu Não

É isso aí, acho que este post esclarece a questão levantada pelo Luis e ainda indica formas de citar conteúdo de outros sites sem gerar conteúdo duplicado e ficar fora das principais páginas de resultados de pesquisa.

De modo geral, além das tags <blockquote>, simplesmente citar trechos de outros sites, mesmo sem usar as tags, também não implica em conteúdo duplicado, desde que tenha bastante conteúdo original junto e, o principal, cite (link para) a origem.

Para o caso de publicar o mesmo texto em vários idiomas, considere a possibilidade de lançar sites com a TLD correta, hospedados em servidores no país correto.

Pois bem, ao longo do seu trabalho de SEO, fique atento à mais esses detalhes para a otimização do site não ir por água a baixo. Comente, levante novas questões que nós vamos ajudar o quanto for possível. Abraços, assinem o nosso feed e até a próxima!