Social Commerce, a Venda de Produtos no Facebook

Por Ique Muniz

Redes Sociais

Social Commerce, a Venda de Produtos no Facebook

Comprar e vender na Internet já é comum, fácil e seguro. A comodidade só aumenta a medida que o usuário tem menos esforço na navegação para adquirir produtos. Algumas empresas aproveitaram o boom do Facebook para integrar o conceito social com as oportunidades de negócio. Você sabia que já existem e-commerces dentro da rede social? Conheça e saiba como tirar proveito desta estratégia.

Ique Muniz

Social Commerce - Venda de Produtos no Facebook

Olá amigos da Agência Mestre!

Quem esteve no último Curso de SEO acompanhou que fizemos uma breve apresentação do Facebook e os motivos de se dar um pouco mais de atenção a essa rede social que já estamos aqui discutindo há algum tempo. Falamos sobre fan pages, FBML, a integração com o Bing e o conceito social, que envolve o Facebook e tem um peso determinante nas decisões de outros usuários.

Ao final da apresentação, esticamos um pouco a conversa. Falamos de inovações e, ao lado do Fábio Ricotta, mencionamos que até e-commerces estão sendo criados e integrados com a rede social, possibilitando ao usuário navegar pela página de uma determinada empresa, escolher os produtos por lá e efetuar as compras sem, sequer, abrir outra aba do navegador para continuar o processo.

E, com base numa promessa feita aos alunos da décima edição do Curso de SEO, o artigo desta semana trata justamente sobre essa inovação. Como já existem empresas que apostam no e-commerce dentro do Facebook, veremos aqui alguns exemplos de sucesso e também maneiras de se aventurar nesse formato.

O primeiro passo

Já não é de hoje que comprar direto do Facebook é algo novo. No ano passado, a empresa norte-americana 1-800-FLOWERS investiu numa plataforma de e-commerce dentro de sua fan page. O conceito surgiu da discussão que, inclusive, tivemos no Curso: “as pessoas gostam de fazer as coisas num mesmo ambiente, sem ficar pulando de site em site” e, ciente da ascensão do Facebook, a empresa de flores aplicou com sucesso o conceito do e-commerce.

A primeira loja a ter compra pelo Facebook

O processo se dá como qualquer outro. É preciso, no entanto, logar também no site de flores para ter acesso às compras. O pagamento é integrado ao sistema Pay Pal, algo muito comum nos dias de hoje. O 1-800-FLOWERS é o primeiro registro de e-commerce no Facebook.

O conceito de Social Commerce

Bastou o Facebook ganhar mais e mais agregados de lojas virtuais em sua plataforma para que o conceito de social commerce surgisse. Com a influência dos usuários afetando diretamente o desempenho das fan pages, a empresa precisa pensar em boas estratégias, oferecer possibilidades interessantes para agregar cada vez um número maior de fãs e, consequentemente, novos negócios.

Se o sucesso de um bom conteúdo divulgado na rede social já depende da aprovação dos usuários, imagine a mesma relação quando o objeto oferecido é um produto? Lojas que se aventuram no Facebook devem pensar desta forma.

Não é preciso mais apelar para as propagandas e spams. Basta uma boa relação com o seu usuário, uma boa prestação de serviço para que ele, dali de dentro de sua fan page, passe adiante a sua experiência. Ter uma loja dentro do Facebook dá a impressão de que seus compradores passam por ali, compram e, sem deixar o local, já avisam os demais futuros consumidores que sua marca é boa e seu produto vale a pena.

Tomemos como exemplo a fan page da Rachel Roy, uma estilista norte-americana, que desenha roupas, sapatos, bolsas e até jóias. No começo deste ano, ao lançar seu e-commerce com produtos exclusivos para os seguidores do Facebook, ela atingiu um impressionante registro: 1.5 fãs a cada minuto nas primeiras 24 horas do lançamento. Sua base total de fãs subiu 35% de um dia para o outro.

Qual seria a estratégia certa?

Não existe uma resposta concreta para um modelo de sucesso que se aplique neste novo conceito de e-commerce no Facebook (ou social commerce). Assim como uma campanha de Ads, uma fan page que exiba bons conteúdos, é preciso oferecer algo de qualidade, chamativo e que atraia a atenção do usuário que navega pela rede social, seja com intenção de se relacionar, se divertir ou até mesmo se informar.

A intenção de compra existe sempre, basta uma marca saber oferecer seu produto, atraindo o consumidor. Pense em boas ofertas, separe uma linha de produtos apenas para o Facebook, crie uma relação “torne-se um fã para comprar”. São algumas estratégias a se pensar para seu futuro negócio.

E como eu entro nessa?

Já existem alguns aplicativos no Facebook para criar um e-commerce facilmente dentro da rede social. Um deles é o Payvment. Apontado como principal app para qualquer usuário entrar no mundo das compras, ele oferece uma interface simples para criar, configurar e manter um shopping online.

Uma das telas de montagem no Payvment

É possível separar por categorias, criar descrições, configurar preços e até colocar cupons de desconto. Tudo isso é feito de forma integrada com uma conta do PayPal, necessária para que inicie o uso do aplicativo.

De qualquer forma, é mais uma alternativa a se explorar dentro do Facebook. Uma boa dica pra você que deseja englobar tudo dentro dessa poderosa rede social.

LEIA MAIS

Top 8 Erros Comuns em FanPages

Você sabe quais são os erros mais comuns ao criar uma fanpage? Dê uma olhada neste artigo e confira algumas dicas que vão ajudá-lo(a) a identificar erros e melhorar suas estratégias!

Como Criar uma Fanpage: Guia para Criar Página no Facebook

Veja como criar uma página no Facebook, confira as dicas que não podem ser ignoradas e torne a sua empresa visível nessa rede social!

Migração de Perfil e União de Páginas no Facebook

O Facebook possui duas ferramentas que podem auxiliar os usuários a solucionar alguns problemas básicos: a migração de perfil para fan page (para empresas que começaram errado) e a união de várias fan pages em uma (para quem não soube como montar). No entanto, ambas trazem alguns problemas para os usuários, que frequentemente buscam aqui solucionar dúvidas e tentar entender os processos. Fizemos este artigo visando explicar melhor tudo isso.

Comentários
  1. Avatar

    Mais uma vez o Ique Muniz mandou muito bem no post sobre o Facebook.

    Com certeza as empresas estão sabendo explorar muito bem tudo o que o facebook tem para oferecer, mas com certeza, ainda vem mais coisa nova por ai.

    O interessante, é que esse atrativo de um ecommerce na page do facebook faz com que a tendência que um usuário volte aquela page que ele curtiu ou tornou-se fã, aumente, pois, como sabemos, dificilmente um usuário costuma voltar a page depois de curtir. Quem sabe esse não é primeiro passo para mudar essa realidade um tanto quanto fail?

    Abraços,
    Domicio Neto

  2. Avatar

    As empresas/agências precisam entender que uma página no Facebook deve ser pensada para o usuário. A interação e conversão deve acontecer no próprio ambiente da página (rede social). Uma atitude equivoca e comum é mandar o usuário de volta para o site, como se tudo na página fosse direcionado para o site, anulando as possibilidades do próprio ambiente. Na minha opinião, o Social Commerce mostra como o Facebook pode ser completo. Vamos parar de pensar em levar o usuário para o site em busca de acessos, vamos começar a pensar em como podemos aproveitar e criar novas possibilidades nesses ambientes.

  3. Avatar

    Interessante,essas app’s do facebook são desenvolvidas em qual linguagem? Ruby,Php? Gostei da idéia do Social Commerce. E tipo se não conhecem, acessem a página da Sarvaiva http://apps.facebook.com/curtodesconto/

    Muito massa eu achei e outra, isso deve agregar e mto para uma empresa que possui um e-commerce no facebook.

    Abs!

  4. Avatar

    Interessante a matéria! Vocês sabem que já existem aplicativos brasileiros pra montar lojas no face né? Qualquer pessoa com perfil no facebbok pode montar a sua loja. Um aplicativo que é novidade e que achei muito bom foi a MySocialShop, pra quem quer abrir uma loja no face, vale a pena conhecer.

    O site é http://www.mysocialshop.com.br

    • Avatar

      gostaria de melhorar minha loja no face. gostaria de dicas de gente que faz este tipo de trabalho.

  5. Avatar

    Olá, há um aplicativo para criar fanpages de vendas gratuito. http://www.getnovelo.com

    Há também pacotes de marketing para conseguir fans. Eu fiz uma compra no mercadolivre e recomendo.

    Tem até uma discussão no LinkedIN, http://migre.me/6aZMx . Abraço

Os comentários estão fechados.

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?