Interatividade gera exposição no Facebook

Olá, amigos da Agência Mestre!

Depois de uma semana de “folga” por conta do feriado, voltamos com a nossa coluna semanal de Facebook. A pausa foi bacana para reorganizar as idéias, pensar em novas pautas e também analisar o que podemos abordar ainda mais aqui neste espaço, que cresce cada vez mais.

Como sempre, nunca deixo de agradecer o feedback de vocês, que comentam, enviam dúvidas por aqui, me caçam por e-mail, twitter, skype e até pelo próprio contato da Agência Mestre. Procuro atender a todos e, caso não consiga resolver o problema de cara, vou atrás de alguma solução (até para o meu aprendizado).

A pauta desta semana estava reservada para uma entrevista. Por motivos de agenda, jogamos a conversa para a semana que vem. Mas a coluna de Facebook desta semana não ficará abandonada e vamos debater um assunto interessante, que acabou acontecendo na prática aqui na Agência Mestre. Através de alguns exemplos, tentarei mostrar como simples ações podem dar resultado e exposição para sua marca na rede social.

Façam Conosco!

Já abordei por aqui que não é suficiente estar no Facebook por estar. Criar uma simples fan page não é garantia de sucesso dentro da rede. Também não é sucesso certo se você usar das táticas básicas, como pedir para o usuário Curtir antes de ver seu conteúdo, realizar uma promoção simples em troca de like ou criar uma aba personalizada para dar aquele tom diferenciado. É preciso interagir, compartilhar, se expor.

O Facebook veio à tona e ganhou popularidade muito por essas características. Os likes e comentários geram relevância, que por sua vez eleva uma postagem a uma posição privilegiada no Mural. Esta regrinha é básica e fundamental para entedermos que o conceito de interação faz com que sua marca fique ainda mais exposta nas páginas de pessoas que, ou não lhe conhecem, ou não descobriram que você está na rede.

Quando começamos com a fan page da Agência Mestre, tentamos ali naquele espaço fazer um espelho de nosso blog. Configuramos um aplicativo de RSS e deixamos replicar todos os posts que saíam na área de artigos. De pouco tempo pra cá, fizemos algumas mudanças. Apresentamos um MestreCast ao vivo na fan page, montamos abas personalizadas, testamos uma ferramenta através de iFrame… Tudo pensando em movimentar nossa página.

Foi no final de maio que tivemos uma idéia que parecia inocente, mas tornou-se um caminho e também um case para esta coluna: que tal pedir para nossos fãs ajudarem com o tema do MestreCast? Através do Facebook, nossa comunidade sugeriu assuntos para a pauta da edição 25. A postagem rendeu 19 comentários e a rede social passou, dali em diante, a servir de apoio para nossa produção.

Como disse, a idéia era simples, talvez até um escape para o bloqueio criativo de Fábio e eu (hehe) que não achavamos um tema bacana para ser discutido. Mas o feedback, que foi constante a partir de então, nos mostrou que o fã precisa ser ouvido e, com certeza, se sentiu valorizado por ter sido consultado e, principalmente, atendido.

Portanto, sempre que precisamos, consultamos o nosso fã e nosso seguidor no Twitter para que juntos possamos fazer mais um MestreCast:

Comentarios para o MestreCast 29

A imagem foi cortada, mas este post rendeu 30 comentários até aqui

Mas a tática não funciona apenas para consultas. Experimentamos mais algumas interações como divulgar um link, uma simples saudação e também revelar novidades da nossa área de atuação, fazendo com que a postagem vire um campo de debates, como este exemplo do lançamento do Google+.

No fim das contas, a resposta para este tipo de ação veio em forma de estatística do Facebook Insights. Reparem que, do último mês pra cá (quando começamos exatamente a praticar essa interação), os top posts de impressões em nossa fan page foram justamente aqueles em que “conversamos” com nossos fãs:

Top impressões do Insights

Postagens “Engraçadas”

Você pode explorar as possibilidades do Facebook para gerar um retorno de seus usuários dentro da rede social. As ações interativas não se limitam em conversar com seu leitor (postagens que pedem um comentário, uma resposta “obrigatória”). Publicar imagens e/ou vídeos em seu Mural também podem render bons frutos, cativando seu público.

O exemplo a seguir vem de um Perfil. Pois é, ainda que falemos de fan pages, ser interativo também como pessoa funciona.

Muita gente já conhece o Gustavo Guanabara, dono do site Guanabara.info, que ficou famoso por seus podcasts e dicas de tecnologia. O Guanabara também é bastante conhecido de nossa comunidade por estar presente com frequência nos grandes eventos, com palestras muito bacanas.

Não sei qual foi o motivo, mas a fan page de seu portal está parada há algum tempo. No entanto, seu perfil pessoal segue em ampla atividade. Guanabara tem quase 2.500 amigos e, por seu nome ser o seu trabalho, acaba ganhando mais e mais usuários em sua lista. Já de algum tempo pra cá, ele tem feito postagens criativas, engraçadas, que invadem o Mural de seus amigos.

Como sabemos, se estes amigos comentam, curtem ou compartilham o conteúdo, acabam expondo as postagens citadas para os outros usuários, fazendo a bola de neve crescer e levando o Guanabara para públicos ainda desconhecidos. Tudo através de imagens ou vídeos engraçados:

Vídeos engraçados geram buzz

Aliás, é impossível citar este case do Guanabara sem envolver suas famosas montagens. Tirar uma onda de si mesmo também pode gerar grande interatividade!

Guanabara Silvio Santos

Grandes Marcas

A tática de interagir com os fãs já é um trunfo das grandes marcas no Facebook. Ainda que você possa dizer, enquanto lê este trecho, que “elas já são famosas, não precisam de exposição e têm muitos fãs”, é importante manter este tipo de ação.

Como já comentei acima, este sentimento de valorização faz com que o usuário da rede social sinta-se cada vez mais animado em comentar e compartilhar conteúdo.

Como bom fã de esporte, separei casos de canais e meu time querido. As idéias são as mesmas dos exemplos já citados, como a da ESPN Brasil, que divulga os vídeos que são transmitidos na televisão, recebendo bom feedback de seus internautas:

ESPN - comentário de vídeo

O Flamengo, através de sua fan page oficial, posta diversas coisas relacionadas ao clube e seu dia-a-dia e uma simples divulgação de resultado de jogo faz com que seus torcedores agitem a página com comentários e likes:

Comentários sobre o Flamengo

Seja Criativo!

Estas ações são simples, “batidas”. Funcionam na maioria dos casos, mas podem se tornar repetitivas caso você apele sempre para a mesma tática. Como qualquer ação neste mundo do marketing online, ser criativo, diferenciado, pode trazer ainda mais retorno de sua rede de amigos, fãs, seguidores, etc.

Neste ponto, bato palmas para os norte-americanos, tão aclamados por surpreender em suas ações publicitárias. Peguei como exemplo de criatividade, através de uma simples postagem diferente, a página da ESPN Internacional. Além dos posts comuns de notícias, vídeos e perguntas para os fãs e espectadores, a fan page brinca com os usuários.

Que tal um joguinho de adivinhação?

Quem é este jogador?

Ou complete a frase, brincando com os fatos:

Complete a frase

Brincando com seu fã você recebe uma alta quantidade de respostas e likes. Este tipo de interação é altamente viciante e induz novos usuários a participarem.

Use os Recursos do Facebook

O Facebook não se prende ao Mural para fazer com que você interaja com seus fãs. Quem não tem aquele amigo em seu perfil que adora comentar nas fotos alheias? Ou ainda aquela pessoa mais exibida, que publica imagens para atrair comentários e likes? Pois ações como estas podem dar a uma marca mais exposição.

O apelo visual contribui, e muito, para que usuários compartilhem, curtam e comentem um conteúdo. O canal SporTV tem o costume de fazer montagens da principal atração que será transmitida em um dia. Ao invés de simplesmente escrever no Mural, o trabalho de criação visual é recompensado com um bom retorno de seus fãs:

SporTV publica suas atrações

A imagem está cortada, veja a arte e comentários aqui

Para ver outras criações, basta acessar o álbum de fotos do canal.

Outro exemplo parecido é o da Nike, que eu sua fan page de futebol, cria peças de jogadores e clubes que fornece o material esportivo. Cada imagem também gera um grande buzz:

Montagens da Nike

Explore

Não deixe seus fãs abandonados na fan page. Se você busca ainda mais usuários, faça com que os já existentes se sintam motivados a compartilhar e gostar de seu conteúdo, assim podem replicar para os respectivos murais e levar sua marca adiante dentro da rede social.

Acho que é desnecessário mencionar outras práticas comuns como promoções de frases criativas e respostas rápidas a perguntas que valem algo. Tudo que envolve prêmio sempre dá resultado.

Experimentem interagir mais. Talvez, como aconteceu com a Agência Mestre, uma postagem “inocente” pode revelar um novo caminho para suas ações no Facebook.

Um abraço e até a próxima!