O botão Curtir pode alavancar seu Facebook

Olá, caros leitores da Agência Mestre!

Já descobrimos um pouco sobre o Facebook e sua história. Também falamos de maneiras de interação com os usuários que lá estão. A discussão agora fica em outro ponto: como espalhar e recomendar o conteúdo veiculado nas páginas, grupos e até nos perfis dos nossos amigos da rede?

Os botões “Like” e “Share” (Curtir e Compartilhar na versão brasileira) são as opções para isso. Através de um simples clique, outros usuários saberão que aquele conteúdo marcado foi aprovado por você e por outros freqüentadores da rede social. Assim como no caso Páginas e Grupos, os dois botões apresentam objetivos diferentes, mas têm uma característica em comum: trabalham para a divulgação e propagação de um determinado conteúdo.

Para simples usuários, com intenção apenas de interagir no Facebook, os botões podem não significar muita coisa. Grosso modo, “Curtir” remete a simplesmente gostar de um determinado texto, foto, vídeo ou qualquer outra postagem em uma determinada área do site. Já o “Compartilhar” permite que você recomende tal postagem a seus amigos, publicando em seu perfil ou até enviando mensagens privadas sugerindo o conteúdo.

Mas se olharmos de forma macro, principalmente em termos de negócios (que é o nosso foco por aqui, nesta série de artigos), veremos que há diferenças fundamentais e que um destes simples botõezinhos pode mudar a maneira de sua empresa/marca ser vista nessa que é a rede social em constante ascensão no meio online.

Do you Like me?

Um dedo apontado para cima e um contador ao lado. Isso basta para que sua página, o seu negócio tenha força e credibilidade suficientes no meio online. O botão “Curtir” do Facebook ganha cada vez mais importância nesse sentido – mais pessoas curtem, melhor será o tratamento dado pelos novos usuários para aquele conteúdo.

As páginas de marcas dentro do Facebook carregam, naturalmente, o “Curtir” consigo. Esse status substituiu, a partir do mês de abril, os fãs que cada página tinha na rede social. É comum observar agora, tanto em páginas, como grupos e um conteúdo qualquer isolado, que “x pessoas curtiram isso”.

O crescimento de uma página gira em torno de quantas pessoas vão gostar/aprovar do conteúdo apresentado. Ao ganhar mais um “Curtir”, a recomendação passa automaticamente para o perfil de quem clicou, possibilitando que novos usuários tenham acesso e, por curiosidade ou compatibilidade, cheguem até a empresa e seja mais um na lista.

Ao se tornar um membro desta lista e ser mais um que “curtiu isso”, as atualizações da página passam a ser exibidas no mural do usuário, fazendo-o retornar ou acessar seu conteúdo de forma natural, sem precisar entrar na página da marca para ver as novas postagens.

A importância dada ao botão é tamanha que o próprio Facebook o disponibilizou em open graph, ou seja, é possível adaptá-lo ao mundo fora da rede social. Hoje, é extremamente comum vermos blogs, e-commerces, portais e qualquer outro site na Internet reservarem um espaço em sua área de conteúdo para encaixar o famoso botãozinho. A conexão é direta, atualizando seu perfil do Fb a cada clique. Esse aplicativo permite ainda acrescentar um comentário, dando maiores referências do local que você acabou de ver e recomendar aos seus amigos.

Aos donos de blogs e sites, procure a maneira mais simples de acrescentar o “Curtir” em suas postagens. Assim como vemos os botões de Twitter e agregadores de notícias, o Facebook possibilita que tanto o “Like” quanto o “Share” possam ser colocados em páginas externas, facilitando a propagação e a visibilidade de um site dentro de sua rede social também.

E se você possui uma página ou representa oficialmente uma marca, fique atento ao número de usuários que “gostam” de você. Ofereça a eles algo positivo, que realmente chama a atenção e possibilite que eles aprovem e passem adiante o seu nome.

Há muitas maneiras de se criar esse conteúdo atrativo, mas isso é assunto para um próximo artigo aqui na Agência Mestre.

Fiquem ligados!