Facebook: anúncios que valem?

Olá, amigos da Agência Mestre!

Confesso que estava devendo uma volta neste tema que abordei apenas no início de nossa coluna, em setembro. De lá pra cá, muita coisa mudou no cenário dos Ads do Facebook. A própria rede social tornou-se bastante popular entre os brasileiros, cresceu fortemente em usuários e ganhou notoriedade. Consequentemente, não demorou para que a área de propaganda fosse mais explorada por quem já estava no meio.

Os Ads no Brasil estão caminhando devagar. Segundo estatísticas do SocialBakers.com, temos um cenário interessante, com preços relativamente baixos para o investimento. Atualmente, o CPC médio no Facebook gira em torno de US$ 0,58, enquanto o CPM está na casa de US$ 0,25. Estes valores colocam o Brasil na 47ª posição no ranking de ads na rede.

Fazendo uma pesquisa rápida na configuração dos anúncios dentro da rede social, podemos observar a quantidade de usuários que podemos atingir com uma campanha bastante abrangente: 17.611.180 perfis. Trata-se do atual número de pessoas usando o Facebook no Brasil (certamente já terá subido no momento em que estou escrevendo novas linhas deste artigo).

Aliás, falando em nossa comunidade, ontem levantei uma pesquisa simples na rede social. Utilizando o Facebook Questions, perguntei aos nossos usuários sobre o uso dos Ads para saber um pouco mais sobre o interesse de cada um. Eis um panorama até aqui:

Pesquisa Agência Mestre sobre Ads

Quando a enquete começou, a opção de “continuo anunciando” estava na frente. Fiquei um pouco surpreso, pois vejo poucos comentários da comunidade a respeito dos Ads. Aos poucos a situação se inverteu e a grande maioria ainda não experimentou a ferramenta, mas confessa que poderá executar uma ou outra campanha para testar sua eficiência. Conclui que falta um empurrãozinho para que estes duvidosos possam dar o primeiro passo rumo aos Ads do Facebook.

Que tal alguns esclarecimentos básicos pra começar?

CPC ou CPM

Quem já está familiarizado com links patrocinados e outro tipo de pubilicidade online vai entender este tópico. O Facebook Ads permite duas maneiras de se pagar pela publicidade colocada na rede. A primeira é o CPC, custo por clique, e a segunda o CPM, custo por mil impressões. São duas formas distintas, que têm suas ocasiões para serem escolhidas.

O CPC é a maneira mais tradicional onde cada clique de um usuário sobre seu anúncio gera o custo do valor determinado na configuração da campanha. O CPM cobra apenas quando tal anúncio atingir a milésima impressão no Facebook, ou seja, quando ele aparecer mil vezes para o público alvo.

O Custo por Clique é indicado em 80% dos casos. Geralmente, quem anúncia online quer provocar o usuário a executar uma determinada ação (comprar, preencher um formulário, curtir, registrar, baixar um arquivo, etc…). O Custo por Mil impressões já tem um tom mais informativo, com anúncios que mostram uma determinada ação programada, um evento, uma novidade da marca. Algo que estimule a curiosidade do usuário e desperta a atenção para conhecer um pouco mais posteriormente.

Segmentação total

Como já dissemos no outro artigo, a possibilidade de segmentar o público é o grande trunfo do Facebook Ads. Escolher atingir fãs ou não-fãs, que região estão, qual a faixa de idade e sexo, que tipo de interesse curte e quais páginas de nicho estão inseridos são algumas das opções.

Configurações de segmentação do Ads

O legal de tudo isso é que o Facebook lhe dá, automaticamente, a quantidade de pessoas que você vai atingir com aquelas configurações escolhidas.

Cadê o Real?

Quando começou, o Facebook Ads permitia investimentos apenas em dólares e euros. Com o tempo e popularização, várias moedas entraram como opção para os usuários. No entanto, ainda falta nosso Real. Talvez esta situação espante alguns usuários por conta do crédito internacional.

Opções de moeda no Ads

Desta lista, alguns países estão no top10 de usuários do Facebook. Se continuar em crescimento constante, facilmente o Brasil deverá ter sua moeda postada como opção.

Outro indício é a instalação de um escritório oficial da empresa aqui em São Paulo. Aos poucos, as práticas costumeiras pelo mundo deverão ser aproveitadas aqui em nosso país.

Faça o Teste

Siga a tendência da enquete que promovemos, faça um teste inicial com o Facebook Ads. O crescimento de usuários no Brasil é tremendo e favorece mais opções de acesso.

Se preferir, apenas sonde a ferramenta para analisar se seu nicho vale a pena. Configure as opções que lhe cabem e observe o retorno do Facebook para ver a quantidade de usuários. Assim poderá filtrar e verificar se seu dinheiro será bem gasto na rede social.

Como ajuda, prometo contribuir sempre com artigos de Ads nesta coluna, intercalando com os outros temas. Acredito que é um assunto que crescerá bastante nos próximos meses, exigindo maior atenção e explicação para todos vocês.

Um abraço e até a próxima.

Crédito da imagem: Vator.tv