SEO no Twitter com Meta Description

Que o Twitter é uma grande ferramenta de comunicação, todos sabem e ninguém duvida – seja ele o seu novo MSN, ou divulgador de produtos, ou contato com consumidores ou simplesmente para monitoração sobre o que falam da sua marca. Além disso tudo, o Twitter tem também uma funcionalidade tipicamente de SEO e que não deve ser desprezada: configuração da Meta Description.

A fundamental importância de se ter meta description tag em cada página de um site, e que ela seja feita individualmente de acordo com o tema da página a que ela está servindo, é que a meta description será preferencialmente usada como snippet no Google, ao invés de o Google mostrar uma porção do conteúdo da página, não mostrar nada ou outros tipo de informações.

Isso significa que a meta description é um importante fator de rankeamento no Google e deve sempre ser usada mencionando as keywords da página no seu conteúdo. Tão importante que o próprio Twitter tem um campo específico na conta de seus usuários para ser usado como meta description. Para chegar lá, acesse as configurações (settings) da sua conta:

twitt-menu1

Encontre o campo One Line Bio e preencha-o:

one-line-bio

Importante observar que o campo deve ser preenchido com até 160 caracteres, que é o mesmo tamanho da snippet que o Google mostra em suas páginas de resultado, exceto casos em que ele mostra uma snippet maior. Ou seja, utilizando o One Line Bio, o perfil do Twitter que você usa ganha mais competitividade para os termos que você precisa – seja seu nome ou sua marca/empresa – simplesmente mencionando-os em sua meta description:

meta-desc

Um outro detalhe: a One Line Bio também é exibida na página do perfil, então não vá fazer spam com repetições de keywords pois seu perfil pode ficar feio. Mantenha a linha:

profile-bio

O meu perfil ainda não rankeia bem para o meu nome, vou acompanhar como ele fica daqui pra frente. Se você ainda não me segue no twitter, aproveite e comece a seguir minhas tuitadas: Frank Marcel. Até a próxima!

Receba Dicas Para Ter Sucesso nas Redes Sociais

Cadastre seu e-mail para receber dicas incríveis para potencializar seus resultados!
Divulgue este artigo

23 Comentários para “SEO no Twitter com Meta Description”

  1. Bruno Miranda Scarcella

    Muito interessante, nao tinha nem percebido que aquele campo servia de meta tag, parabéns Frank por mais um bom tutorial, e parabens novamente a palestra do EDTED. ;)
    Já estou seguindo você no twitter.!
    Abraço!

    Responder
  2. Daniel

    Interessante
    Será que um dia a title tag tb poderá ser editada? ai facilita ainda mais o rankeamento
    abraços

    Responder
  3. Pablo Almeida

    Legal o artigo! Na semana passada quando twittei essa novidade da meta description, o meu twitter era o 4º resultado para o meu nome…sem ela…

    Estou ansioso para ver agora como será daqui pra frente com essa ferramenta que nos deram! :D

    Responder
  4. Alexandre Brendim

    Frank, fugindo um pouco do tema do post, como eu faço em meu blog, do blogger, para que cada post tenha seu título e meta tags individuais. Pois configurei no modelo do blog o título e metatags e consequentemente, aparece conteudo duplicado em todos os meus posts.

    Responder
  5. Frank Marcel

    @bruno: valeu bruno! o palestrante no EDTED foi o Fábio, mas todos nós da Agência Mestre estávamos por lá! Que bom que você gostou, um abraço!

    @Cleo: Valeu pela divulgação! =)

    @Daniel: pois é, o Twitter permite uma certa otimização na Title Tag sim, num próximo post eu conto, ok? Valeu pelo comment!

    Responder
  6. Paula Penedo

    Muito bom! Nunca tinha me atentado a esse fato (na verdade, nunca tinha lido o código-fonte do twitter).
    Vou revisar minha Online Bio e ver o que acontece.

    Responder
  7. Frank Marcel

    @Paula: isso aí! atualiza sua One Line Bio e depois volte aqui para contar o que deu!

    @Albertino: não deixe de contar pra gente depois o que deu!

    Valeu pelos comments pessoal!

    Responder
  8. Frank Marcel

    @Alexandre: conforme eu comentei contigo no dihitt, eu ainda não encontrei uma forma de separar meta description tags individuais para cada post no blogger. Mas a title tag sempre funcionou perfeitamente.

    Um abraço!

    Responder
  9. Tico Esteves

    Olá Frank, parabéns pelo blog e por ajudar os seus leitores assim!

    Cheguei até aqui através da Master New Media.

    Sou ainda novato no que diz respeito a utilização de ferramentas como o twitter e tutoriais como esse são sempre mais que bem-vindos!

    Já atualizei meu perfil com a sua dica e já estou acompanhando suas tuitadas. :D

    Um abraço e mais uma vez parabéns!

    Responder
  10. Manuel Lemos

    Lendo de novo o artigo, notei é mencionado que “meta description é um importante fator de rankeamento no Google”. Tanto quanto sei isso não é bem assim.

    O Google não classifica melhor ou pior uma página dependendo da meta description. Como é informação invisível na página, isso não afeta a posição onde aparece a página nos resultados.

    No entanto, se meta description tiver o tamanho certo (entre 128 e 400 caracteres) o Google passa a usar esse texto como excerto (snippet). Se a meta description for mais chamativa que a de outros resultados, os usuários pode acabar clicando mais no link da sua página do que noutros que até podem aparecer antes.

    Responder
  11. Frank Marcel

    @Tico: Valeu pelo feedback!

    @Manuel: É verdade, a meta description funciona como fator de conversão sim. Para mim (nos sites que trabalho), a meta description funciona como fator de rankeamento, sim. Embora seja informação “invisível” para uma pessoa, é visível para o Googlebot.

    Quanto ao tamanho, são raros resultados com snippet maior que 160 chars, quando o são, o Google exibe uma porção do conteúdo junto à snippet.

    Quanto a snippet, o Google vai exibir a meta description como snippet na maioria das vezes, especialmente quando ela é bem feita, ou seja, quando ela está bem relacionada com a busca realizada em seu sistema.

    @todos: valeu pelos comments pessoal!

    Responder
  12. Manuel Lemos

    Frank, não entendi o que você quis dizer com “Para mim (nos sites que trabalho), a meta description funciona como fator de rankeamento, sim.” Não é isso que o pessoal do Google fala. Você sabe de alguma coisa que não é pública?

    Sobre o tamanho do snippet, tanto quanto sei, o Google mostra partes diferentes do snippet dependendo das palavras que o usuário digitou na busca. Quanto a mim isso, por mais que o Google não mostre mais de 160 caracteres, quanto mais texto relevante puser na meta-descrição maior é a probabilidade de o usuário achar os resultados mais relevantes e clicar nesses links.

    Quanto ao limite ser de entre 128 e 400, o que quis dizer é que se a meta-descrição tiver comprimento fora dessa gama, o Google simplesmente não pega na meta-descrição para mostrar no snippet.

    Responder
  13. Frank Marcel

    Manuel, até onde eu sei isso é bem público. O básico do SEO passa por otimização de meta description.

    E, honestamente, eu não acho que seja útil passar de 180 chars na meta description e, passando de 200~400, vai mais parecer tentativa de spam do que meta description.

    A meta description funciona para o CTR do resultado sim, mas nem tanto. Já vi estudo mostrando isso. Mas ela deve ser bem escrita sim, tanto para SEO quanto para pessoas – é possível fazer o meio termo.

    Responder
  14. Manuel Lemos

    Marcel, talvez eu não me esteja explicando de forma clara. Vou tentar ser mais claro com demonstrações concretas do que estou tentando explicar.

    O que você põe na meta descrição das páginas não melhora nem piora a posição com que aparecem essas páginas no resultado. O Google afirmou isso várias vezes, mas neste artigo está mais claro. Portanto, a suposição de que a descrição afeta o rankeamento das páginas, pelo menos para o Google é lenda.

    http://googlewebmastercentral.blogspot.com/2007/09/improve-snippets-with-meta-description.html

    Quanto ao tamanho da descrição em marcas meta, o próprio Google dá informação no Webmaster Tools de quais são os comprimentos minimo e máximo aceitos. A sua descrição só será usada como snippet se o comprimento estiver dentro desses limites. Se estiver fora, o Google mostra outra coisa que não a descrição meta.

    O limite de carateres aceitos na descrição, não tem nada a ver com o comprimento limite do snippet. O Google mostra apenas um número limitado de caracteres. Pode ser 160 ou outro comprimento dependendo do que o Google achar mais relevante.

    Se você usar uma descrição mais longa que o comprimento do snippet, o Google vai mostrar uma parte da descrição que contenha as palavras usadas na busca, portanto começando mais adiante. Pode experimentar que garanto que funciona assim.

    Quanto mais expressões diferentes e relevantes estiverem na descrição dentro do limite aceito pelo Google, maior é a probabilidade do Google mostrar o excerto da descrição que tem a ver com mais buscas, e portanto maior é a probabilidade do usuário se interessar pelos suas páginas e clicar nos respectivos links dos resultados em que as suas páginas aparecem.

    Espero que agora as minhas explicações tenham ficado claras.

    Não trabalho com SEO como você, a não ser dos meus próprios sites. Espero que não fique chateado se de certa forma eu estiver contrapondo o que você afirmou acima. Estou apenas partilhando informação que adquiri após muita leitura e experiência própria. Acho legal que você e seus colegas façam o mesmo para todos beneficiarmos de experiência mútua.

    Responder
  15. Fábio Ricotta

    Grande Manoel! É muito bom ver você debatendo por aqui.

    Sobre a Meta Description, assim como o Frank, nos projetos que gerencio aqui na Agência Mestre vimos uma certa relevância da Description no rankeamento dos websites. Não apenas no CTR que pode gerar, mas sim como um peso no rankeamento.

    Apesar do Google e vários outros profissionais de SEO dizerem que isto não tem valor, nos nossos testes e projetos tem um certo valor sim.

    Sobre a questão de tamanho eu acho que vocês estão falando a mesma coisa mas com palavras diferentes.

    O Google tem um tamanho para exibir a snipet, a questão principal é o que ele vai mostrar. Se a sua meta description for relevante e tiver o que o usuário busca, ele pode mostrar partes da sua Description.

    Outros casos que já vi é mesclar a Description com partes do conteúdo do website, assim como só partes do website.

    Mas o ponto é que o Google pode escolher quando e como mostrar a snipet.

    A dica que dou é sempre fazer uma meta description não muito grande (não muito mais do que 160 caracteres) e que foque no seu conteúdo, assim a probabilidade de aparecer na snipet é maior.

    Um abração a todos!

    Responder
  16. Ivan César

    Muito bom o artigo apesar de ja ter sido o ano passado só agora tive a oportunidade de ler, e ja atualizei o meu perfil tb.

    Obrigado pelas dicas.

    Responder

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>