10 Tipos de Conteúdo Obrigatórios para o Seu Projeto de Marketing Digital

Tipos de Formato no Marketing de Conteúdo

O avanço da internet mudou a maneira como as pessoas se comunicam e consomem informações, tornando tudo mais rápido e interativo. Por exemplo, uma notícia que é postada hoje no Brasil pode ser visualizada por pessoas que estão nos Estados Unidos, Portugal, México, fazendo assim com que dados atinjam uma quantidade imensa de pessoas através de diversos dispositivos, como celulares, notebooks, tablets e até mesmo televisores e aparelhos de videogame! Com isso, também mudou a maneira como enviamos e recebemos conteúdos. Com a quantidade de meios disponíveis, uma ideia pode ser passada através de blogs, vídeos e até mesmo imagens. Além disso, o público busca por informações rápidas e de qualidade, fazendo assim com que propagandas simples não tenham mais o mesmo efeito que antes, tornando-se necessária uma estratégia de conteúdo dentro das empresas que buscam se relacionar melhor com sua audiência e ter uma maior visibilidade.

As empresas B2B e B2C estão apostando cada vez mais em marketing de conteúdo!

Com tantos meios e formas de se comunicar, é necessário que as empresas tenham uma estratégia de conteúdo preparada, visando usar canais que levem seu público a conhecer melhor a marca e os serviços oferecidos pela companhia. Em um artigo da Contently, vimos algumas estatísticas bem interessantes que mostram como cada vez mais as empresas têm se dedicado a implementar uma estratégia de conteúdo na área de marketing digital. Confira alguns:

  • 36% das empresas de B2B que possuem uma estratégia de conteúdo consideraram-se muito efetivas, 3 vezes mais do que as empresas que não têm uma estratégia documentada.
  • 54% das organizações agora têm duas pessoas ou mais responsáveis pelo seu marketing de conteúdo.
  • 70% das organizações de B2B e 69% das de B2C reportaram que criaram mais conteúdo agora em 2014 do que no ano anterior.
  • 24% das organizações estão investindo 50% ou mais de seu orçamento ao conteúdo.

Formatos que podem ser explorados na WEB para propagar seu conteúdo

Textos

Sendo caracterizados como artigos, reflexões ou crônicas, os textos são os tipos de conteúdo mais comuns, podendo ser encontrados em blogs, sites e portais com o intuito de passarem informações, ideias e dados. Esse tipo de conteúdo também é simples de ser divulgado, uma vez que tudo o que você precisa é o domínio do assunto abordado, uma boa noção da língua portuguesa e uma plataforma para divulgá-lo, como o WordPress.

Redes Sociais

De fácil acesso, as redes sociais são excelentes para quem precisa passar uma informação rápida, como atualizar seu público sobre suas novidades ou de seu negócio, como um serviço novo ou uma promoção. A linguagem costuma ser bem informal e a vantagem de usar as redes sociais é a resposta imediata do público que pode curtir, comentar ou compartilhar a informação que você passou.

Facebook

Conhecido no mundo inteiro, o Facebook ultrapassou o número de 1 bilhão de usuários ativos mensais, e aqui no Brasil ele é a rede social mais usada nos últimos anos! Além disso, a rede é responsável por 25% do tráfego de toda a Internet. Hoje em dia, quando as pessoas buscam por uma empresa ou produto, recorrem ao Facebook para conhecer o conteúdo da marca, como ela lida com seu público e qual a avaliação que ela tem a partir dos consumidores.

Twitter

Com base em um estudo feito pela We Are Social, em janeiro de 2015 o Twitter atingiu cerca de 11% de usuários ativos aqui no Brasil, ficando atrás apenas do Facebook e G+. A rede ainda tem bastante relevância para a propagação de conteúdo, principalmente nos casos onde a empresa queria passar informações rápidas ou compartilhar links de seus conteúdos em blogs e sites.

Instagram e Pinterest

Imagens também passam informações! E o Pinterest e Instagram são a prova de que esse tipo de mídia é bem aceita pelo público. Só aqui no Brasil, elas atingem entre 6% e 10% de usuários ativos, respectivamente. Eles são ideais principalmente para empresas de e-commerce que precisam divulgar seus produtos de uma maneira que atraia a atenção do leitor rapidamente!

Linkedin

O Linkedin é bem mais que uma rede social que permite a visualização e cadastro de currículos. Ela promove um networking poderoso entre empresas e profissionais, permitindo assim o fechamento de novos negócios e a divulgação de materiais relevantes para as mais diversas áreas. Hoje, ela conta com cerca de 347 milhões de usuários no mundo todo, sendo 20 milhões só aqui no Brasil.

Vídeos

Com uma audiência crescente, os vídeos se tornaram uma forma muito buscada de conteúdo, isso por permitirem um contato visual com quem passa a informação, além de permitir a criação de tutoriais, promover um bate-papo com seu público, entrevistas e a divulgação de palestras e eventos. Para começar a gravação de vídeos, basta o uso de uma boa câmera ou filmadora e um login em uma plataforma como o Youtube e o Vimeo.

Youtube

O Youtube se tornou um gigante da Internet, contando com mais de um bilhão de usuários no mundo todo e mais de um milhão de anunciantes. Investir em conteúdo na rede é interessante para:

  • Empresários que buscam criar um diálogo com seu público passando suas ideias e dicas
  • Empresas de e-commerce que contam com serviços de suporte podem criar vídeos que respondem as principais dúvidas de seus consumidores
  • Startups que querem mostrar seus serviços de uma maneira direta e descontraída
  • Segmentos específicos, como de alimentação e moda, que podem criar um canal de entretenimento e tutoriais para seu público, contribuindo assim para a divulgação de sua marca

Aqui na Agência Mestre nós usamos o Youtube para o Mestre Academy. Com ele, divulgamos vídeos com dicas e informações sobre marketing digital, empreendedorismo e liderança. Se você ainda não viu, não deixe de conferir clicando aqui.

Infográficos

Apesar de terem mais imagens que textos, os infográficos também são uma forma de repassar conteúdo,isso por serem bem simples, permitindo um fácil entendimento por parte do público. Eles são excelentes para quem busca apresentar dados, mostrar a linha cronológica de um assunto, fazer comparativos ou até mesmo um storytelling. Confira alguns que já foram produzidos pela Agência Mestre aqui!

E-books

Os E-books, como o próprio nome diz, são livros digitais. Eles podem conter temas complexos ou simples e tutoriais. Podendo ser gratuitos ou pagos, eles são direcionados ao público que busca aprender sobre algum assunto específico. Eles são uma ótima oportunidade para empresas que buscam explicar o funcionamento de um serviço ou de um produto oferecido. Por exemplo, se você tem um e-commerce de móveis artesanais, pode usar o recurso para ensinar técnicas de decoração ao seu público.

Webinar

O Webinar funciona como uma apresentação on-line onde há um palestrante passando informações. Por lá, é possível realizar seminários, palestras e entrevistas. O público poderá participar através do chat, enviando dúvidas e sugestões que podem ser respondidas ao vivo, além da possibilidade de participar de enquetes. Algumas plataformas para Webinar costumam ser pagas e geralmente são usadas por empresários que buscam um contato rápido e prático com o seu público.

Hangouts

O Google Hangouts é bem parecido com o Webinar. Ele também permite apresentações e seminários on-line com recursos de voz, vídeo e slides. Porém, existem algumas diferenças que devem ser consideradas. Para começar, o Google Hangout é gratuito e permite uma videoconferência com até 10 pessoas, além de gravar o evento automaticamente para o Youtube. O lado negativo é a qualidade de transmissão de dados dessa ferramenta, que é bem inferior a do Webinar e pode acabar comprometendo a apresentação. Esse serviço é indicado para pequenas empresas ou pessoas que não possuem um orçamento disponível para apostar em uma ferramenta paga.

Podcast

O podcast é uma ferramenta de áudio que permite entrevistas, programas e debates on-line. Ele se torna interessante principalmente para pessoas de uma área que querem falar sobre algum tema importante para seu público, ou até mesmo para um grupo que pretende discutir sobre algum assunto que esteja em alta. O podcast tem a vantagem de ser uma ferramenta simples de ser consumida pela audiência, pois como não tem recursos visuais, permite que as pessoas possam escutá-lo enquanto se locomovem ou trabalham.

Slideshare

Essa ferramenta é bastante usada por empresas e palestrantes, pois permite a divulgação de slides on-line. Além disso, ela oferece interação com o público, que pode comentar as apresentações e compartilhá-las nas redes sociais. O Slideshare conta com a reprodução de vídeos, imagens e textos, tornando a experiência do usuário bem completa.

Prezi

O Prezi é um software que permite a criação de apresentações de zoom, ou seja, ele torna possível o aumento e diminuição de imagens em uma estrutura única. Outra vantagem do Prezi é permitir que você visualize a apresentação tanto no desktop e tablet quanto no mobile, isso sem perder a qualidade. Além disso, a ferramenta é bem simples e tem poucos comandos, tornando-a uma alternativa viável para quem precisa apresentar ideias e dados de uma maneira profissional e prática.

Conclusões

Todas essas ferramentas e plataformas citadas permitem que empresas tenham um contato mais próximo seu público e uma maior visibilidade na Internet, que leva diretamente ao aumento de consumidores e, consequentemente, de seu lucro.

Você precisa de ajuda para criar estes formatos para o seu negócio? Que tal conversar com a gente?

Receba Novidades

Insira seu email para receber novidades e dicas exclusivas da Agência Mestre!
Divulgue este artigo

Um Comentário para “10 Tipos de Conteúdo Obrigatórios para o Seu Projeto de Marketing Digital”

Deixar um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>