Se você monitora constamente o número de links para o seu site e de seus concorrentes, vai perceber que às vezes ocorre um comportamento singular na curva de crescimento de links: grandes aumentos seguidos de quedas bruscas.

Esses “picos” na curva de crescimento de links é que são chamados de link spikes. No gráfico abaixo você pode observar como pode ser o comportamento de um link spike:

spikes

Link Spike – Porque São Importantes?

Além de serem muito interessantes para acompanhar as tendências de pesquisas (os usuários só fazem links para aquilo que procuram / acham interessante), eles servem para indicar se um site pode ou não ser penalizado pelas Search Engines.

Antigamente, uma prática comum dos spammers era aumentar absurdamente a quantidade de links de entrada de um site, para que esses subissem na classificação. Com a melhora dos algoritmos das Search Engines, essas técnicas não surtem mais o efeito esperado – e são até punidas.

A criação súbita de muitos links para um site pode ser interpretada como uma tentativa de manipulação de resultados, ao invés do acúmulo natural de links sem qualquer interferência. Podendo ser motivo para levantar a bandeira para um determinado site, ou até mesmo puni-lo.

Obviamente que não é qualquer pico de links que vai acarretar em punições nas Search Engines. Vale ressaltar que existem vários tipos de link spikes – e é isso que vai determinar ou não uma punição.

Link Spikes – Causas

Os Link Spikes podem acontecer naturalmente ou não, e podem ter vários motivos. Sendo eles:

Os motivos que levam ao link spike é que são determinantes para dizer se foram, ou não, motivo para a punição de um site.

Vamos supor que um site não utiliza nenhuma rede social para divulgar suas páginas, serviços e conteúdo. Aumentos súbitos de links, sejam eles com âncoras perfeitas ou genéricas, podem estar denunciando uma compra descarada de links. Isso pode levar a uma punição.

O link bait também deve ser utilizado com cuidado. Ater-se ao foco do conteúdo do site é de extrema importância – o crescimento de links para o seu site vindos de sites que não tem conteúdo relacionado ao seu, não vão te acrescentar nenhum valor em termos de Pagerank. Além do mais, as visitas vindas de links de assuntos não relacionados geralmente têm altas taxas de bounce.

Os links gerados pelo próprio comportamento dos usuários não são motivo de preocupação. As pessoas só fazem links para aquilo que as chama a atenção ou se interessam – e isso pode acontecer de maneira sazonal ou não. Por exemplo, vamos analisar as buscas por flores e presentes nos últimos 12 meses, no Brasil:

insights3

Em dezembro (natal) há um grande aumento das pesquisas para presentes e um leve aumento para flores. Já em maio e junho (dia das mães e dia dos namorados, respectivamente), há picos maiores para as pesquisas por flores do que para presentes.

Se você tem um site sobre “flores”, em dezembro, maio e junho você provavelmente terá um aumento considerável de links para o seu site – o que provavelmente representará um link spike na sua curva de crescimento de links.

O mesmo comportamento das pesquisas sazonais é observado para as notícias. Para exemplificar, podemos citar a morte do cantor Michael Jackson. Abaixo, segue o gráfico das buscas por esse assunto no Brasil nos últimos dois meses:

michael

Com a morte do cantor, o número de buscas por suas músicas cresceu muito – não tanto quanto as buscas pelo nome do próprio cantor. Um site sobre músicas e letras de músicas, por exemplo, provavelmente teria um crescimento razoável de links nessa época.

É válido ressaltar que numa campanha de link building, mais vale a qualidade do que a quantidade.

Monitorar a quantidade de inbound links do seu site / blog é de extrema importância para os seus trabalhos de SEO. Além de te fornecer informações sobre os efeitos de suas campanhas de link building, você também é capaz de verificar o comportamento geral dos usuários para determinadas pesquisas – que pode te auxiliar a melhorar as suas estratégias, desde o uso de keywords e a elaboração de conteúdo, até a procura por links externos.