Se você já fez disparos de campanhas de e-mail marketing, provavelmente já viveu a experiência de fazer um envio em que poucas pessoas tiveram o interesse de abrir o e-mail. Confira o vídeo abaixo para saber como lidar com esse tipo de situação.

Como Maximizar Seus Resultados

Existem algumas técnicas para melhorar sua taxa de abertura de e-mails. O primeiro passo é ter uma ferramenta de e-mail marketing que mostre a você o percentual de pessoas que não abriram seu e-mail e quem são essas pessoas. A maioria das ferramentas possui esse recurso, por isso, se a sua não possui, talvez seja a hora de trocar de ferramenta.

Escolha e Alteração de Headline

O assunto do e-mail deve ser escrito com o objetivo de despertar o interesse da pessoa que irá recebê-lo. Portanto, utilize sua criatividade e coloque-se no lugar da pessoa. Você no lugar dela, abriria tal e-mail? Após fazer o disparo para sua base, aguarde 1 ou 2 dias e faça um reenvio do e-mail, alterando o assunto do mesmo. Dessa forma, você conseguirá atingir mais pessoas, que por algum motivo deixaram de abrir o primeiro e-mail.

Uma forma interessante de aumentar sua taxa de abertura de e-mail, é utilizar o nome da pessoa no assunto, como por exemplo: “Fulano, acho que você vai gostar desta novidade!“. Enfim, procure aplicar boas técnicas de copywriting e comece a utilizar headlines chamativas, sem perder o bom senso.

Audiência Customizada no Facebook e AdWords

Outra excelente estratégia que você pode utilizar para que seus e-mails atinjam mais pessoas, é pegar a listagem de e-mails de todas as pessoas que não abrem seus envios e subir essa lista como uma audiência customizada no Facebook. A partir daí, o próprio Facebook irá identificar se aquele e-mail é um e-mail que é utilizado na rede social, permitindo que você consiga direcionar anúncios exclusivos para tal pessoa. A estratégia aqui é oferecer a essas pessoas algo parecido com o que você estava oferecendo em sua campanha de e-mail marketing.

O objetivo final é que aquela pessoa que não abria seus e-mails, retome o contato com você ou sua empresa e passe a aproveitar os e-mails que recebe, convertendo em alguma ação que você deseja. Dessa forma, você conseguirá “ressuscitar” uma pessoa que estava ignorando os e-mails que recebia. Essa mesma estratégia, também pode ser utilizada nos anúncios do AdWords, com o mesmo objetivo.

Higienização da Lista

Depois de fazer todos os passos ensinados acima, e perceber que a pessoa realmente não abre seus e-mails, mesmo após oferecer a ela seus melhores materiais e suas melhores dicas, o mais indicado é fazer a exclusão daquele lead de sua base. Assim, você terá em sua base apenas pessoas que são mais engajadas e que de fato estão interessadas em acompanhar o seu trabalho. Dessa forma, sua taxa de abertura e cliques em e-mails será muito maior!

Antes de “jogar fora” seus leads, assista a mais um vídeo que fala sobre como ativar as pessoas que já não abrem mais seus e-mails. Dê o play e confira:

Promova Conteúdos Incríveis

Agora que você já sabe que pode subir os leads como uma audiência customizada no Facebook, é preciso saber o que será promovido para esse público. Com o auxílio do Google Analytics, você consegue facilmente identificar quais são os conteúdos do seu site que fazem mais sucesso. Procure por posts que tenham alto engajamento, especialmente aqueles em que as pessoas gastam um bom tempo de navegação lendo o que está escrito.

Você também pode analisar seu canal do YouTube, identificando os vídeos que foram mais visualizados ao longo do tempo, bem como aqueles que possuem mais segundos assistidos. Ofereça também os materias que você já produziu, tais como e-books, checklists e podcasts. Dessa forma, você entrega mais valor para seus leads, fazendo com eles retornem para sua base, de maneira ativa.

Dica Extra

Nem sempre as pessoas colocam seu melhor e-mail nas páginas de conversão. Sabendo disso, teste alterar a legenda do campo de e-mail de suas landing pages. Ao invés de simplesmente pedir algo como: “seu e-mail”, peça algo como “entre com seu melhor e-mail”. Assim, as pessoas pensam duas vezes antes de preencher e tendem a colocar um e-mail que usam com mais frequência.