Provavelmente você já ouvir falar que os bots podem invadir o Facebook nos próximos anos e se tornar uma estratégia importante para milhões de empresas e marcas em todo o mundo. Portanto, se você já ouviu sobre o conceito, mas ainda não sabe muito bem como utilizar os bots na rede social, nosso CEO, Fábio Ricotta, vai ensinar 3 formas de realizar a tarefa. Quer saber como? Dê o play!

O Início dos Bots

O Facebook criou, recentemente, uma API para robôs e isso fez com que muitos estudiosos e especialistas na área, encontrassem a possibilidade de usar essa plataforma de código aberto para, principalmente, criar interações automáticas com seus usuários. Com isso, as possibilidades de uso desses robôs aumentaram significativamente e já podemos até mesmo analisar algumas mudanças que ocorreram desde que esses bots se tornaram viáveis.

Por exemplo, no início, víamos algumas pessoas pedindo flores através de um sistema automatizado, ou seja, você dá todas as suas informações e realiza o pagamento no próprio sistema de chat, usando apenas a atendente. Na verdade, nós já somos bem familiarizados com esse modelo, já que muitas das centrais de atendimento eletrônico que temos hoje são “inteligentes”.

Dados Que Embasam os Bots

Durante a Converted Conference, foram analisados dois números bem interessantes sobre o assunto. O número de uso de aplicativos de mensagens versus o número de aplicativos de e-mails. A análise mostrou que o público, entre 13 e 24 anos, utiliza 4 vezes mais mensagens do que e-mails. Já o público entre 25 e 44 anos, usa o dobro de tempo em mensagens. Na essência, no que podemos notar é que o público estadunidense já utiliza mais as mensagens em relação aos e-mails. Mas será esse o fim do e-mail? Não! Pelo estudo que faço do mercado e do modo como as pessoas se comunicam e compram, os bots não irão substituir os e-mails, mas servirão como uma nova camada de ação.

Por Que Usar os Bots?

Quando nos comunicamos via Messenger no Facebook, nossos smartphones costumam receber as notificações de mensagens e nossos contatos autorizados esperam até que notemos essas mensagens e possamos responder. No entanto, com os bots, a maneira como nos comunicamos é mais rápida e, por consequência, mais assertiva. Isso acontece, também, porque esse é ainda um meio que chamamos de “oceano azul”, ou seja, que não é tão poluído de informações. Por isso, acreditamos que existam algumas possibilidades para usarmos os bots:

  • Nutrição de pessoas: Nesses casos, os internautas entram em contato com o seu robô e podem adquirir conhecimento através das respostas que ele passar. Se você já trabalha com Inbound Marketing e faz nutrições por e-mail, pode usar os bots para realizar esse processo;
  • Vendas: Já bem conhecido na vertente de vendas, os bots podem ser usados para sanar algumas dúvidas do consumidor e realizar a compra. Na área de infoprodutos você pode realizar a sequência, fazer o seu pitch e no final apresenta uma possibilidade de compra;
  • Pós-venda: automatizar algumas partes do pós-venda pode ser uma saída para empresas e marcas. Como há a possibilidade de perguntar ao cliente se a entrega foi realizada, se ele está satisfeito ou qual o status do pedido realizado, entre outras vertentes;

É provável que nos próximos anos, outros canais de comunicação sejam automatizados. Se você sair na frente agora, quando o sistema de bot for lançado para WhatsApp, por exemplo, você só precisará automatizar o que já tem nesse novo canal. Gostou do conteúdo? Ficou com alguma dúvida? Comente nesse artigo e conte suas impressões.