Em um primeiro momento, pode não parecer, mas o jornalismo de dados e o marketing de conteúdo estão intimamente ligados. Nós vivemos em um momento em que todos estão conectados, o Big Data é uma realidade e há cada vez mais bases de dados para consultas públicas.

Com tantas ferramentas e estratégias diferentes disponíveis na internet, por que não se valer de algumas técnicas de jornalismo de dados dentro do marketing de conteúdo?

Muitos acreditam, inclusive, que esse desdobramento do jornalismo é, na verdade, a sua própria salvação. Se há tantos pontos positivos no segmento, nada melhor do que aprender sobre e aproveitar o que há de melhor para otimizar nosso próprio trabalho.

O que é o jornalismo de dados?

Para entender qual é a relação entre o jornalismo de dados e o marketing de conteúdo, primeiro é preciso conhecer o conceito da área.

O jornalismo de dados é uma modalidade do jornalismo digital que faz uso de grandes bases de dados para o desenvolvimento de conteúdo. O profissional filtra, analisa e faz correlações para encontrar informações valiosas em meio aos dados (que, nem sempre são apenas números) nos bancos.

O mais interessante, porém, vem depois: além de criar pautas e descobrir furos de reportagem por meio de dados, ainda são utilizados recursos gráficos e até mesmo interativos, para ajudar o leitor a compreender o tema.

Relacionando marketing de conteúdo e jornalismo de dados

Você, com certeza, já ouviu falar que o jornalismo está morrendo, não é mesmo? Na verdade, não é bem assim. A transformação digital no segmento chegou para ficar, e aqueles que souberem se reinventar vão continuar chamando a atenção do público.

O jornalismo de dados promoveu uma reflexão bastante importante no mercado, a de que é possível criar algo no on-line que seja confiável, valioso, completo e, o melhor de tudo: genuinamente novo.

O segredo da relação entre esse conceito e o marketing é simples: o jornalismo de dados pode se encaixar em qualquer tipo de estratégia de conteúdo. Dados estão por todos os lados e, se os utilizarmos para pesquisar, compilar histórias e fazer comparações únicas, além, é claro, de criar materiais ricos fáceis de digerir (como infográficos) para auxiliar em estratégias de inbound marketing.

Criar conteúdos sob essa ótica pode ser um diferencial e tanto para você. Para mais insights como esse, continue acompanhando o blog da Agência Mestre!