Olá pessoal, tudo bem? Está no ar mais um MestreTV! Hoje, o Fabio Ricotta ensina para vocês uma técnica incrível para sempre ter ideias de conteúdo.

Ficou interessado? Então continue lendo para saber mais!

Usando o Google para ter ideias de conteúdo

Vamos supor que você quer escrever sobre exercícios. Você provavelmente terá algumas ideias em sua cabeça e poderá anotá-las para usá-las mais tarde. Porém, é possível usar um recurso do Google que vai te ajudar a ampliar a variedade de palavras-chave que poderão se unir a sua estratégia.

Ao entrar no site de busca, digite o termo desejado e não aperte “enter”. Deixe que a própria ferramenta mostre a você as opções mais procuradas pelos usuários. Para aumentar ainda mais a variedade, digite “exercícios a”, “exercícios b”, “exercícios c” e o alfabeto inteiro até conseguir uma boa quantidade de termos.

O Google sugere de acordo com a sua região, itens mais buscados e com base no seu histórico de navegação. Portanto, é interessante fazer essas pesquisas com o navegador anônimo e evitar resultados enviesados.

Usando o Answer the Public

Apesar do Google ser uma grande ajuda para encontrar novas ideias de palavras-chave, esse é um trabalho mais demorado. Por sorte, existem ferramentas específicas que ajudam a otimizar essa busca por termos, como é o caso do Answer the Public.

Ele funciona da seguinte forma: você pesquisa um termo e ele irá sugerir diversas ramificações de assuntos que podem estar relacionados.

Para fazer a pesquisa, é preciso se atentar a dois detalhes: primeiro, alterar o país de busca e colocar o Brasil; e, depois, alterar o idioma para o português — isto é, assumindo que está trabalhando com a nossa língua. No caso de outras localizações, basta adicionar as informações que correspondem à sua procura.

Nos resultados, o site associa o termo com vários termos de perguntas e preposições e consegue formular frases que poderão servir como títulos para artigos, tópicos de e-books, entre outros tipos de conteúdo.

O ideal é usar poucas palavras e termos genéricos, para ter uma quantidade de sugestões maior. Depois, vá especificando de acordo com o que achar mais interessante.

Espero que tenham gostado do ‘Na Prática com o Ricotta’ de hoje!