Utilizando Microsites a Seu Favor

Por Fábio Ricotta


{+}Olá assinantes da Agência Mestre,

Em muitas vezes o nosso website foca diversos produtos e serviços, fazendo com que um trabalho forte long tails seja fundamental, pois assim você consegue posicionar bem a sua marca nessas diversas consultas que levam tráfego e conversões para o seu website.

A forma mais simples e direta de se alcançar este tráfego de long tail é criar em seu website páginas focadas naquele conteúdo, como por exemplo, em um website sobre criação de sites, uma página indicando o serviço de “temas para Twitter” seria uma boa estratégia para obter-se pessoas que procuram este tipo de serviço.

Mas o problema acontece quando temos diversos websites mais autoritários concorrendo na mesma palavra-chave. Nesses casos, conseguir um bom posicionamento não é tão fácil, mesmo que seja uma long tail. Logo, uma solução interessante é a utilização de algo que o Google considera bastante: domínios.

Repare em algumas buscas no Google, que quando existe um website com a palavra-chave exata no nome do domínio, o Google dá uma certa vantagem para este website nos resultados para aquela palavra-chave. Assim, podemos estender esta idéia para uma estratégia um pouco maior.

Escolhendo o Domínio

A sua primeira tarefa é procurar quais são as principais palavras relacionadas ao seu trabalho e as que mais convertem para o seu website. De posse desta lista, verifique no Registro.br a disponibilidade dos domínios com as palavras-chave. Por exemplo, seguindo a idéia anterior, vamos pesquisar a disponibilidade do domínio “temasparatwitter.com.br”:

Registro de Domínio

Aproveitando a disponibilidade, compre o domínio e ative-o em seu servidor. Ele deve ser tratado como um website à parte e não deve reproduzir nenhum conteúdo que já está em seu website principal.

Criando a Página

Depois de comprar o domínio e ativá-lo em seu servidor web, temos que definir o conteúdo para o mesmo. A primeira regra é NUNCA copiar o conteúdo que você já possui no seu website.

Página Otimizada

Siga os seguintes passos para definir o conteúdo desta página:

  1. O título da página deve conter o nome do serviço e não deve conter o nome da sua marca;
  2. O seu H1 deve conter o nome do serviço;
  3. Inclua uma imagem ao lado do primeiro texto, onde o ALT Text deve conter o nome do serviço;
  4. Crie um texto inicial, onde mencione 1 vez a sua palavra do serviço, um serviço relacionado (se possível) e por fim uma variação do nome do seu serviço;
  5. Escolha um H2 que será acompanhado de palavras como “compre”, “assine”, “leia”, dependendo do seu serviço;
  6. Crie um texto logo abaixo que contenha novamente a palavra do seu serviço;
  7. Crie uma lista de vantagens de por que utilizar o seu serviço;
  8. Insira um call to action no final do texto;
  9. Insira uma imagem com o ALT Text citando o seu serviço;
  10. Coloque um botão abaixo do último texto, com um call to action, indicando ao usuário para ler mais sobre o serviço.

O Passo Importante

O passo mais importante nessa estratégia é que em nenhum momento você deseja que o Google relaciona este seu microsite com o seu website principal, pois ele pode entender que você deseja manipular os rankings, ganhando mais links. Mas a nossa filosofia é outra, queremos direcionar o tráfego de qualidade, pois este website irá rankear bem para aquela palavra foco.

Para isso, vamos utilizar a seguinte idéia: qualquer conexão (links) entre o nosso microsite e o website principal obedecerá o seguinte padrão:

www.microsite.com.br/red/pagina-alvo

Neste caso, você deve criar uma programação, onde, em caso de alguém solicitar a página www.microsite.com.br/red/pagina-alvo o seu servidor irá redirecionar o usuário para www.websiteprincipal.com.br/pagina-alvo.

Em seguida, você irá no arquivo robots.txt do seu microsite e irá adicionar as seguintes linhas:

User-Agent: *

Disallow: /red

Desta forma ao tentar ler a página www.microsite.com.br/red/pagina-alvo o Google irá verificar no seu arquivo robots.txt se ele pode ler realmente a sua página e no caso você não autorizou. Assim, o Google não consegue entender que você está direcionando os usuários para outro website e não pode associar este seu microsite com o seu website principal.

Conclusões

Esta estratégia de microsites é bem interessante e tem um bom funcionamento no atual algoritmo do Google. Entenda que se você possui uma marca muito forte no mercado, esta estratégia não é a mais indicada, pois não fazemos uso do nome da marca, ou melhor, não reforçamos a marca em nenhum momento.

Já para websites pequenos ou médios esta estratégia é bem interessante, pois é muito simples subir um website com a palavra-chave exata. Não se esqueça que como é um novo website, você pode fazer o cadastro em diretório e divulgar as suas páginas em agregadores, para conseguir assim, alguns links e desta forma, subir o seu posicionamento mais rápido.

Espero que tenham gostado deste artigo e até o próximo!

LEIA MAIS
Footprints – O que São e Como Utilizá-las

Footprints – O que São e Como Utilizá-las

Em um trabalho de link building uma das principais tarefas é entender o nicho que se está trabalhando e, em seguida, indentificar oportunidades de se ganhar links. É neste momento que podemos fazer uso de footprints, ou seja, marcas deixadas por sistemas ou gerenciadores de conteúdo. Neste artigo explicamos como utilizar estas footprints para lhe ajudar no trabalho de aquisição de links de qualidade.

Dark Posts – Promovendo só para um público específico

Dark Posts – Promovendo só para um público específico

Os Dark Posts podem ser a forma mais simples e vantajosa de atingir o público exato que sua marca precisa, sem encher sua página de conteúdo repetido ou atolar a conta de anúncios direcionados. Veja o passo-a-passo aqui!

Remover Página do Google: Métodos e Implicações

Remover Página do Google: Métodos e Implicações

De tempos em tempos a pergunta sobre como remover uma página dos resultados de uma busca do Google reaparece. Ao contrário do que a grande parte dos profissionais pode imaginar, simplesmente bloquear no robots.txt não é a única opção e nem é a melhor – por si só. Neste artigo, apresento soluções para diversas circunstâncias na remoção de conteúdo e a consequência de cada método.

Comentários
  1. Fabio,

    Boa estratégia, já utilizei muito isso para alguns clientes, só que não fazia esse tipo de direcionamento

    e na sua explicação não entendi a parte do redirecionamento.

    • Olá Renato,

      Qual a parte que você se perdeu (do redirecionamento)?

  2. Ótimo artigo Fábio.
    Ja trabalhei com esses mini-sites mas nunca me passou pela cabeça bloquear no robots a página que leva o link para o meu site principal.
    Mais um ótimo artigo.

    Parabens e grande abraço.

  3. Oi Fabio, eu tenho estes minisites e agora fechei parceria com uma empresa e faço parte de um programa de afiliados dela.
    Quase todos os posts de meu site tem um link para o meu parceiro com o nofollow, mas tem o ícone do programa de afiliados que nao é nofollow e fica em todas as páginas dos microsites.

    E agora?
    Será que o Google pode acabar me punindo e punindo meu parceiro também?
    Obrigado e parabens pelo artigo!

  4. Boa noite Fábio,
    No caso de eu usar 2 domínios diferentes, porém, parecidos; exemplo: emailcidade.com.br e emailmarketingcidade.com.br , o q vc recomenda fazer?
    – Criar 2 microsites. Um para cada domínio; ou
    – Eleger um domínio principal, criando apenas um microsite e apontando o outro através de redirecionamento sempre pra esse único mesmo domínio.
    Obrigado, parabéns pelo post.

  5. Fábio, mas neste caso usando o Disallow: /red, não passamos juice pelo redirect 301, certo?

    • Ola Simões, neste caso não passará pois está bloqueado e a ideia e passar acessos e não link juice.

Deixe seu comentário abaixo

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?