Melhores Práticas para Splash Pages

Por Fábio Ricotta


{+}Olá Assinantes da Agência Mestre,

Em alguns websites podemos encontrar uma página que separa o nosso acesso ao conteúdo com uma página que exige a nossa interação, como uma idéia de “capa” do website. Alguns webdesigners podem utilizar uma splash page para:

  • para restringir um determinado conteúdo, tal como conteúdo pornográfico, propaganda ou venda de bebidas alcoólicas ou ainda de jogatina;
  • para direcionar o usuário para o conteúdo do seu país ou língua;
  • para direcionar usuários com baixa velocidade para um conteúdo mais compactado;
  • uma forma de publicidade ou promoção de conteúdo.

O interessante aqui é que em diversos momentos de um trabalho de consultoria de SEO, você pode encontrar um website, onde ao solicitar qualquer URL, você é redirecionado para uma splash page ou pior, o conteúdo dessa splash page pode ser exibido naquela URL, resultando em um problema gigantesco de conteúdo duplicado.

Apesar do possível problema de conteúdo duplicado, o nosso foco aqui é outro associado a este: a má indexação do website na utilização de splash pages.

Entendendo o Problema

Pensando como um usuário, imagine que você solicite a página inicial do website A. O servidor irá buscar a página solicitada e tenta analisar se você  é um novo usuário, caso seja, ele irá redirecionar você para a splash page. Ao interagir com a splash page, você é finalmente direcionado para o website.

Splash Page de um usuário normal

Agora pense como um robô de busca. Ao encontrar uma URL para o website A, ele faz a solicitação da URL. O servidor irá buscar a página solicitada e tenta analisar se robô de busca é um novo usuário. Como o robô não é detectado como um usuário antigo, a splash page é retornada. De posse dessa página, o robô de busca não consegue, na maioria dos casos, interagir com a splash page e assim encontra uma “rua sem saída”.

Splash Page do robô de busca

Da forma descrita acima, o website A nunca conseguirá uma indexação do seu conteúdo, prejudicando o seu posicionamento nos mecanismos de busca, pois ele nunca irá possuir conteúdo, tanto para explorar a long tail, quando para conseguir um bom posicionamento para as principais palavras-chave do seu nicho.

A Solução

Analisando de perto do problema, notamos que a splash page é algo essencial para o website A. O usuário deve sempre interagir com ela, para assim obter o conteúdo final, e por outro lado, é interessante oferecer o conteúdo para os robôs de busca, de forma que eles possam indexar o seu conteúdo e desta forma enviar novos visitantes para o seu website.

A solução aparece quando consideramos a página de conteúdo como uma página completa, onde a splash page é projetada sobre ela, através de posicionamento de CSS e jQuery. Entenda bem, não estamos manipulando o robô de busca e muito menos o usuário, mas sim fornecendo o código fonte completo para o robô. Como ele não necessita interagir com a splash page para ler o conteúdo, pois já está no HTML, a informação é indexada. Já do lado do usuário, ele recebe a splash page normalmente, onde, sem interação com a mesma, ele não poderá ler o conteúdo da página.

Esta solução pode ser implementada facilmente com o plugin de jQuery chamado ThickBox. Observe o exemplo 3 de conteúdo em iFrame.

Espero que tenham gostado desta dica e até a próxima.

LEIA MAIS
Dark Posts – Promovendo só para um público específico

Dark Posts – Promovendo só para um público específico

Os Dark Posts podem ser a forma mais simples e vantajosa de atingir o público exato que sua marca precisa, sem encher sua página de conteúdo repetido ou atolar a conta de anúncios direcionados. Veja o passo-a-passo aqui!

Remover Página do Google: Métodos e Implicações

Remover Página do Google: Métodos e Implicações

De tempos em tempos a pergunta sobre como remover uma página dos resultados de uma busca do Google reaparece. Ao contrário do que a grande parte dos profissionais pode imaginar, simplesmente bloquear no robots.txt não é a única opção e nem é a melhor – por si só. Neste artigo, apresento soluções para diversas circunstâncias na remoção de conteúdo e a consequência de cada método.

Footprints – O que São e Como Utilizá-las

Footprints – O que São e Como Utilizá-las

Em um trabalho de link building uma das principais tarefas é entender o nicho que se está trabalhando e, em seguida, indentificar oportunidades de se ganhar links. É neste momento que podemos fazer uso de footprints, ou seja, marcas deixadas por sistemas ou gerenciadores de conteúdo. Neste artigo explicamos como utilizar estas footprints para lhe ajudar no trabalho de aquisição de links de qualidade.

Comentários
Deixe seu comentário abaixo

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?