{+}O Google Analytics possui um recurso de tracking de eventos há um bom tempo, mas pouco é abordado pelos profissionais da área. Desde o final de 2007, quando houve a migração do  código urchin.js para ga.js, este recurso está disponível. Porém ele só funcionará com este mais novo, necessitando atualizar o código do seu Google Analytics caso você ainda utilize a versão urchin.js.

Definição do  método _trackEvent()

Antes de iniciar a utilização do método é importante conhecer as funções que ele disponibiliza. Vejamos abaixo:

_trackEvent(category, action, optional_label, optional_value)

category(obrigatório) : define o nome para o grupo de objetos a serem registrados.

action(obrigatório) : nome(string) que define a interação do usuário com a página.

label(opcional) : nome(string) que prove uma informação adicional ao evento.

value(opcional) : inteiro que prove informação numérica ao evento.

Exemplo prático do funcionamento do _trackEvent()

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Fotos’, ‘Download’, ‘foto-tuning-001’);”>Download foto-tuning-001.jpg</a>

Através deste código será registrado em seu GA quantos cliques foram feitos para o download da foto.

Onde vejo os resultados de event tracking no meu Google Analytics?

Na sidebar clique em ‘Content’ e em seguida ‘Event Tracking’

Menu Event Tracking

Os dados podem ser separados por categories, actions, labels, e são exibidos através de gráfico, do mesmo jeito que são exibidas suas visitas:

Painel de Dados do Event Tracking de Categoria

O campo ‘action’ pode ser repetido em diferentes categorias

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Fotos’, ‘Download’, ‘foto-tuning-001’);”> Download foto-tuning-001.jpg </a>

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Videos’, ‘Download’, ‘video-tuning-001’);”> Download video-tuning-001.mpg </a>

Neste exemplo o action ‘Download’ aparece nas categorias Fotos e Vídeos.

O campo ‘action’ não necessáriamente significa uma ação

Você pode definir category, action, optional_label de acordo com suas necessidades, ficando assim mais fácil extrair os relatórios que necessitar.

Se por exemplo você disponibiliza um mesmo arquivo com formatos diferentes e deseja obter um relatório sobre número de downloads divididos por tipo de formato, pode ser implementado o seguinte código:

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Download’, ‘rar’, ‘software-001.rar’);”> Download software-001.rar</a>

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Download’, ‘zip’, ‘software-001.zip’);”> Download software-001.zip</a>

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Download’, ‘gz’, ‘software-001.gz’);”> Download software-001.gz</a>

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Download’, ‘src’, ‘software-001.src’);”> Download software-001.src</a>

Registre onde os usuários clicam mais

Você possui links para registro do usuário espalhados por várias partes do seu site(header, footer, sidebar, etc…), e é importante medir a eficiência de cada link (que pode ser texto, imagem ou botão) em cada parte do site. Facilmente podemos extrair essa informação do GA com o event tracking:

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Clicks’,’Registrar’, ‘Header’);”> Registre</a>

Aplicações para aumento de conversão

Outra excelente aplicação do _trackEvent() é utilizá-lo quando há uma interação do usuário dentro de um trecho dinâmico da página(a URL pode permanecer constante durante a interação) para analisar seu comportamento.

Exemplo, para o usuário finalizar uma compra num site de e-commerce ele passa por vários passos:

  1. Visualizar os produtos e o custo do frete;
  2. Registrar ou logar no site;
  3. Confirmar os dados para entrega;
  4. Selecionar o método de pagamento;
  5. Receber mensagem de finalização do pedido;

É extremamente difícil obter dados do Google Analytics sobre as visitas em cada página desse processo devido as múltiplas e enormes variáveis ou impossível se todo processo é feito dinamicamente sem alteração da URL.

É muito simples registrar todo esse processo com o _trackEvent(), cada vez que o usuário clica no botão/link que o leva para o próximo passo registramos a ação:

<a href=”#” onClick=”pageTracker._trackEvent(‘Comprar’, ‘NextStep’, ‘GoToStep2’);”> Próximo Passo</a>

Com isso saberemos a quantidade exata de usuários que foram desistindo da compra a cada passo e podemos medir o efeito de cada alteração feita em cada step, como cor e tamanho da fonte e dos botões, imagens, posição dos forms, call to action, etc… O estudo de cada alteração e seus efeitos é essencial para elevar a conversão.

Impactos na métrica de Bounce Rate

De modo geral o bounce é definido como a visualização de uma única página pelo usuário seguido da sua saída. Para o Google Analytics o bounce é calculado quando é feita uma única requisição pelo ga.js seguido da saída do usuário. Então se você implementar o event tracking verá uma redução do bounce rate por realizar mais de uma requisição na mesma página, mesmo se o usuário sair da única página que visitou, pois o disparo de cada evento é tratado como uma requisição. Caso o event tracking seja disparado automaticamente ao carregar a página por algum motivo o bounce rate cairá à zero! Então fique atento à este importante detalhe.