Um dos melhores instrumentos de trabalho que um analista de SEO pode possuir está nos dados que ele obtém dos sites que trabalha e seus respectivos visitantes.

Se esses dados por si só são suficientes para direcionar vários dos trabalhos de SEO do site como, por exemplo, verificar quais páginas são mais acessadas e tentar melhorá-las, imagine quando são feitas análises consistentes com base nesses dados?

A segmentação é de grande valia nesse momento. Ela auxilia o analista a realizar inferências em cima dos dados que são obtidos diretamente e são muito úteis na hora de entender melhor o comportamento de visitantes no site e transformar isso em mais conversões.

Segmentação Avançada

Desde 2008 que o Google Analytics conta com um poderoso recurso de segmentação de visitas: a Segmentação Avançada. Embora seja um recurso avançado, a maioria de nós já está acostumada a utilizá-lo, mas ainda não se se deparou com isso.

Ao entrar no Google Analytics de um site e escolher entre os itens All Traffic, Non-Paid Traffic, Paid Traffic e as demais opções de tráfego disponíveis no analytics, estamos utilizando os segmentos avançados configurados por default.

Como Configurar?

Os segmentos avançados são simples de configurar e não afetam a coleta dos dados do Google Analytics. Ou seja, não há a necessidade da configuração de um novo perfil da conta do site para configurá-lo.

Para acessar a configuração da segmentação avançada do analytics, basta entrar no perfil do site do qual você deseja configurar e acessar a opção Advanced Segments:

E acessar a opção “create new segment”:

Como é possível perceber na imagem abaixo, a tela é bastante simples de utilizar. Na esquerda é possível acessar as métricas e dimensões que serão utilizadas na configuração do segmento avançado, na direita o campo onde será construída a expressão com as dimensões e métricas e, por último, os botões de teste e o campo para o nome do segmento:

A configuração dos segmentos avançados funciona de maneira bastante semelhante as expressões booleanas. Se você não está acostumado a utilizar esse tipo de expressão, ela não é difícil de entender. Basta analisar seus objetivos e passos ao criar o segmento e prosseguir com a configuração. Mais à frente mostraremos passo a passo como configurar um segmento simples.

A grande vantagem da segmentação avançada no Google Analytics é que ela oferece uma infinidade de possibilidades. Entretanto, deve-se considerar que segmentar por segmentar não é uma boa abordagem e que, antes de fazer as segmentações, é necessário analisar quais serão necessárias e como elas podem ser feitas. Um exemplo de segmentação interessante é o de redes sociais utilizadas na divulgação do site, pois através dela é possível conhecer melhor o perfil dos usuários que acessam o site pelas redes sociais e diferenciá-los dos demais.

Segmentação de Redes Sociais

Atualmente, duas das redes sociais mais utilizadas no Brasil são o Orkut e o Twitter. Vamos supor que você deseja verificar como é o comportamento dos usuários que chegam ao seu site através dessas duas redes sociais.

Objetivo: Filtrar as visitas que chegam ao site através do Twitter OU do Orkut.

Para esse objetivo, vamos utilizar a Dimension Source para filtrar/segmentar visitantes que venham OU do Twitter OU do Orkut.

Primeiro é necessário encontrar a dimensão “Source”. Para tanto, basta abrir as opções contidas em “Dimensions”:

Entretanto, antes de prosseguir com a configuração, lembre-se de preencher o atributo referente ao nome do segmento (pois sem preenchê-lo não é possível realizar testes).

Para selecionar uma dimensão ou métrica para compor o segmento, basta clicar no segmento ou dimensão escolhida e arrastar para dentro do campo “dimension or metric”. Abaixo, selecionamento a opção “Source”:

Como queremos fazer o tracking de usuários que encontram o site pelo Twitter OU pelo Orkut, selecionamos agora a opção “Add or Statement”:

E repetir o processo acima para inserir outro source.

Após ter os dois sources, é necessário configurar quais as duas fontes de tráfego, conforme a figura abaixo:

Depois desses passos o segmento de redes sociais já está configurado. Bastanto apenas, agora, ser salvo para ser utilizado.

Utilizando o Statement : And

O segmento configurado acima pode ser alterado para incluir as diversas redes sociais ou ainda os sites com os quais o seu tem parceria. Entretanto, esse segmento ainda pode se tornar mais específico.

Vamos supor que você tem um site de e-commerce e quer mais informações sobre os visitantes dessas redes sociais que não resultaram em conversões, ou seja, o número de transações para esses usuários é igual a zero.  Afinal, você quer descobrir o porquê desses usuários não terem comprado nada.

Objetivo: filtrar os usuários que vêm do Twitter OU do Orkut E que não efetuaram nenhuma compra (o que significa que Transactions = zero ).

Para tanto, vamos editar o segmento de redes sociais adicionando um Statement And, da seguinte maneira:

Para que o segmento passe a filtrar também os visitantes das redes sociais que não converteram, vamos utilizar a métrica Transactions da aba de e-commerce do Google Analytics, conforme pode ser observado na figura abaixo:

Após essa alteração no segmento de redes sociais é possível filtrar os dados dos visitantes do site que vieram do Orkut ou do Twitter e que não efetuaram nenhuma compra (o que é útil para verificar os motivos pelos quais não houveram conversões).

Conclusões

Como é possível perceber, o recurso de segmentação avançada do Google Analytics é muito útil para melhorar as técnicas de SEO aplicadas no site bastando, para isso, definir exatamente quais são seus objetivos (melhorar taxas de bounce e conversão, aumentar conversões de redes sociais, melhorar a visibilidade da marca, …) e verificar que tipo de segmentação avançada lhe fornecerá os dados que você precisa analisar.

E você, já havia usado a segmentação avançada no Analytics do seu site? Que tipo de segmentos você implementou? Deixe um comentário e nos conte as suas experiências com esse recurso.