Embora posicionamento de palavras-chave e quantidade de links sejam duas grandes preocupações quando se fala em SEO, é importante lembrar que elas não são as únicas, e que a análise de conversões se faz essencial em qualquer tipo de site, de blogs a sites e-commerce.

No último caso, uma das maneiras de se obter dados relacionados as conversões (compra de produtos), é através da configuração do Google Analytics para que ele faça o monitoramento de informações relacionadas a um e-commerce (transações/compras, receita gerada, conversão entre outras).

A configuração desse monitoramento tem várias vantagens: além de mensurar o número de compras efetuado, é possível obter outros dados relevantes sobre as transações feitas e os itens vendidos, como: produtos mais vendidos, keywords de entrada para cada produto vendido (e daí obter as keywords que têm maior taxa de conversão), além de outros dados que são muito úteis para ajudar a orientar os trabalhos de SEO no site.

Como Configurar o Monitoramento de E-commerce no Google Analytics?

Da mesma maneira que a instalação do Google Analytics no site, a aba de e-commerce necessita da inserção de um código em javascript, o qual é responsável pela coleta dos dados. Esse código é diferente do usado previamente na instalação do próprio Google Analytics e deve ser inserido na página de feedback que é retornada para o usuário quando ele finaliza a compra do produto.

Inserir Tracking de Ecommerce do Google Analytics

Configuração do Google Analytics

Entretanto, antes de instalar o código nas páginas de feedback, o primeiro passo é informar ao Google Analytics que o site em questão trata-se de um e-commerce. Para tanto, é necessário acessar a área de Admin da conta no Google Analytics do site, escolher o perfil em que será feita a configuração, e acessar a opção de configuração de ecommerce:

Google Analytics > Admin > View Settings

Ao acessar a página da configuração, basta ativar o monitoramento do E-commerce e depois salvar (não será abordado neste post a configuração avançada de ecommerce):

Ativar E-Commerce no Google Analytics

Instalação dos Códigos de Tracking

Como já foi dito anteriormente, para que o Google Analytics consiga capturar os dados de e-commerce corretamente é necessário adicionar mais código na página. Abaixo, segue um exemplo de código final a ser inserido na página de compra concluída:

Observe que este código extra deve ser adicionado além do código padrão para monitoramento de páginas (aquele que o Google Analytics solicita que você insira em todas páginas do site). Este código a mais deve estar presente somente na página de confirmação de compra e deve ser preenchido corretamente com as informações da compra para que o GA reporte os dados corretamente.

Onde encontrar as informações do E-commerce?

Com o código sendo utilizado corretamente, agora o próximo passo é utilizar os dados gerados. Os relatórios de e-commerce estarão diponíveis dentro do menu Conversions, último listado entre os Standard Reports:

Relatório de Ecommerce no Google Analytics

Overview – Visão Geral

Em Overview é apresentado um panorama geral do site no período selecionado, com os seguintes dados em destaque:

  • Taxa de conversão;
  • Número de transações (compras);
  • Receita gerada;
  • Valor médio de compra;
  • Quantidade de compras únicas;
  • Quantidade de compras.

Product Performance – Performance dos Produtos

Nessa opção é possível analisar quais produtos foram mais vendidos no site no período selecionado – por nome ou código (SKU) – bem como conferir o desempenho das categorias de produtos (quais categorias venderam mais ou menos).

Sales Performance – Performance de Vendas

Este menu apresenta a lista de dias e o seu respectivo valor de receita gerada. Ou seja, a lista de dias em que ocorreram vendas ordenados do dia que gerou maior receita até o dia que gerou a menor receita, dentro do intervalo de tempo especificado (por padrão, os últimos 30 dias).

Transactions – Transações ou Vendas

Neste menu você verá a lista de transações (o código que identifica cada transação) e as informações da transação (receita, imposto, frete e quantidade). E ao acessar uma transação, você pode ver quais produtos foram comprados em tal pedido, seus valores e quantidades.

Time to Purchase – Tempo até a Compra

Nesta opção o Google Analytics disponibiliza duas visões bem interessantes sobre o processo de compra no seu site:

  • O intervalo de dias entre a primeira visita e o dia que o visitante comprou; e
  • A quantidade de visitas que aconteceram até o visitante efetuar a compra.

Veja a imagem a seguir ilustrando os cenários:

Google Analytics: Days to Transactions and Visits to Transactions

Além do Relatório Conversions

Um ponto muito interessante é que os dados do E-commerce também ficam disponíveis em vários dos outros relatórios do Google Analytics, como no relatório de tráfego orgânico, por exemplo:

Ecommerce no Relatório Orgânico - Google Analytics

E tal como está disponível no relatório de tráfego orgânico, vários outros relatórios também permitem a mesma forma de acesso aos dados de e-commerce. Isso é útil, por exemplo, para você ver diretamente as palavras-chave que mais geram receita ou transações; ou sites de referência que mais trazem visitas qualificadas (ou seja, visitas que geram vendas).

Todos esses dados complementam as análises trazendo mais métricas a serem levadas em consideração nos processos mensurar a performance do e-commerce.

Conclusões

Como é possível perceber, essa configuração abre um grande leque de possibilidades de análises das taxas de conversão – sob diversos fatores de influência, como: keywords, fontes de tráfego, categorias do próprio site e até mesmo o layout das páginas de produto – o que a torna essencial para a otimização do site quanto às suas conversões.

Também é possível ativar o monitoramento de ecommerce no Analytics usando o Google Tag Manager, e com ele, 2 caminhos principais podem ser usados: adicionando um código na página, similar àquele do GA; ou, conforme seja a página de confirmação de compra, sem adicionar código na página e usando apenas tags e um pouco de javascript.

O monitoramento de ecommerce com o Google Tag Manager está explicado passo-a-passo em detalhes no curso de Analytics no Mestre Academy.

Se a configuração ficou complexa ou você quer ter certeza de que o seu Google Analytics está funcionando da maneira correta, entre em contato conosco e conheça a nossa Consultoria em Google Analytics.

Bônus: Aumente as Vendas do Seu E-commerce

Baixar E-book