SEO e Conteúdo Multimídia

Por Frank Marcel


Olá! Neste post vou falar um pouco sobre conteúdo multimídia e sua relação com seo e os buscadores. Um tema que rende alguma discussão. Vamos lá.

Flash, Java, Imagens, Audio e Video

Com certeza todos nós já nos deparamos com páginas que continham algum desses formatos de mídia, o flash e shockwave da macromedia, javascript, imagens, audio em mp3, wav, midi, ou qualquer outro tipo, e, nos últimos tempos, video! Cada vez mais encontram-se vídeos pela internet.

Em geral, esses tipos de arquivos são “unspiderable”, ou seja, os buscadores não tem como tratá-los e identificar o seu conteúdo. Isso porque os buscadores identificam apenas textos no documento html (n.a.: também conseguem ler pdf’s, sabe por que? no próximo post…).

Bom, desnecessário então dizer que colocar as palavras-chave em imagens, flash, audio, etc, é como removê-las da sua página. Sim, pois o buscador não vai conseguir descobrir que elas estão lá!

O que fazer com o conteúdo multimídia?

Obviamente, isso também não quer dizer que vamos voltar ao passado e as páginas serão somente textos!

Uma alternativa é usar alt tags! Elas vão servir para prover algum texto àquele conteúdo multimídia e assim o buscador terá alguma informação. É verdade que não é mais dada tanta relevância para alt tags, uma vez que elas foram usadas para spamming, ou seja, black hat, mas ainda assim vale a pena.

Mas a opção realmente válida é usar uma descrição na própria página (Não vale esconder o texto por css! – olha o black hat!). Apresentar junto ao flash, imagem, vídeo, etc, a descrição escrita do que está presente ali é a melhor maneira de fazer o buscador tomar conhecimento daquele conteúdo e assim a página e seu conteúdo serão indexados nas páginas de resultado de busca.

Bom, é isso aí. Lembrem-se: “palavras-chave”! e não “imagens-chave”, “flashes-chave”…

Facilitem a vida do buscador e ele facilitará a de vocês! =)

Até a próxima.

LEIA MAIS
Como Fazer o Google Encontrar o Seu Site?

Como Fazer o Google Encontrar o Seu Site?

O objetivo do Google é mesmo encontrar todo o conteúdo disponível na Internet, mas você precisa dar uma ajudinha. Veja como!

Redirecionamento 301 em PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails

Redirecionamento 301 em PHP, ASP, htaccess, Coldfusion e Ruby on Rails

Você quer saber como configurar o redirecionamento 301 no seu site? Veja como e mantenha sua relevância no Google!

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Páginas 404 Não Devem Retornar o Código 200 de Status

Hoje em dia é muito comum que página de erro 404 sejam customizadas, mas o trabalho de qualquer profissional de SEO é que estas páginas façam realmente o seu papel. Veja como prevenir que suas páginas de erro 404 causem problemas com os seus rankings.

Comentários
Deixe seu comentário abaixo

Já pensou em fazer parte do nosso time de mestres?