SEO: Resultado de Curto Prazo

Olá leitores da Mestre,

Em 99% dos casos em que estamos prospectando aqui na Mestre para projetos de consultoria de SEO, nos perguntam em quanto tempo podemos dar resultado e a resposta padrão é que normalmente em 4-6 meses, com um projeto bem feito e bem executado podemos dar resultados. Apesar de SEO ser um projeto de longo prazo, existem sim algumas estratégias para conseguir um resultado rápido, mas isto depende muito do projeto que você está obtendo.

[Tweet “SEO é um projeto de médio-longo prazo, é um jogo de xadrez!”]

Normalmente a existência desta estratégia/técnica de curto prazo está mais atrelada a um erro grave presente no site do cliente do que realmente uma técnica secreta dos “monges tibetanos detentores do algoritmo do Google” (isto não existe). Desta forma, separei os problemas mais graves que encontramos ao longo da nossa jornada de 10 anos fazendo SEO para você incluir no seu checklist de bizarrices a corrigir:

Disallow no Robots.txt

Esta é a estratégia que eu mais conto em nosso curso de SEO (tem turma aberta!), a presença da instrução de “Disallow: /” no arquivo de Robots.txt. Em um dos nossos primeiros clientes chegou a oportunidade de um projeto que era um mistério: “O site não tinha nem 1% de tráfego oriundo do Google e ninguém sabia como resolver”.

Ao ver a situação e digitar no Google o comando “site: nomedosite.com” notei que algumas páginas (cerca de 7 a 8) estavam listadas pelo Google, mas não tinham informação de título e description. Isto é um sintoma claro que o Google não conseguiu ler a página. Logo fui atrás do arquivo de Robots.txt e lá estava a regra:

Disallow: /

Para a minha felicidade e dinheiro mais fácil fazendo SEO, bastou remover esta regra e o Google começou a entender o website.

Títulos

Quando menciono nos cursos que o título é o carro chefe das estratégias On-Page e que títulos mal escritos prejudicam o resultado do site, muitos pensam: “ah, mas o Google dá um jeito”. No final do ano passado, recebemos um caso de uma loja virtual onde o site todo estava com o mesmo título, o nome da marca. Isto é mais comum do que pode parecer e também é um erro grave, pois se todas as páginas estão “falando que são sobre o mesmo assunto” o Google precisará de um esforço para distinguir cada uma delas.

[Tweet “Um bom título para a página, precisa ser único e bem explicativo para o usuário!”]

Assim, o primeiro passo para ganhar mais tráfego para esta consultoria de SEO foi apenas ajustar a regra do template da loja virtual, deixando cada página com o seu título e triplicamos o tráfego em apenas 1 mês:

SEO: ajuste em títulos

Desta forma aproveite o que temos de material gratuito aqui na Mestre (ou faça nossos cursos) e confira boas práticas para títulos em projetos de SEO.

Redirecionamentos

Talvez a maior “bomba” que sempre recebemos é quando alguém faz uma transição de website, para nova plataforma, novo CMS, novo layout e “esquece” de fazer os redirecionamentos levando o usuário (e o Google) do endereço antigo para o novo. Quem já foi aluno da Mestre sabe que este ponto é uma das coisas que mais frisamos no curso e aqui neste artigo não poderia ser diferente.

[Tweet “Em uma mudança de plataforma ou CMS é fundamental realizar os redirecionamentos!”]

O que normalmente acontece realmente é mais comum que alguns podem imaginar, sendo que a resolução nem sempre é rápida e fácil. Para um cliente que resolvemos o caso, eles haviam mudado o website e perdido todo o histórico de URL, o pior cenário possível. Contudo, ao analisar logs do servidor, Google Analytics e ferramentas de backlinks e o Google Search Console, conseguimos levantar ao longo do tempo muitas das URLs que realmente estavam presentes na época. Assim conseguimos restaurar boa parte do tráfego orgânico do projeto:

SEO: Problema de Redirecionamentos

Desta forma, repare muito bem caso venha a ter uma troca de plataforma ou layout e sempre coloque a importância do redirecionamento 301.

Sitemap.XML

Uma outra estratégia que notamos ser muito efetiva quando se tem um site com um volume grande de páginas é o uso de Sitemap.XML. Um dos casos que tivemos ao longo da nossa jornada foi a de um pequeno portal, que possuía mais de 2.000 matérias e ao executar o comando “site: sitedocliente.com” no Google, não constavam nem 200 URLs no índice. Para confirmar um pouco mais esta informação, logamos no Google Search Console e verificamos que o Google não lia mais do que 50 páginas por dia e não havia nenhum Sitemap.XML criado.

Sitemap XML

Sabendo da importância do Sitemap.XML e que o time do cliente precisaria de um certo tempo para criar um sistema automatizado para criar o Sitemap.XML, optamos por criar manualmente um. Isto nos deu a possibilidade de incluir todas as categorias e matérias existentes. Em seguida, enviamos no Google Search Console e em poucos dias, o número de páginas indexadas e tráfego orgânico subiram drasticamente.

É uma mudança simples, que ajuda o Google a entender melhor o seu site.

Conclusões e Recomendações

Ainda que possa parecer que estas estratégias sejam milagrosas, elas dependeram mais de um erro do projeto do que uma estratégia de SEO em si. É importante que você tenha em mente que SEO é e continuará sendo uma estratégia de médio-longo prazo, pois estamos mais ligados à filosofia do projeto, recomendações técnicas e melhorias em conteúdo. Todas estas envolvem pessoas e reflexões para solução de problemas.

[Tweet “Não existem milagres em SEO, mas sim bons profissionais!”]

Contudo, é importante que você saiba que existe erros grotescos que precisam ser evitados ou corrigidos o quanto antes em projetos que você estiver presente. Entenda também que após a correção desta estratégia você precisará colocar um bom planejamento de SEO, seguido de uma boa consistência da arquitetura, conteúdo e estratégias seguintes.

Se você quiser aprender mais ainda sobre SEO, como planejar e executar projetos de SEO, estamos com uma turma do nosso Curso de SEO para Outubro. Venha aprender mais e aprimorar seu conhecimento!

E você, já encontrou algo bizarro ou fez alguma estratégia que trouxe resultados muito rápidos para o tráfego orgânico? Compartilhe abaixo nos comentários! Ajude a continuar esta série de artigos compartilhando ele com a sua rede de contatos!